Tag Archives: Psicologia de Trading

Livros que li em 2013 – PARTE III

 “Become a producer and not a prisoner of society. Don’t hide your light under a bushel” Joseph Murphy.

Agora a parte final dos 50 livros lidos em 2013.

33. The Trend Following Bible: How Professional Traders Compound Wealth and Manage Risk by Andrew Abraham: Mais um livro de trading que li. O Título é bem marqueteiro e o livro é bom. O autor compartilha bem a sua própria experiencia e mostra bastante a parte técnica do Trend Following e algumas de suas estratégias. O trader também é um grande investidor em Hedge Funds de trading following e uma das estratégias mais interessantes do livro é comprar draw down de fundos de trend following o que se assemelha a comprar dips em um bull market. Recomendo se é do ramo de trend following. Andrew tem um site com bastante recursos e videos que ajudam na educação.

34. The Trading Tribe by Ed Seykota:  Livro que já comentei aqui no site, mas eu re-li, pois estava indo para o seminário do Ed em Austin. Li o livro no avião. Recomendadíssimo.

35. Govopoly by Ed Seykota: Novo livro do Ed que falei nele aqui no Blog. Tive o prazer de participar do grupo de revisores e até fui mencionado na aba e nos reconhecimentos do livro. O livro é uma MASTER CLASS de economia. Se gosta de entender como que a economia funciona eu recomendo demais.

36. 50 Prosperity Classics by Tom Butler-Bowdon: Considerando que eu li este livro entao eu li na verdade 99 livros este ano, pois este vale por 50. Gostei da ideia RESUMÃO. Isto me faz lembrar a época do vestibular quando tinha um livro com o resumo dos trocentos livros de literatura na lista da FUVEST. Como tinha muitos livros que queria ler que estavam neste resumão eu preferi dar uma palhinha em cada para depois comprar somente aqueles que tocarem mais o meu coração. O que estou já fazendo este ano. Achei uma excelente ideia. Recomendo se quer matar 50 coelhos com uma paulada.

37. Trading With The Odds: Using the Power of Probability to Profit in the Futures Market  by Cynthia A. Kase: Este livro é um antigo que estava na minha lista de espera. Acredito que enrolei um pouco devido o livro estar fora de edição e era difícil encontrar e caro. Entretanto achei um vendedor na Amazon com um preço razoável para um novinho encalhado na prateleira. Cheguei ao conhecimento deste livro pela lista de recomendação do TYWTFF do Van Tharp. O livro tem muito a parte matemática preditiva e ele tenta colocar uma estrutura na parte da Elliot Wave e deixar mais objetiva e menos subjetiva. Recomendo se é um trader com um viés mais discricionário.

38. You can heal your life by Luise Hay: Um CLÁSSICO da auto ajuda da década de 80. O livro praticamente tem meio que a solução e a causa para todos os problemas pessoais, físicos, de relacionamento e financeiros. Na linha da auto ajuda WoWo, mas pro incrível que pareça faz total sentido e tem funcionado na minha vida algumas técnicas aplicadas na parte psicológica. No final das contas conta muito a questão de crença, ou seja, quando mais acredita no que parece “loucura” no livro, suas teorias fazem mais sentido e funcionam melhor. Recomendo se acredita nestas coisas paranormais e se quer ter mudanças mágicas na sua vida.

39. Happy Minimalist by Peter Lawrence: Conheci pessoalmente o autor que acabou virando um amigo. Eu queria conhecer um pouco do que seria ser um minimalista. Eu acredito em minimalismo no sentido de simplificar a vida e eliminar o excesso, mas tenho minhas reservas de como o Peter coloca seu estilo de vida minimalista que é um estilo bem radical. Como exemplo dormir em saco de dormir e ter uma panela em casa. Ok Ok super ecológico mas ZERO conforto. Recomendo se quer ter uma visão geral sobre minimalismo ou se quiser um resumão assista a este documentário.

40. Predictably Irrational, Revised and Expanded Edition: The Hidden Forces That Shape Our Decisions by Dan Ariely: Livro que quem me recomendou foi o Michael Covel. Interessante o livro que junta um pouco de economia, marketing e probabilidade. E o título explica bem o que é o livro. Ele mostra como somos irracionais e como as empresas e os marqueteiros se aproveitam para capitalizar em nossa irracionalidade. Best Seller recomendadíssimo. Dan não só é bom escritor, mas um excelente palestrante e pode ser encontrado em vários videos do YouTube. Ele é professor do MIT.

41. The Power of Awareness by Neville Goudart: Este livro é o que falei que o Wayne Dyer praticamente plagiou quando escreveu o livro Wishes Fulfilled, o numero 14 da lista. Um outro clássico da auto ajuda escrito na década de 50. Basicamente a principal teoria do livro é que se quer que algo aconteça na sua vida o melhor método é viver como que aquila já fosse uma realidade. Alguns autores dizem que é uma forma de dar uma tapeada no subconsciente, pois fazendo isto a nossa mente trabalha automaticamente para concretizar a nossa fé. Altamente recomendado. Muito boa leitura. Eu adoro os clássicos

42. Critical Path by Buckminster Fuller: Este livro é uma obra prima. Eu comecei a pesquisar sobre Bucky, como é carinhosamente conhecido, quando o Van Tharp mencionou ele em algum de seus materiais no Workshop que participei em Março de 2013. Bucky é considerado o Leonardo da Vinci do século 20. O livro é um mix da explicação do sentido da vida e como criar um sistema interno de viver uma vida totalmente baseada em um guia interno que todos temos dentro da gente e que como qualquer indivíduo normal pode se tornar um gênio. O livro é cheio de ciência, geografia, navegação, história, química e uma visão holística do mundo. Uma coisa que fiz em paralelo a leitura do livro foi assistir aos vídeos onde Bucky explica em cerca de 16 horas tudo que ele sabe. A frase mais impactante é “Todos nós devemos esquecer a ideia de viver para nos sustentar, mas simplesmente estar comprometido em focar no que o universo está querendo fazer”. Altamente recomendado se quer entender melhor o que é o nosso universo.

43. Seven Habits of highly effective people by Stephen Covey: Outro clássico que estava na minha lista há um tempo. O  que me levou a ler este livro foi o Ed Seykota fazer algumas menções do livro no seu seminário que participei em Setembro de 2013. O livro é altamente estruturado e dá um processo de como fazer uma transformação pessoal e relacional para o sucesso pessoal. No final do livro me deu vários AHAs! com relação a nossa responsabilidade em atingirmos os nossos próprios resultados e como que somos responsáveis com o sucesso no relacionamento alheio e que no final das contas temos o poder de ter total controle sobre a nossa mente e resultados.

44. Use Your Head: How to unleash the power of your mind by Tony Buzan: Livro recomendado pelo Trader Senna. Outro clássico da auto ajuda. Muito bom as técnicas do livro que envolvem uso da memória, leitura dinâmica e mind maps que foi algo desenvolvido por Tony. Altamente recomendado.

45. The Compound Effect by Darren Hardy: Este foi um dos livros mais importantes que li o ano passado. Este está na lista de livros de auto ajuda pé no chão e prático. A parte mais importante do livro é um questionário de avaliação pessoal das principais áreas da vida (Saúde, Relacionamento, Negócios, Carreira, Espiritual, Finanças Pessoais, Mental e Estilo de vida). Isto ajudou muito a identificar minhas fraquezas e áreas que preciso melhorar e foi base para eu criar um sistema de objetivos e metas para o ano de 2014. Altamente recomendado. Esta na lista dos TOP 5 do ano.

46. The Bible for Compounding Money by Andrew Abraham: Livro na linha do 33, não muito diferente e bem repetitivo. Melhor ler o 33 e não este.

47. Tomorrow’s Gold: Asia’s age of discovery by Marc Faber: Um prato cheio para que gosta de economia e entender como que os ciclos econômicos e o fluxo global de capital funciona. Excelente pesquisa feita por Marc. Recomendo se é tarado por cenários econômicos e macroeconomia com eu.

48. Breaking the Habit of Being Yourself: How to Lose Your Mind and Create a New One by Joe Dispenza: O que me chamou a atenção a este livro e motivou a leitura foi quando eu re-assisti ao documentário “What the Bleep do we know?”. Joe foi o participante que mais me chamou a atenção quando assisti o documentário. O livro é muito bem escrito e dá uma perspectiva da ligação da espiritualidade com a ciência.  Ele liga física quântica com química biológica. Fascinante e um bom instrumento para crescimento pessoal se você tem um viés mais científico.

49. Made in Japan: Akio Morita and Sony by Akio Morita: Acho que o livro que ficou na minha fila de leitura por mais tempo. A mais de 10 anos que quero lê-lo. Outro livro que já saiu de impressão. É a auto biografia do Akio Morita, fundador da Sony. Interessante aula de história e de Business. Pra mim tem um valor especial, pois trabalhei muito em empresas japonesas e conheço bem a cultura, mas queria entender as motivações e os princípios por detrás desta linda cultura que admiro muito. Altamente recomendado.

50. New Concepts in Technical Trading Systems by Welles Wilder: Finalmente o último livro para completar o numero 50. Welles Wilder realmente uma pessoa a frente do seu tempo e ele é o inventor dos indicadores técnicos mais utilizados como o ATR, ADX e RSI. Impressionante aula de trading e de gerenciamento de risco, pra mim as duas paginas mais importantes do livro que coloquei no meu relatório de gerenciamento de risco.

Agora para finalizar aqui vai a lista dos TOP 10 que realmente abriram minha mente para novas possibilidades e me acrescentou algo inovador. Não necessariamente na ordem, pois todos são tão bom quanto em suas respectivas área de conhecimento.

The Science of Getting Rich
Cashflow Quadrand
The Life Plan: How Any Man Can Achieve Lasting Health, Great Sex, and a Stronger, Leaner Body 
The Dynamic Law of Prosperity
The Adventure of Self Discovery
The Power of Awareness
Critical Path
Seven Habits of Highly Effective People
Breaking the Habit of Being Yourself: How to Lose Your Mind and Create a New One
Personal Development for Smart People

 

2 Comments

Filed under Biblioteca, Jornada, Reflexão

Livros que li em 2013 – PARTE II

Só uma notinha. Este é o post numero 100. Um marco aqui.

Continuando a lista do livros que li em 2013.

17. The Dynamic Law of Prosperity by Catherine Ponder: Interessante livro para quem tem muitas crenças sobre dinheiro e Deus. O livro ajuda bem na questão de trabalhar o estado mental sobre criar riquezas e como que isto tem a ver com crenças religiosas e espirituais. O livro é basicamente mais indicados para cristãos que a linguagem é mais bíblica. Para mim funcionou bem. A autora é da linha da Unity Church que foi fundado por Charles Fillmore.  Basicamente a crença é que Deus quer que sejamos prósperos e que dinheiro é bom e que depende da gente querer ou não para Deus não faz diferença a quantidade. O livro é bem extenso, com uma visão bem positiva de Deus e sua bondade e o relacionamento com o dinheiro. Também fala sobre alguns aspectos importantes de pessoas prósperas que também tem fé, são generosas, não tem inveja, são positivas, criativas e ao longo do livro muita base e interpretação bíblica é usada. Recomendo se é cristão e tem alguns bloqueios com dinheiro como sendo algo mau. 

18. The Science of Success: How Market-Based Management Built the World’s Largest Private Company by Charles G. Koch: Este livro foi aquele que me comprou pelo título que estava na linha do livro do Wallace Wattle, mas na verdade  o livro é sobre negócios e a metodologia que este cara que é dono da maior empresa fechada do mundo. Deve estar junto com a Cargill entre as maiores. Uma empresa familiar que é um monstro e nunca abriu capital. O livro fala destes princípios. Recomendo se quer inovar sua empresa para algo mais criativo e participativo.

19. Personal Development for Smart People by Steve Pavlina: Steve Pavlina é um excelente blogger na área de personal development. Eu li muito o seu blog que recomendo muito. Ele foi um cara que me inspirou muito e estava a tempo na minha lista ler seu livro. Muitos dos conceitos já estavam no seu blog e de graça, mas o interessante do livro é que ele é bem estruturado e coloca toda sua filosofia em um só lugar. Muito bom e tem um bom equilíbrio entre a parte mais WoWo da auto ajuda e a parte realista e prática. Altamente recomendado para você que esta buscando crescer em qualquer área, incluindo trading. Recomendo também muito ouvir os seus podcast, principalmente o 16 e o 23, se prepara para a viagem :).

20. Mastering the Australian Housing Market by John Lindenman: Interessante livro sobre o mercado de imóveis na Austrália e como que ele se comporta ao longo de décadas. Mostra as principais estratégias de investimento aqui. Excelente livro para se educar nesta área. Bem voltado para o mercado Australiano, mas tem estratégias genéricas de investimento que podem ser adotadas em qualquer pais. Gostei muito da parte de cenários econômicos e como o mercado se comporta em ciclos. Recomendo a leitura se mora na Austrália.

21. The First 20 Hours by Josh Kaufman: Este foi um dos livros que o título e o marketing é muito bem feito, mas o conteúdo em si fica a desejar. A parte teórica faz todo sentido, mas a prática não muito. Ficou abaixo da expectativa. Pra mim não funcionou muito. Não recomendo.

22. Thou Shall Prosper by Daniel Lapin: Na mesma linha do 17 acima, mas mais voltado para a cultura judaica. O livro explica muito porque os judeus são prósperos e quais são os princípios baseados em crenças religiosas. Recomendo se tem um viés religioso, mesmo que seja cristão.

23. Break Through Rapid Reading by Peter Kump: Este ano uma coisa que me ajudou muito em ler mais rápido foi este livro. Eu sempre achei que lesse mais lento do que a média, mas descobri que não estou tão mal assim e com este livro eu dobrei minha velocidade de leitura. Confesso que não melhorei mais por pura indisciplina de não fazer todos os exercícios de melhoria no livro. Eu lia cerca de 180 palavras por minuto antes e agora leio em torno de 280 a 320 dependendo do livro. A minha meta é ler cerca de  600 a 700, assim, estou satisfeito e atinjo a leitura de 100 livros em um ano sem aumentar o meu tempo de leitura que dedico atualmente. Cerca de 6 a 7 horas por semana. Recomendo se quer ler mais rápido e ser mais produtivo.

24. The adventure of self discovery by Stanislav Grof: Este livro chegou a meu conhecimento através do Ed Seykota, pois um dos capítulos do livros que fala sobre respiração Holotropic (não sei a tradução disto em português). O livro é bem psico-loco. O autor é um psiquiatra que na década de 60 estudou os efeitos do LSD clinico no tratamento de pacientes. Uma coisa que o LSD causa são estados não ordinários de consciência onde existe um encontro consigo mesmo e seu mundo interno. A grande vantagem deste tratamento, quando feito com um propósito, é o grande potencial de criatividade e conhecimento interno que o tratamento causa. O autor condena o uso indiscriminado da droga como é usado em viciados, mas reconhece seus benefícios. Hoje ele não usa mais o LSD clinico, mas através desta respiração (holotropic)  é possível atingir os mesmos estados não ordinários de consciência e é uma ótima ferramenta para crescimento pessoal. O Ed faz retiros para graduados em seus workshops onde a respiração é praticada. Se curte o assunto e já leu o My Child Problem by Albert Hofmann este livro será interessante e recomendado.

25. Ctrl Alt Delete: Reboot Your Business. Reboot Your Life. Your Future Depends on It by Mitch Joel: Livro ficou abaixo das expectativas como o numero 21 acima. Pra quem é do ramo de marketing e curte o BLA do marketing recomendo caso contrário não. Nem sei porque acabei comprando e lendo o livro. Cai mesmo no marketing do título e da propaganda. :).

26. How to be a Super Reader by Ron Cole: Este livro é na mesma linha do 23 entretanto achai mais atual e prático. Recomendo.

27. Think and Groth Rich 21st Edition by Napoleon Hil: Este livro dispensa comentários. Já falei tanto dele aqui no blog. Eu achei esta versão áudio na internet e ouço algumas passagens quando tenho um tempo aqui e ali. Eu não gosto de perder tempo. Altamente recomendado ter ele no seu Smartphone.

28. Success Secrets of the Bible by Edmund Haggai: Este livro eu ganhei do presidente do Instituto Haggai daqui da Austrália do qual sou contribuidor e voluntário. Como sou um self development junkie foi um prato cheio. Não é a toa que admiro o Dr. Haggai, que tive o prazer de conhecer o ano passado quando esteve em Sydney em um congresso. O livro fala de princípios de sucesso na linha do livro de Napoleon Hill, mas com um viés mais cristão. Interessante que o Dr. Haggai conheceu o Napoleon Hill pessoalmente e foi convidado para trabalhar com ele, mas Dr. Haggai recusou para cumprir sua missão com o instituto que pra mim é a mais eficiente instituição missionária. Taí o motivo que doo para esta obra. Recomendo demais.

IMG_0086

Dr. Edmund Haggai e Pedro Junqueira

 29. Uncertainty: Turning Fear and Doubt into Fuel for Brilliance by Jonathan Fields:  Livro interessante na linha motivacional para os empreendedores on-line atuais que ganham dinheiro fazendo o que amam. Na linha dos livros do Chris Guilebeau que está na lista de outros anos aqui. Recomendo o livro e recomendo muito as suas entrevistas no YouTube. Pode ser achado no seu blog The Good Life Projet.

30. A Passion for the Edge: Living Your Dreams Now by Tim Tyler: Interessante o livro onde o autor conta sua aventura e sonho de dirigir de moto do Alasca até Seattle sozinho. Era o seu sonho assim como se aposentar cedo. Não recomendo, pois não achei muito útil e ficou um pouco abaixo da expectativa pois estava mais interessado mais na trajetória de alguém se aposentar cedo do que na aventura da viagem em si.

31. What Time Is It? You Mean Now?: Advice for Life from the Zennest Master of Them All by Yogi Berra: Yogi Berra é um ídolo do basebol americano. Altamente bem sucedido como jogador e como técnico. Ganhou inúmeros títulos jogando e treinando o NY Yankees. A melhor descrição dele é que ele seria a versão americana do Vicente Mateus. Para quem não sabe o presidente do Corinthians das décadas de 70 e 80 que soltava algumas frases do tipo “O Socrates é invendável e imprestável” ou “quem sai na chuva é pra se queimar” ahahahahaha. O livro é cheio de sabedorias e cada capitulo é baseado em uma frase de efeito. É um livro de inspiração e de motivação. Recomendo.

32. Tradind like a Casino by Richard Wheisman: YAY!!! Finalmente um livrinho de trading. Este livro quem acabou trazendo ao meu conhecimento foi o trader Senna. Acho um excelente livro para dar uma visão geral do que é o trading da parte, técnica, sistemas e psicologia. Muito bem escrito e bem ponderado e equilibrado e ao mesmo tempo realista. Tem outro livro dele que está na minha lista deste ano. Este é o segundo livro dele. Altamente recomendado.

Ok esta é a parte II. Aguarde em breve a parte III.

 

 

6 Comments

Filed under Biblioteca, Fundamentos, Jornada

Livros que li em 2013 – PARTE I

“I find television very educational. Every time someone switches it on I go into another room and read a good book.” Groucho Marx 

Agora já virou tradição em todo começo de ano. Eu publico um post com os livros que li no ano anterior.

Você pode checar aqui os livros que li em 2011, 2012 e minha biblioteca essencial de trading.

2013 sem dúvida foi o ano que mais li livros em toda minha vida. Ler foi algo que sempre gostei, mas a cada dia mais gosto mais. Antes lia cerca de 4 a 5 livros por ano, mas agora com disciplina e foco e lógico muita curiosidade e vontade de aprender eu li 50 lívros em 2013. Isto meso cinquenta. Praticamente um livro por semana e algumas semanas li mais do que um. Foram estimadas 12,300 paginas e cerca de 200 a 300 horas de leitura.

Então para não ficar longo o post vou quebrar este blog post em 3. Parte I, II e III.

Vou colocar em ordem cronológica de leitura e, como sempre, vou colocar um pequeno comentário sobre o ponto principal que aprendi e se recomendo a ler ou não.

1. The Science of Getting Rich by Wallace Wattle: Um clássico do desenvolvimento pessoal que inclusive foi o livro que inspirou Rhonda Byrn a escrever e filmar o documentário The Secret. O livro passa a lição principal que o Napoleao Hill e o Earl Nightingale sempre fala. E a lição é “Nós nos tornamos o que pensamos”. Então, o processo de prosperar é um trabalho mental e não puramente físico. O físico é apenas uma manifestação do mental. Altamente recomendado. O livro é um clássico e foi escrito Circa 1910. Está no domínio público e tem vários PDFs por ai na net. Recomendo.

2. Trading Beyond the Matrix by Van Tharp: O melhor livro do Van Tharp depois, lógico do clássico Trade Your Way to Financial Freedom. Este é o livro que Van é o mais generoso possível revelando o maior conteúdo de seus seminários de psicologia que eu tive o privilégio de participar em Marco de 2013. A parte mais valiosa do livro é a estrutura para se desenvolver um business plan de trading que acho que vale a compra. O livro é bem interessante, pois conta a jornada de transformação de vários traders e quais são os pontos chaves desta transformação. Para mim foi especial, pois eu li o livro enquanto fazia os seminários. Recomendo muito.

3. Finding your North Star by Martha Beck: Excelente livro para quem está procurando sua vocação e não entende porque você ODEIA o seu trabalho e isto muitas vezes te faz mal fisicamente. O livro explica como encontrar o nosso EU essencial. segundo a autora todos nos temos dois EUs. O social e o essencial. O social é a aquele que atende as expectativas da sociedade, incluindo, família, pais e colegas. O essencial, por outro lado, é aquele que conecta com as paixões de infância, que te deixa mais forte, inspirado e conectado com Deus. O livro é longo e com muitos exercícios e exemplos. Altamente recomendado.

4. The Laws of Success by Napoleon Hill: Foi uma maratona. Um livro de 1000 paginas que não li mais ouvi. Este é o livro mais completo de Napoleão Hill que publicou em 1927 depois de uma pesquisa que levou 20 anos para completar. Explico mais sobre isto neste post aqui. Altamente recomendado.

5. Loving What Is: Four Questions That Can Change Your Life by Byron Katie: Interessante livro que cheguei ao conhecimento por indicação do Van Tharp. Byron Katie tem um interessante método de resolver qualquer bloqueios mental que nos fazem sofrer sem necessidade. O método se chama The Work. O princípio é que nos projetamos aquilo que damos atenção nos outros e isto nos faz irritar e sofrer e no final das contas tudo não basta de uma criação mental. Recomendo se quer quebrar algumas noias que tem na cabeça e quer melhorar em geral seus relacionamentos, perdoar e ter mais paz. No final das contas o maior problema, se existe algum, está dentro da gente e quando queremos mudar basta somente analisar a nossa mente e mudar, então, o mundo a nossa volta muda.

6.The Magic by Rhonda Byrne: Da mesta criadora do The Secret. O livro basicamente é um exercício de gratidão onde ele leva ao extremo ser uma pessoa grata. Segundo a autora a gratidão é o ponto da grande virada na vida de um indivíduo da pobreza para a prosperidade. Então se está desesperado e não sabe por onde começar comece a agradecer que as coisas começam a mudar. Eu achei meio chato a leitura. Os primeiros capítulos são interessantes e depois fica chato, mas é um bom começo para entender o quão ao extremo uma pessoa pode ser grata. Com certeza cada dia mais eu sou mais grato e por incrível que pareca te da um grande senso de segurança e paz. Não recomendo a leitura.

7. The Secret of Quantum Living by Frank Kinslow: Interessante este livro que pela primeira vez me deu uma noção de física quântica e qual a sua relação com o plano psicológico e espiritual. O que me irritou um pouco no livro é que ele vem com uma pequena solução para todos os nossos problemas (de saúde, mentais, financeiros de relacionamento e etc.) e talvez para mim que sou uma pessoa muito lógica e estrategista me deixou um pouco cético e meio que abandonei a possibilidade de acreditar no método 100% a ponto de usar na minha vida, mas eu tive algumas experienciarias interessantes aplicando o seu método. Pode funcionar para você, mas para mim foi interessante aprender. Recomendo com reservas se quiser explorar este plano de possibilidade.

8. The Disapearance of the universe by Gary Renard: Me interessei por este livro quanto fiquei curioso para estudar o livro A course in miracles (ACIM) que é bem recomendado por Van Tharp no processo de transformação. Este livro é meio que um resumão do conteúdo e aplicações das teorias do ACIM. O livro foi canalizado por duas entidades que Gary supostamente encontra e dita as teorias. Interessante até certo ponto, mas chegou um ponto que ficou meio ridículo e acho que ai o ego do autor cresceu como um balalão e começou a colocar algumas crenças politicas, fazer previsões sobre o futuro e colocar alguns juízos de valor que vai contra alguns conceitos colocados no livro o que pra mim tirou total algum crédito que o autor ainda tinha. Eu NÃO recomendo a leitura. O livro é extenso, mais de 400 paginas.

9. The Richest man in Babylon by George S. Clason: Livro que foi recomendado por Jim Rohn e muitos autores em desenvolvimento pessoal usam suas teorias como exemplo. O principal princípio deste livro é “pay yourself first” que consiste em separar 30% da renda ganha em três partes. 1) 10% Dizimo (doar para uma caridade que esteja ligada a uma crença espiritual)  2) 10% para uma conta de poupança que rende um jurinho 3) 10% em capital de risco aplicado em uma empresa ou negócio que gerará lucro. Recomendo.

10. A Thousand Names for Joy: Living in Harmony with the Way Things Are by Byron Katie: Livro na mesma linha do # 5 acima.

11. Cashflow Quadrand by Robert Kyosaki: Pra mim um dos melhores livros que já lí. Particularmente este livro o que eu sentia quando lia era que era um livro que EU gostaria de um dia escrever, pois me identifico muito com a teoria. Genial. Basicamente o livro fala sobre 4 formas de ganhar a vida. E (Empregado), S (Self Employed ou Prestador de Serviço), B (Business ou Negócios) e I (Investidor). O livro explica como que funciona cada um e quais a limitação de um e do outro. Dos 4 tipos o que recomenda é uma mistura de Business e Investimentos que é onde as pessoas ais ricas do mundo flutuam. Altamente recomendado.

12: Rich Dad Poor Dad by Robert Kyosaki: O livro muita coisa vai na linha do 11 e foi o primeiro livro da série e explica os mesmos conceitos. Todos os livros do Kyosaki depois ficam repetitivos, mas a coisa principal é a mudança de mentalidade. Ajuda muito a entender como é possível um mendigo ficar milionário. Altamente recomendado.

13: The Life Plan: How Any Man Can Achieve Lasting Health, Great Sex, and a Stronger, Leaner Body by Jeffry S. Life: Queria um livro completo sobre saúde, alimentação, exercício e como ficar sarado. O que me atraiu neste livro foi a impressionante foto do cara que escreveu. Um velhinho de 72 anos que é SARADASSO. Foi muito bom, pois ele fala cientificamente e desvendando os segredos de como ter uma vida mais saudável e como a alimentação e o exercício é importante. Isto me fez mudar totalmente minha dieta e a começar a ir a academia e levantar peso. Se quer melhorar seu trading, o foco, o libido, a energia, a saúde eu recomendo muito.

14: Wishes Fulfiled by Wayne Dyer: O Wayne também foi mais uma recomendação do Van e já conhecia alguns YouTubes muito bons dele. Este livro praticamente é um cópia de um clássico do Neville Gouddard  (The power of awareness) que foi escrito na década de 30. Enfim, o livro fala da parte mais espiritual e mistica do desenvolvimento pessoal que é explorado no livro #1 acima. Basicamente a ideia principal é que para mudar de situação seja qual for a sua é viver como se já tivesse realizado o seu sonho. Exemplo se quer ser um trader o segredo é acordar e já agradecer que é um trader bem sucedido, sentir como já fosse uma realidade. Isto é um processo que ajuda o subconsciente que não consegue diferenciar o que é um centavo e o que é um milhão, mas o que você coloca na cabeça ele aceita. Mais uma vez um livro que ajuda no processo de transformação, pois sempre digo que tudo é psicológico e começa na mente. Recomendado.

15. The Creature from Jekyll Island : A Second Look at the Federal Reserve by G. Edward Griffin: Este foi mais um audio livro que ouvi, não li. O livro conta a história da criação do FED (Banco Central Americano). Muito interessante a trama que foi arquitetada como um forma de favorecer o setor financeiro e o status quo, danificando as liberdades individuais. O livro conta a orquestração politica e as manobras de mídia que os criadores do banco fizeram para implementar o seu plano astuto. Ano passado o banco central fez 100 anos. Na minha opinião, assim como do autor, ele deve ser fechado. Recomendo se gosta de história e quer entender mais sobre economia.

16: Choose Yourself by James Altucher: James, como já disse mil vezes aqui, é o meu blogger favorito. Ele me inspira muito e este livro eu li mais pelo interesse nas histórias sobre empreendedorismo que ele conta no livro. Bem divertida e inspiradora a leitura. Altamente recomendado.

2013 eu não li muito livros sobre trading e resolvi focar quase que totalmente na parte psicológica e em desenvolvimento pessoal, pois estou disposto a atingir outros patamares pessoais e sei que a única forma é através da psicologia. 

Continuo nos próximos posts as leituras restantes.

Li PRA CARAMBA em 2013

4 Comments

Filed under Biblioteca, Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão

Market Wizard – Ed Seykota

“Since so much of trading is about your ability to follow your system, a good system generally resonates with your gut approach, and evolves through years of trading. The chances of finding a system, off the shelf, that works for you are slim to none. Before you do much trading, you might like to study your system’s historical performance to help you set your expectations, about how you might feel following it. You might also take your feelings of discouragement to a Tribe meeting, to see if you are just using trading as a way to justify them.  You might even have an AHA about the positive intention of discouragement.” Ed Seykota – FAQs

A primeira vez que li a entrevista com o Ed me chamou muita atenção não apenas pelo conteúdo em si que na minha opinião é a mais rica, mas pelo fato de na época não ser um trader conhecido na mídia, mas um trader super respeitado no mercado de commodities. Michael Marcus atribui a Ed ter ensinado pontos cruciais como gerenciamento de risco que foi o que acabou catapultando sua carreira.

Hoje eu considero Ed uma das pessoas mais importantes, se não a mais, como exemplo de sucesso que está viva e isto confirmou depois que eu o conheci pessoalmente.

IMG_1518

Ed Seykota e Pedro Junqueira A.K.A Vela.

Isso é um motivo de um outro post mas depois de ter investido três dias no Tribe Workshop in Austin em Setembro de 2013 considero uma experiencia de transformar a vida. Eu fiz seminários e cursos com outros psicólogos como Van Tharp, mas não tem comparação a dedicação que o Ed tem em conduzir 3 dias intensos de Workshop sozinho e gastar tempo one o one com os participantes e compartilhar sua experiência pessoal.

Voltando ao post de Market Wizard. 🙂

Sobre a carreira de Ed que é uma pessoa extremante inteligente. Uma das pessoas mais inteligentes que já tive contato e ao mesmo tempo humilde. Ele tem graduação em engenharia elétrica no MIT e logo no início da carreira decidiu que queria ser trader.

No início o que o deixou super interessado foi ter lido o livro Reminiscences of a Stock Operator de Edwin Lefevre. Isto era final da década de 60. Na época achava que o preço da prata iria subir e logo abriu uma conta em uma corretora e queria comprar prata enquanto que seu corretor queria convence-lo em comprar cobre. Enfim Ed tomou o primeiro na cabeça e perdeu grana olhando fundamentos, mesmo que estava certo depois. Entretanto, isto não o fez desistir, pois tinha certeza que queria ser trader e esta era sua paixão e que mais cedo ou mais tarde ele iria descobrir qual era a dos mercados.

Nesta mesma época teve acesso a alguns artigos que um tal de Richard Dolchian dizendo que era possível fazer dinheiro no mercado somente seguindo um sistema de cruzamento de medias móveis e de rompimento de resistências de longo prazo. Ed pensou mas nem F@@@@ que isto é verdade. Enfim, como um curioso e  por ser um engenheiro que sabia programar resolveu testar o sistema no computador. Isto ele fazia no final de semana enquanto ninguém estava usando e copiando os preços históricos que copiava no braço nos jornais velhos da biblioteca local o que indica que quando alguém está comprometido e ama algo este paga qualquer preço e Ed estava disposto. 

Por incrível que pareça o teste deu lucrativo e logo de cara Ed percebeu que operar sistemas mecânicos era para ele e que fundamentos não era o sistema que ajustava a sua personalidade.

Assim Ed começou a implementar estes modelos primeiro como corretor, mas logo percebeu, assim como Paul Tudor Jones, que o negócio dele não era corretagem, mas gerenciar dinheiro. Isto porque queria uma profissão em que fosse remunerado por resultados e não por comissão independente de resultados.

Seguindo os seus sistemas a risca e sempre pesquisando e melhorando seus sistemas ao longo dos anos Ed conseguiu resultados extraordinários de começar contas na corretora com $5,000 e transformar em $15,000,000 em um espaço de cerca de 10 anos. Isto contando saques frequentes que os seus clientes faziam. Segundo Jack Schwager, Ed tem um dos resultados mais impressionante dos market wizards. Isto Ed fez com múltiplas contas onde multiplicou dinheiro em alguns mil em milhões.

 Aqui então vai os meus highlights de sua entrevista.

Sistemas de trading e personalidade: Algo crucial quando desenvolver um sistemas de trading ele deve se adaptar a sua personalidade pessoal, pois está é a única forma que pode segui-lo. Isto não pode ser melhor explicado, na minha opinião, na citação de abertura do post que foi retirada das FAQs do site Ed.

Segredos do seu sucesso pessoal: Psicologia pessoal e amor total e dedicação aos mercados. Segundo ele o grande segredo é totalmente amar os mercado e devido a isto que ele consegue dar tudo de si na profissão. Acredita que trading é sua vida.

Trading e sentimentos: Ed na época da entrevista já falava sobre a importância dos sentimentos e a ligação com o subconsciente e que isto na época incomodava muito ele, mas ele respeitava os seus sentimentos, mesmo que isto levava ela a pular alguns sinais de seus sistema. Mais adiante em sua carreira como coaching de traders ele desenvolveu uma metodologia para lidar com estas questões que ele chama de Trading Tribe Process.

Trader mecânico e discricionário: Ed acredita que não importa o estilo todo o trading no fim é discricionário, pois mesmo o trader mecanico de forma discricionária escolhe o sistema que vai seguir, quais mercados vai operar, em quais paremetros, qual será a regra de gerenciamento de risco e quão agressivo o trader será. Isto se explica porque o resultado de trading followers varia tanto como pode ver os resultados dos principais fundos. Ao mesmo tempo que acredita que todo trader é discricionário também acredita que todo trader adota um sistema seja isto algo consciente ou inconsciente.

Chave para o sucesso: Segundo Ed existem muitos traders agressivos no mercado, mas existem poucos traders agressivos velhos no mercado, ou seja, todo mundo é macho por um tempo, mas poucos machos duram uma carreira sendo macho, ou arriscando muito. Por isso ele acredita que gerenciamento de risco é crucial.

Cortar as perdas: Ed acredita que existem os três elementos importantes em trading são 1) Cortar as perdas 2) Cortar as perdas e 3) Cortar as perdas.

Quebrar regras: As regras essenciais para Ed são: 1) Cortar as perdas 2) Surfar os vencedores 3) Manter as apostas pequenas 4) Seguir as regras sem questionar e 5) quebrar as regras. Quebrar as regras? Sim isto significa que sempre tem que estar reavaliando as regras e quando uma for quebrada deve ser substituida por uma outra regra.

Fundamentos: Acredita ser perda de tempo e que noticiário é algo que ele ignora. Segundo ele fundamentos podem ser Funny-mentals quando estiver já descontado no preço que é o que acha que ocorre a mair parte do tempo. Também caso o trader entrar na operação antes do fato ser anunciado então passa a ser Suprise-a-mentals que acredita ser a exceção a regra. Quem ler a entrevista do Ed irá perceber o seu estilo irreverente, uma marca pessoal, mas que no fundo ele é uma pessoa séria, mas que ao mesmo tempo é irreverente que na minha opinião faz isto por duas questões. Uma é para ir no X da questão e dar sua opinião e evitar dramas e outra para responder perguntas sem sentido com uma piadinha para fazer a pessoa que fez a pergunta pensar melhor.

Estilo de trading: Primeiramente  Ed é um trend follower com alguns toques de intuição baseado em 20 anos de experiencia (época da entrevista hoje tem mais de 40). Na ordem de importância 1) Olha sempre a tendência de longo prazo 2) Os padrões do gráfico e por último  3) a execução que é pegar um bom ponto no gráfico para entrar e sair.

Bull e Bear: Ed não tem opinião sobre o mercado, mas quando uma order dele é preenchida e isto ocorre sempre quando uma de suas buy stop orders for preenchidas ele automaticamente fica longo e se torna um Bull até ser stopado. Da mesma forma ele se torna um Bear caso as suas stop sell orders forem preenchidas. Ele acredita que não faz sentido alguém ser Bull e não estar comprado e alguém ser Bear e não estar vendido. Neste ponto fica claro que ele opera break outs.

 Gut feel e intuição: Ed acredita em intuição e que isto está ligado a mensagens que o subconsciente quer passar para o consciente e isto deve ser analisado da mesma forma acha que devemos tomar cuidado que uma intuição não seja apenas uma Intu-wishing. Isto fazendo um trocadilho com o Inglês onde wishing é desejo ou seja ao invés de ser uma intuição passa apenas a ser um desejo.

Mercados mudarem: Ed pensa que os mercados não mudam nunca, pois estão sempre mudando. Com a ironia de sua resposta ele quis dizer que a unica constante no mercado é a mudança e trend following por sua própria natureza é um modelo adaptativo a mudanças.

Entender os mercados: Ed prefere fazer dinheiro do que tentar entender os mercados. Ele prefere deixar este trabalho para os jornalistas, economistas e fundamentalista, enquanto isto ele faz dinheiro. Algumas pessoas, segundo ele querem entender os mercados e o dinheiro fica em segundo plano.

Talento: Ed acredita que o talento em qualquer profissão é nato. Incluindo trading. Aconselha que traders medíocres achem um bem sucedido e de o dinheiro para ser administrado e fazer o que se gosta na vida. Ed enfatiza que a única forma de ser bem sucedido em qualquer profissão é completamente amar e ser tarado pelo que faz caso contrario será de mediano para um fracasso. Pensa que cada um tem um chamado e como em qualquer profissão muitos são chamados e poucos escolhidos. Ed se considera um escolhido em trading.

Vencedores e Perdedores: Traders vencedores amam ser traders e amam fazer dinheiro e perdedores querem perder dinheiro e odeiam ser traders. Segundo ele todo mundo, perdendo ou ganhando, conseguem o que querem nos mercado. Está sem dúvida é a citação mais famosa de Ed e o que está por detrás disto é o fundo psicológico do comportamento humano. Isto em si daria um novo post a ser explorado.

Melhor maneira de aumentar o lucro nos mercados: Ed como um profundo conhecedor e praticante de teorias sobre psicologia aconselha que se um trader quer aumentar seus resultados a melhor coisa que pode fazer é visualização, pois isto alinhará o seu subconsciente ao seu consciente. Ed usa de inúmeras técnicas psicológicas como gestalt, respiração intensa, massagem, hipinose e outros métodos o que acredito que com o tempo ele expandiu e criou sua própria metodologia TTP.

Psicologia e analise de mercado: A psicologia motiva a qualidade da analise e a coloca em uso. A psicologia é o que direciona, mas a analise é o mapa.

Sucesso: Ed acredita que sucesso é achar o que se ama e fazer com total comprometimento independente do retorno financeiro.

Enfim são estes os pontos sobre Ed e recomendo muito estuda-lo caso queira saber se dentro de você existe um trader bem sucedido.

“I am a self-taught trader who is continually studying both myself and other traders.” Ed Seykota

 

 

 

8 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão

Quando saber se está muito ambicioso?

 “At the age of six I wanted to be a cook. At seven I wanted to be Napoleon. And my ambition has been growing steadily ever since.” ― Salvador Dalí

James Altucher, o meu blogger favorito  e um cara que me inspira muito, pois ele incorpora vários aspectos que gosto e quero sempre desenvolver em mim que é especulação financeira, investimento, empreendedorismo e desenvolvimento pessoal.

Um dos blog posts que achei mais interessante foi quando falou sobre “Quando saber se a ideia que almeja atingir é muito alta ou até mesmo impossível de atingir?

Quero que todo o crédito da ideia seja dada ao James, mas achei interessante passar este conceito para os leitores do velaepavio.com

A resposta para a pergunta é muito simples.

Se você sabe qual o próximo passo a ser tomado nada é muito ambicioso.

Pronto! Isto é tudo que precisa saber para atingir qualquer coisa na sua vida, não importa o quão absurdo ou alto seja o seu alvo ou objetivo.

Um exemplo simples é se está com sede e quer um copo d’água.

É um objetivo muito alto?

Logico que não, porque é algo que sabe qual o próximo passo a tomar. Você pode ir a cozinha e pegar você mesmo ou aproveitar a carona de alguém que está indo em direção a cozinha e delegar a tarefa.

Agora pensando outros objetivos um pouco mais altos. 🙂

Por exemplo.

O Richard Branson quando pensou em entrar no mercado de aviação comercial.

Isto era muito alto pra ele? Não. Porquê?

Por que ele sabia qual o próximo passo a ser dado.

O que ele fez?

Simples. Ele ligou para a sede da Boeing em Seattle e marcou uma reunião para saber quanto custava fazer um leasing de uma aeronave para fazer um teste e certificar se o negócio dava liga.

Pronto o cara fundou a Virgin Atlantic.

As vezes uma pessoa pra chegar neste nível precisa de um pouco de experiencia e persistência, e ter fundado uma das gravadoras mais bem sucedidas do mundo, mas de qualquer forma este nível é atingido dando pequenos passos.

Outro exemplo.

Se quer ser um trader lucrativo.

Qual o próximo passo?

NÃO SEI… hummm Daaaaannnn

Então é um objetivo muito difícil, pensa em outra coisa.

Alternativamente, você pode pensar em qual o próximo passo. Simples assim.

Ler um livro por exemplo?

Sempre pense no passo mais fácil primeiro e depois no próximo mais difícil.

Por exemplo, quero ser presidente do Brasil.

hummm hummm próximo passo.

Abrir um partido político…?

Se afiliar a um partido?

Me candidatar a vereador?

Me candidatar a prefeito?

Me candidatar a Presidente? YAY !

Meu conselho é sempre começar com o passo mais próximo e mais fácil e depois pensar no próximo passo, e depois no próximo e depois…

Os passos são muito importantes, mas a coisa mais importante é definir o que quer da vida e começar a DAR os passos.

É igual na academia. Você não vai levantar 100 quilos no supino no primeiro dia.

Começa com o mais fácil e ai com o tempo e persistência chega nos 100 quilos e ai vai parecer que esta levantando papel.

Cada passo que dá em direção a sua ambição você chega mais perto do seu sonho entende mais do assunto, faz networking com pessoas que já fazem o que quer fazer, testa conceitos novos, erra e aprende sempre.

 David and Goliath

 

 

 

2 Comments

Filed under Jornada, Reflexão, Uncategorized, Vela's Beliefs

Guia Completo de Backtest segunda edição

PLATINUM

É com muito orgulho que lanço a segunda edição do Guia completo de Backtest.

 Uma revisão completa do estilo de português feita com o auxílio do meu amigo e trader Thomaz Senna, ficando ainda mais clara a linguagem. Moro na Austrália já há mais de sete anos e com minha leitura toda em inglês preciso de alguém para adaptar a linguagem para o português de mercado atual.

Ele também escreveu uma apresentação para o livro que eu vou publicar aqui como um blog post convidado, abaixo.

Para saber sobre o lançamento aqui vai o link para a nova pagina de vendas e analise os pacotes especiais que preparei para quem ainda não comprou.

Inclui novidades como o código do sistema que testei no Amibroker e a planilha de gerenciamento de risco.

Sem mais aqui vai a apresentação da segunda edição do Guia Completo de Backtest.

 

É natural falar em bolsa de valores e logo pensar em muito dinheiro e em ficar milionário, só que não é comum ficar milionário da noite para o dia operando na bolsa, é possível sim prosperar, e prosperar é um processo cuidadoso, que requer disciplina e tempo. Os profissionais que operam ações e derivativos entendem que esse é apenas um ofício, não um bilhete de loteria, mas é muito comum aqui no Brasil as pessoas “investirem em ações” esperando um retorno de grandes quantias, e raramente pensam na hipótese das ações irem no sentido contrário do seu investimento. Normalmente investimos em algo a longo prazo que tem grandes chances de aumentar de valor, tradicionalmente imóveis são bons investimentos de longo prazo, pois não é comum ver oscilações que reduzem o preço de um imóvel a 50% do seu valor e depois elevam apenas 10% e assim permanecem por um longo período; já as ações tem esse comportamento com muita frequência, entre períodos de semanas até poucos meses, oscilando até mais da metade do seu valor em determinado instante. Esse é apenas um dos diversos argumentos que demonstram os motivos de não se investir em ações a longo prazo sem uma gestão de risco e regras de quando se deve entrar e sair do mercado, pois assim como suas ações podem subir 80% elas podem descer 90%, com as mesmas chances, e com muita rapidez. Por isso, operar ações é uma opção mais lúcida, porém requer muito estudo e disciplina, já que não existe ninguém que vá te impedir de montar um trade absurdo, como comprar no topo de uma forte alta com vários indícios técnicos de que esse ativo deve começar a se desvalorizar.

Conheci o Pedro, ou melhor, o “Vela” fazendo buscas no google sobre psicologia de trader e gestão financeira, entre outros assuntos de traders bastante negligenciados pela maioria dos brasileiros. Vi no seu blog uma oportunidade de aprimorar os meus conhecimentos sobre essa profissão tão complexa que é ser trader. Como não temos aqui no Brasil muitos livros sérios sobre o assunto, me senti muito feliz quando tomei conhecimento de livros excelentes de autores “gringos” através do blog do “Vela”, além de formidáveis posts que me pouparam horas de leitura de alguns livros, outros posts me fizeram querer devorar certos livros. Uma vez li em um livro sobre trading que um bom autor de livro sempre coloca a bibliografia usada para criar o seu próprio livro, isso porque ninguém consegue formular uma ideia totalmente sua, sem aproveitar nenhuma ideia de terceiros, e aqui nesse e-book tivemos no final dele a recomendação de alguns dos principais livros que fizeram do Vela quem ele é hoje.  Quando ele me falou por e-mail que ia lançar um e-book queria ter o prazer de comprá-lo, hoje tive o prazer e a confiança de revisar o seu e-book, afinal quem acompanha o blog do Vela sabe que ele mora na Austrália a muitos anos e já leu os melhores livros sobre trading além de participar de palestras de autores geniais. Nesse e-book o “Vela” conseguiu sintetizar de forma muito prática seus principais conhecimentos sobre um trade system, longe daquela ideia de seguir regras sugeridas por outros sem qualquer teste robusto que atesta qualquer confiabilidade matemática ao sistema. Os traders profissionais não usam de achismo, ou porque hoje choveu ou fez sol, usam de psicologia para se controlar, gestão financeira para controlar seu dinheiro e um bom trade system para colocar em prática a única coisa que é possível de se controlar no mercado: VOCÊ PRÓPRIO.

 

Thomaz S. Senna

 

12 Comments

Filed under Biblioteca, Psicologia de Trading, Trading Plan, Vela's Beliefs

Porque sou um Otimista?

“How wonderful it is that nobody need wait a single moment before starting to improve the world.” Anne Frank

“A pessimist sees the difficulty in every opportunity; an optimist sees the opportunity in every difficulty.”  Winston Churchill

 

O copo está meio cheio ou meio vazio?

Com certeza você deve ter ouvido esta pergunta e, como eu, pela primeira vez que ouviu deve ter ficado um pouco confuso com a pergunta. Eu pensei pelo menos por cinco segundos. “O que esta pessoa esta querendo dizer?”

Mas a grande sacada da pergunta é que a realidade que vemos depende de como a interpretamos e devido a interpretação da realidade tomamos atitude diferentes com relação a vida.

Falando de outra forma a realidade é EXATAMENTE a mesma só a interpretação muda.

Por exemplo.

  • Você interpreta que a taxa de desemprego é de 6% ou que 94% das pessoas que querem trabalhar estão empregadas?
  • Você interpreta a quebra da bolsa como uma catástrofe ou como uma oportunidade de vender a descoberto e deixar o sistema expurgar a ineficiência no mundo dos negócios?
  • Você interpreta ser demitido como uma forma de ficar deprimido, reclamar da sua vida e culpar o sistema ou como uma oportunidade de procurar uma melhor carreira?
  • Você interpreta derrota como um fracasso ou como uma fase corriqueira que faz parte do processo aprender algo e fazer melhor da próxima vez?
  • Você  sempre acha que vai dar errado ou sempre acha que vai dar certo não importando quantas vezes tenha errado no passado?

Voltando a pergunta inicial.

Poque eu seu um otimista?

Nem sempre eu fui um otimista e acho que isto é algo que aprendemos ao longo da vida por observação ate o ponto que faz parte da sua própria natureza.

A minha jornada envolveu minha paixão pelas três matérias que mais gostava na escola. Isto me fez ter esta visão otimista de mundo. As matérias são Historia, Geografia e Biologia.

Historia porque me ajuda a entender as dinâmicas sociais e e princípios éticos e sociais que perduram ao longo do tempo.

Geografia por me dar uma perspectiva econômica das leis de mercado e suas flutuações em busca de um equilíbrio.

Biologia por me ajudar a entender como que sistemas funcionam, pois a própria natureza e o universo é um grande sistema interligado com mecanismos de feedback.

A principio Historia, que e o meu assunto preferido, me mostra que as coisas se colocadas em perspectiva não são tão ruins assim.

Se gosta de estudar história pode perceber atualmente vivemos na melhor época que consigo pensar. Nunca a sociedade foi tão próspera e viveu em tanto conforto como hoje. Nunca tivemos tantas oportunidades de negócios e nunca fomos tão produtivos, conectados e conscientes.

As vezes vejo gente reclamando da vida e de sua “miséria” e o que vejo é que reclamam de barriga cheia ou apenas não conseguem interpretar de uma perspectiva otimista.

Não precisa ir muito atrás na historia.

Imagina como que a vida foi “difícil” na primeira metade do século 20 (1900 a 1950). Foram 50 anos onde tiveram 3 quebras da bolsa (1907, 1910, 1922 e 1929) e neste período a bolsa ficou fechada em 1914 primeira guerra mundial e só abriu para operar bonds de guerra, pois ações somente em 1918. Neste período tivemos a pior recessão da historia na década de 30 e duas guerras mundiais.

PUTZ que droga? Eu que não queria viver nesta época, mas mesmo assim tiveram homens de visão e otimistas que fizeram fortunas na época.

Foi nesta época que Jesse Livermore ficou milhardário. Apenas em 1929 ele fez mais de 100 milhões. Em dinheiros de hoje, descontando a inflação equivale a mais de $1Bi. Somente George Soros bateu o recorde em 1992 quando fez quase 2bi em um trade e John Paulson fez 15 bi em 2007/08.

O fato de gostar e estudar a historia me mantem calmo em momentos de quebra da bolsa e mudanças de paradigmas na sociedade, pois sei que no final isto se mostra como uma oportunidade e que ciclos econômicos são leis naturais do universo, assim como as leis biológicas e físicas. Na própria natureza vemos estes ciclos. Por exemplo, se comer muita porcaria pode ser que acabe vomitando, pois o próprio organismo vai se auto regular tentando se livrar dos excessos.

Estes dias conversando com um amigo em uma volta no parque estávamos discutindo sobre o preço do ouro e o que pode acontecer. Ele virou pra mim e disse. “VAI TER UMA CATÁSTROFE E TUDO VAI DESPENCAR?”.

Via a cara de PÂNICO dele e a palidez e imagino que seus batimentos cardíacos estavam a mais de 120 bpm e meio que perdendo os sentidos. O que percebi que o problema dele era simplesmente a forma que estava interpretando a realidade. Na minha opinião a psicicologia é tudo e nosso estado mental é chave para o sucesso em trading, pois isto é o filtro de como lemos a realidade a nossa volta.

Parei por 10 segundos depois que ele disse isto e respondi. “Eu não acredito que tudo vai despencar como está dizendo. Não estou querendo dizer que não é provavel que a bolsa caia mais do que 50% em 2014. Entretanto, para mim eu só acredito numa catástrofe se um dia um meteoro atingir a terra, então vira o fim. Do contrario tudo vai ficar numa boa. Eu já vivi o suficiente e passei crises econômicas, já fui demitido duas vezes e minha vida sempre esteve melhor a cada vez que teve uma crise e oportunidades apareceram milagrosamente. Conclusão é se o dia do Armagedom não acontecer, tudo vai melhorar, não importa o quão ruim esteja.”

A grande questão para mim aqui é que saber história, geografia e biologia, pois isto me ajuda a ser uma pessoa otimista a conseguir enxergar um mundo melhor, mais prospero e mais eficiente a cada instante.

Isto me faz acreditar que somos criadores e podemos imaginar o impossível.

“Se podes?”, disse Jesus. ‘Tudo é possível àquele que crê’” Marcos 9:23

 Na virada do seculo 19 para o 20 o mundo era agrário e bem ineficiente e se concentrava em uma encruzilhada ecológica, algo parecido hoje?. Tinha uma grande preocupação que as florestas iriam acabar de tanto desmatamento para manter as lareiras queimando, que não haveria como produzir comida para uma população de 1 bilhão na época. Hoje somos 7 Bilhões em o cafe hoje é 5 vezes mais barato que era na década de 70 se descontarmos a inflação. E os cafeicultores ainda fazem lucro. Para mim isto se chama: MILAGRE.

Enfim, o mundo na virada do seculo 19 para o 20 foi de uma encruzilhada para uma transformação radical com a invenção de três industria: As ferrovias, o petróleo e do aço. Agora que você acha que criaram estas industrias?

Os otimistas ou os pessimistas?

A escolha é sua.

Você pode continuar a ver o copo meio vazio, mas sempre terá espaço para vê-lo como meio cheio. Assim, verá um  mundo melhor e dar asas a sua imaginação.

Desejo sucesso e muito otimismo.

Abraco

Vela.

 

Seja otimista

 

8 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, Uncategorized

Como operar milagres

“Do what you can the best you can” Jim Rohn

Um dos últimos comentário no blog um dos leitores me chamou a atenção que Jim Rohn é falecido e que tinha me referido a ele como se ele estivesse vivo. De fato, eu já sabia que ele tinha morrido, mas quando descobri ele gostei tanto que me fez ouvir muito de seus áudios. Assim se está morto ou vivo era irrelevante, pois era como que se ele estivesse vivo. De qualquer forma obrigado pelo aviso.

Ouvido os seus áudios um aspecto que ele discute é a questão de como atingir metas “impossíveis”. O que gosto é a clareza e simplicidade que ele fala como as coisas devem ser feitas.

Entretanto, antes de entrar no detalhe que ele discutiu gostaria de contar uma historia. Não vou usar aqui um exemplo meu só para reforçar o ponto que isto pode acontecer com qualquer um.

Aconteceu com minha esposa que é gerente de vendas e este último ano fiscal (Julho 2012 a Junho de 2013) tinha uma meta de vendas de 19 milhões de dólares. Fazendo uma conta rápida isto da 1.58 milhões por mês.

Então, no final de Junho estava em 17 milhões e com dois funcionários a menos, sendo uma se demitiu e a outra de licença médica. Enfim, tudo estava contra a realização da meta e ela poderia ter usado isto como uma desculpa para relaxar, pois tinha apenas um mês para vender mais 2 milhões com duas vendedoras a menos.

Em situações como esta podemos fazer duas coisas. Se entregar ou fazer alguma coisa.

Nestas horas também tem outras duas coisas que pode fazer:

  • As coisas que pode fazer alguma coisa e;
  • as coisas que não pode fazer nada.

As coisas que você pode fazer alguma coisa você deve fazer o melhor que pode. Já as coisas que não pode fazer nada, você não deve fazer NADA. Isso mesmo NADA. Nesta hora me vem umas palavras de Jesus

“Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal” Mateus 6 : 34

Acredito que nestes momentos de desafios devemos deixar os milagres operarem, pois pra mim é algo que acontece sem muita explicação lógica. Emfim, parece que foi MAGICA.

Desta forma, voltando a historia, ela se concentrou no que poderia fazer, mesmo com toda adversidade a volta. Continuou ligando para os clientes prospectivos, marcando reunião, fazendo o trabalho administrativo,trabalhando horas extras e fazendo o que ela podia o melhor que ela podia.

Interessante que os milagres começaram a acontecer e de duzentos ou quatrocentos mil em quatrocentos mil ela foi ficando mais perto de sua meta.

No último dia preparando o relatório de final de mês e somando o que tinha já vendido na ultimas quatro semanas ela se deu conta que só faltava 150 mil. Já estava feliz que a meta tinha quase batido, mas seria legal que tivesse atingido. Não bestasse ter sido já o melhor mês do ano com toda adversidade o telefone toca.

“Alo”

“Aqui é o Dr. Watson”

“Sim Dr. Watson, como está o Sr.”

“Tudo bem obrigado, então queria fechar aquele contrato e precisa ser hoje”

“Claro claro, deixa ver aqui o seu arquivo” – Quando ela abriu o arquivo ela não acreditou… era um contrato no exato valor de 150 mil

Silencio por 10 segundos

“Senhora… senhora… está me ouvindo… alo… alo…”

Com a voz embargada ela respondeu “Sim… sim… estou aqui” e suspirou e retomou o folego.

Para operar milagres temos que fazer tudo que podemos o melhor que podemos. Quanto a operação de milagres não precisamos fazer nada, pois não cabe a nos operá-los.

 

Andando na água

Andando na água

 

 

2 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, Vela's Beliefs

Contribuindo para a sociedade

“Self-interest and society’s interests are generally symbiotic” Ray Dalio

 

No ano passado quando estava lendo o livro de entrevista do Market Wizards do Jack Schwager eu me deparei com o Ray Dalio e resolvi pesquisar mais sobre ele, pois logo na sequencia eu ouvi uma entrevista em um podcast do Michael Covel e ele foi citado novamente.

Dai percebi como que podemos ser pessoas alienadas e não sabemos da existência de certas pessoas. Eu que vinha pesquisando e lendo sobre trading já a alguns anos não tinha ouvido falar desde cara.

A razão que fiquei abobado que não sabia da existência dele é porque ele é o gestor do maior Hedge Fund do mundo. Isto mesmo ele gerencia 150 bilhões de dólares. Assim, como venho pesquisando traders bem sucedidos e pessoas bem sucedidas e como parte do meu desenvolvimento pessoal eu resolvi pesquisar mais. Alem disto, outro motivo que me interessou nele foi um documento que ele escreveu onde descreve quais são os princípios que ele utiliza na sua vida e também na sua empresa. Este documento pode ser encontrado aqui.

Eu já falei sobre como ficar rico honestamente neste blog e também em outro blog, mas nada se compara ao que li no documento da Bridgewater.

Recomendo MUITO ler o documento não só por ter sido escrito por alguém que venceu na vida e ficou rico, mas na riqueza dos princípios e como que eles podem ser aplicados na sua vida e no seu trading. Vindo, então, de um trader bem sucedido vale ainda mais a dica.

A parte que me tocou e que tem a ver com este post foi a seguinte parte que vou colar aqui

Self-interest and society’s interests are generally symbiotic: more tha anything else, it is pursuit of self-interest that motivates people to push themselves to do the difficult things that benefit them and that contribute to society. In return, society rewards those who give it what it wants. That is why how much money people have earned is a rough measure of how much they gave society what it wanted—NOT how much they desired to make money. Look at what caused people to make a lot of money and you will see that usually it is in proportion to their production of what the society wanted and largely unrelated to their desire to make money. There are many people who have made a lot of money who never made making a lot of money their primary goal. Instead, they simply engaged in the work that they were doing, produced what society wanted, and got rich doing it. And there are many people who really wanted to make a lot of money but never produced what the society wanted and they didn’t make a lot of money. 

Acho que já passei a mensagem e fica ai a dica.

Quer ficar rico?

Então de para a sociedade o que ela quer.

Não precisa ir longe para constatar esta verdade. Todos os homens de negócio bem sucedido fizeram isto ao longo da história. 

Henry Ford deu para a sociedade meio de transporte e ficou rico em proporção ao número de pessoas que queriam aquilo, mesmo que a maioria nem imaginava que seria possível ter uma carruagem sem cavalos. Quem precisa de petróleo? Gasolina, comida, entretenimento, redes sociais?

Agora pensa mais macro. Sobre os mercados financeiros. Qual a contribuição do mercado financeiro que a mídia adora meter o pau e criticar Wall Street e a “manipulação” e os males que ele causa.

Neste contexto pensa o papel de um trader na sociedade? O trader que é visto como o mal da sociedade pela mídia.

O trader é que da liquidez para o mercado. Ele proporciona ao fazendeiro quer fazer um hedge de uma posição e segurar sua produção. O especulador é aquele que toma a outra ponta do trader, que o investidor não toma, ficando vendido no trade.

O trader contribui viabilizar o mercado financeiro e mostra sinais para os mercados quando uma empresa está com problemas financeiros ou quando uma empresa está dando lucro. O trader contribui para mandar sinais da oferta e de demanda de quando está interessante aumentar ou diminuir a produção de certas commodities.

Assim que procuro ver o mundo e o papel da contribuição do trader na sociedade.

 Assim como o HFT trader também tem seu papel em injetar liquidez no mercado. Hoje é possível ter baixas corretagens e baixos spreads devido ao HFT.

Lógico que a mídia e quem é manobrado por ela adora usar isto como uma desculpa para não assumir responsabilidade.

Reponsabilidade

Sempre tem uma desculpa que quem causou a bolha foram os especuladores e os crashs foram causados pelo HFT e que os pais de família e os aposentados foram vítimas e todos os males causados pelo mercado, os traders e o HFT.

Enfim, a escolha é de cada um de ver o mundo de uma diferente. Você pode escolher ser vitima ou assumir a responsabilidade.

Quem ficou ou quer ficar rico assume a responsabilidade por seus resultados e procura formas de contribuir o máximo para a sociedade e como consequência acabam recebendo a sua recompensa da própria sociedade, na proporção de ter atingido o seu desejo.

Falando em contribuir para a sociedade aguarde em breve o lançamento do e-book do Vela.

 

6 Comments

Filed under Independencia Financeira, Jornada, Vela's Beliefs

Quer melhorar o seu trading?

“The best way to become a better trader is to become a better person” Ed Seykota 

Ontem cheguei de Sydney com vários tesouros na minha mala e com o verdadeiro segredo de como se tornar o melhor trader que posso ser.

Participei dos Workshops do Van Tharp Peak Performance 101 e 202. Foram sete dias de treinamento intenso e o resultado final, muito mais de que um trader melhor, é uma pessoa melhor, mais feliz, mas consciente e que se conhece melhor.

Um dos motivos que resolvi voltar a escrever neste blog é compartilhar minha jornada, principalmente a parte de desenvolvimento pessoal e a parte psicológica.

Já venho estudando o mercados e a profissão de trading consistentemente, li mais de 30 livros e desenvolvi e testei mais de 20 sistemas lucrativos, mas não atingi de perto o sucesso que esperava e eu me rendi para a questão da psicologia. Minha constatação, e  gostaria de corrigir aqui, que trading não é 60% psicológico, 30% gerenciamento de risco e 10% sistemas, mas sim 100% psicológico.

Devido a esta constatação que me matriculei nos workshops do Van e acredito ter sido a melhor coisa que já fiz na minha vida.

Também nesta semana que estive em Sydney eu li o novo livro do Van, Trading Beyond the Matrix: The Red Pill for Traders and Investors

Neste livro Van sumariza bem a sua filosofia e pra mim o livro é a fórmula para o sucesso em trading. A grande questão, como qualquer formula, ela precisa ser executada e não depende de mais ninguém a não ser você para fazer acontecer.

Vou compartilhar com vocês minha experiência e quais foram minhas conclusões depois destes intensos sete dias.

A missão do Van Tharp Institute é: Transformar Pessoas usando o Trading como Metáfora. 

O Trading pra mim é uma das atividades mais difíceis de ser dominada com maestria e constatei que por isso que me interesso por trading. Um outro aspecto que acredito trading me atrai é por naturalmente ser alguém que quer se desenvolver na área espiritual e admito que o “mercado” é um excelente professor.

Antes desta semana eu tinha várias dúvidas sobre isto, mas agora várias fichas caíram e tudo está mais claro. Isto tem tudo a ver com a questão psicológica que falei lá em cima. Pra mim, precisei quebrar a cara mais de trezentas vezes para me render a esta constatação verdadeira. Você que está lendo este post sempre tem duas opções: continua lendo o post pra saber como que isto pode te ajudar ou parar e fazer algo que acha mais importante. No final cada um é responsável por priorizar o que cada um acha importante.

Vamos então as minhas conclusões que vou aplicar na minha vida como sendo a verdade para mim.

A psicologia é a coisa mais importante porque é através da mente que tomamos controle da nossa vida ou somos controlados por uma outra “força” que nos quer distanciar da verdade.

Estas coisas começaram a fazer mais sentido na minha jornada quando comecei a ler e estudar o material de Napoleon Hill há uns seis meses atrás. A grande verdade é que nós somos o que pensamos. Se pensamos fracasso e pobreza, somos exatamente isto. Se pensamos de forma mediana somos medianos. Se pensamos que somos bem sucedido, então, somente então, somos bem sucedidos.

Simples assim? Sim.

Mas deve ter alguém pensando… mas eu a pensei que quero ser rico e nunca fiquei…

Sim mas a outra pergunta que te faço é a seguinte. Quantas vezes você pensou em ser pobre? Ai que está a questão. Quais são seus pensamentos DOMINANTES.

Eu nasci numa família católica e com 13 anos me converti, nasci de novo, na igreja evangélica. Nestes mais de 20 anos lendo a Bíblia e tendo um relacionamento com Deus estas coisas de pensamento, oração, destino, livre arbítrio realmente me incomodaram crescendo em um ambiente espiritual institucionalizado.  Eu mudei muito ao longo dos anos buscando a verdade e o fato de nos últimos anos ter me interessado por trading faz parte desde processo de aprendizado.

Se chegou até este ponto, ou esta interessado, ou deve estar começando a pensar que o Vela ficou louco. 🙂

Agora vai a outra parte mais séria que aprendi, ou melhor conetei, neste workshop como sendo as ferramentas mais importantes.

Existe um Deus que é uma força superior que te completa e te traz felicidade, alegria e amor. Agora vou exercitar a minha tolerância ao máximo aqui. Não importa no que você acredite, existe esta força superior. Quanto mais resistir mais ela vai te perseguir.

Dependendo de suas crenças pode ser Deus, Universo, Inteligencia Infinita e até os agnósticos e ateus isto esta mascarado de bom senso ou razão ou o inexplicável.

Quer você queira ou não esta força está conectada a você e a todo o universo. Na verdade não existe separação é tudo uma coisa só e os problemas psicológicos começam exatamente quando começamos a separar as coisas. 

Para entender melhor a palavra chave que separa as coisas se chama julgamento ou em outras palavras uma crença. Eu já falei aqui no blog sobre crenças há um tempo, mas lá eu falei de forma mais superficial e acho que quando escrevi não sabia realmente o que significava e quais eram a magnitude to impacto em toda a nossa vida.

Re-lendo o post sobre crenças eu vejo que eu estava no caminho correto, mas não sabia a profundidade do impacto destas crenças e acabei não levando tanto a sério e me comprometendo.

A grande questão destas crenças é que elas nos limitam de sermos felizes e conseguirmos o que queremos da vida. Ai que entra a questão dos nossos pensamentos. Eles são nossas crenças e o que pensamos e é isto que tornamos e isto nos limita se não fizermos o oposto que as pessoas “naturalmente” fazem.

O que aprendi no seminário é que tem que realizar um trabalho psicológico para fazer uma avaliação de TODAS suas crenças em todos os níveis i.e. pessoal, mercado, global, social e mais importante espiritual.

Este processo é como que se estivesse se re-programando ou se re-inventado. É mais ou menos uma lavagem cerebral que precisa passar, ou seja, limpar tudo que não é útil e colocar aquilo que é útil.

Uma outra coisa que aprendi foi a questão do impacto do seu nível de consciência e a correlação com seu sucesso e sua felicidade.

Está na lista de livros que li em 2012:  Power vs. Force, David Hawkings.

Este psicologo PhD criou uma escala logaritmântica de consciência que vai de  20 a 1000. Praticamente quem está em 20 ou tá matando alguém ou se matando literalmente( 20  é o nível de vergonha)

O nível 1000 é caras como Jesus que são pessoas iluminadas (Enlightened). O que faz subir na escala de consciência é exatamente isto: Consciência. :P.

Quanto mais consciência mais alto nesta escala você está.  

O trabalho psicológico que tem que fazer é se livrar de sentimentos como medo, preconceito, cobiça,  ódio, raiva, ciumes, suspeita, intolerância, revanche e qualquer outro sentimento que está te dominando como impulso a vício auto destrutivo, preguiça, procrastinação e etc…

Agora aqui vai a dica pra se livrar destes sentimentos. Toda vez que eles vierem você tem que senti-los e não resisti-los, pois esta é a forma que eles vão passar pela gente e nos deixar uma lição ou sabedoria e o que alguns chamam de intenções positivas. A outra dica é NÃO RESISTA porque O QUE VOCÊ RESISTE PERSISTE.

Agora uma coisa que pode te irritar um pouco a princípio e isto é uma excelente ferramenta é a questão de projeção. Imagina aquela pessoa que não consegue perdoar por algumas coisa que vez ou algumas coisa que não fez. Então, grande chances desta pessoa ser você se olhando no espelho. Não fique desesperado é apenas uma ilusão. Perdoe e pessoa e aceite como ela é, pois o que estará fazendo é cultivar o amor próprio.

Voltando a minha jornada espiritual agora entendo quando Jesus responde sobre os dois grandes mandamentos 

“primeiro ame ao Senhor, o seu Deus de todos o seu coração de toda a sua alma e de todo seu entendimento e o segundo ame a seu próximo como a si mesmo” – Mateus 22:37-39

Jesus era uma cara bom pra ir na essência das coisas, lógico, o cara é iluminado. Pra mim isto significa que é tudo uma coisa só então odiar a Deus, o próximo e a si mesmo é a mesma coisa… e uma vez que você perdoa/ama… tudo entra em harmonia. Em outra palavras porque ter preconceito por alguém se este “alguém” é você.

Tem muita coisa pra falar aqui, mas vou finalizar com a melhor ferramenta psicológica que posso te dar. La vai.

Todo mundo tem o direito de graça de conectar com esta força superior. SIM DE GRAÇA!

Pode chamar do que quiser. Intuição, Espirito Santo, Inteligencia Infinita etc. O que tem que exercitar é ouvir esta voz interna e segui-la e aos poucos vai se livrando das coisas que te escravizam e será uma pessoa mais feliz, realizada e bem sucedida e se for o seu seu objetivo. Ser um excelente tradar.

Agora você pode escolher em operar o mercado em um estado mental de frustração, ódio, medo, raiva ou…

Trabalhar seu estado mental e espiritual e operar o mercado em um estado de paz e serenidade.

Como bem dito pelo Ed Seykota na citação do começo: A melhor forma de se tornar um trader melhor é se tornando uma pessoa melhor.

Obrigado pela atenção e desejo a todos os leitores sucesso e felicidade e que cada um encontre a resposta dentro de si e que não lute contra este guia interno, mas que siga-o e seja feliz e realizado.

Para finalizar duas figuras

O quadro que a Kala Tharp, esposa do Van, pintou pra mim durante o seminário. Não só eu mas todos os outros participante. Pra mim foi um presente de Deus e lembro de tudo que escrevi aqui toda vez que olho pra ele.

Thanks Kala Tharp

Sou grato por este lindo quadro que ganhei

E o que desejo pra você a mesma coisa que Van desejou pra mim quando assinou meu livro Super Trader que li em 2009.

Muito Sucesso!

Muito Sucesso!

 

19 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading