Tag Archives: Bear

Market Wizard – Marty Schwartz

“I had been a security analyst for eight years and it had become intolerable. I knew I had to do something different. I always knew I wanted to work for myself, have no clients, and answer to no one. That, to me, was the ultimate goal. I had been brooding for years, “Why wasn’t I doing well when I was groomed to be successful?” I decided it was now time to be successful” – Marty Schwartz.

A Entrevista com Marty Schwartz foi sem dúvida a que me deixou mais de queixo caído quando lí. Ele realmente é um modelo de trader bem interessante, pois ele é um trader altamente lucrativo, com baixíssimos drawdowns. Só para ter uma ideia o retorno dele mensal é de cerca de 10 a 20% com um drawdown de no máximo de 3% ao mês que ocorreu uma vez no momento da entrevista. Ele nunca teve um ano negativo.

No primeiro ano como trader ele fez $100K no segundo $600K e a partir dai nunca ficou um ano sem fazer menos do que 1 milhão por ano. Seu capital inicial era de cerca de 90 mil que emprestou do sogro. Uma coisa que ele fazia era todo ano começar a conta com algumas centenas de mil cerca de $200K a $300K e fazia este dinheiro virar 2 a 3 milhões no final do ano. Então ele comprava ouro, títulos do governo, imóveis com este dinheiro e deixava os 200 – 300 mil em cash para começar mais um ano como trader zerado. Isto porque, se ele continuasse ganhando 20% ao mês em 1o anos ele estaria controlando o PIB dos EUA :), se você entende juros compostos. Talvez fizesse isto, pois entendesse seu tamanho com trader e sentia confortável que pudesse entrar e sair rápido do mercado, pois era um day trader que opera no curto prazo. Ainda opera em 2014. Hoje é mais ativo no mercado de petróleo e FX.

Re-lendo a entrevista aqui vão os meus highlights

Sistemas de trading automatizados: No começo de sua carreira como trader teve uma péssima experiencia com sistemas, pois conheceu um programador que desenvolveu um sistema que praticamente fez ele perder todo o seu dinheiro e nunca mais acreditou em sistemas e seguiu o caminho do trading discricionário dai em diante se tornando muito cético quando a sistemas automáticos a ponto de se irritar profundamente toda vez que o Jack fazia alguma referencia a programas de trading.

Sintetizador: Ele se auto intitula um sintetizador, pois tem grande capacidade de absorver conceitos abstratos e complexos e simplificar em uma metodologia lógica e simples que faça sentido para ele. Assim que desenvolveu sua própria metodologia por estudo e observação de comportamento de preços juntamente com o desenvolvimento de sua intuição.

Ego: A única forma de ser lucrativo em trading é matar o seu ego. É primordial aceitar quando se está errado. Para ele muitas pessoas perdem no mercado pelo simples fato de preferir estar certo a ganhar dinheiro.

Pregão vs. Computador: Marty começou sua carreira operando no pregão viva voz, mas com o tempo percebeu que tinha mais clareza do que estava acontecendo no mercado quando subia no horário de almoço no seu escritório e olhava as cotações no computador. Assim passou a ser um trader que opera da própria casa como tempo.

Operar pequeno: Impressionante que está é uma características de todos os Market Wizards que já fiz um post aqui no blog. Ele também diminui o tamanho da posição quando tem uma sequencia forte de perdedores.

Lucro Consecutivo: Uma outra regra que Marty tem é quando ele ganha MUITO dinheiro ele prefere tirar uma pequena folga e curtir o dinheiro, pois perceber que se continuar operando ele fica relapso e acaba perdendo feito. Isto porque ele percebeu que sempre as perdas grande eram precedidas de períodos de grandes ganhos.

 X de sua metodologia: Dentre outras regras ele presta muito atenção em médias móveis que para ele indica a direção que o mercado está indo e procura identificar pontos de entrada de baixo risco onde pode aumentar a sua relação risco retorno. Também olha correlações entre ativos como mercado de bonds e ações e a divergência entre os mercado de bonds como uma ferramenta de confirmação se deve entrar ou sair do mercado. Ele é adepto da crença que na dúvida ele liquida a posição, pois quando está em caixa seu pensamento é bem mais claro e que sempre tem a oportunidade de voltar para o mercado se quiser.

Deixar o lucro fluir: Segundo Marty ele considera que é muito bom em cortar as perdas, mas que ainda tem que melhorar muito em deixar o lucro fluir e reconhece que toma lucro prematuramente muitas vezes. Ele diz que toda vez que toma lucro ele sente como se a caia registradora fizesse u barulho na sua mente. CASHING!

Educação militar: Marty serviu os Mariners nos EUA e atribui ao seu treinamento capacidade de trabalhar sob pressão sem travar. Assim ele explica como que foi possível sair de uma posição comprada na segunda feira negra em 1987 quando o mercado teve sua pior queda percentual da história. No fim do dia ele acabou perdendo somente 300 mil ao invés de 5 milhões que seria a ruína para ele.

Diversificação: Apesar de ser um trader agressivo Marty é super cauteloso e averso a risco pensando que o sistema pode entrar em colapso a qualquer momento. devido a isto ele diversifica seu dinheiro em vários bancos, depósitos de ouro e títulos do governo. Isto porque se alguma coisa ruim acontecer ele tem sempre de onde começar novamente.

Trainees: Ele tentou emular o seu trading e ensinou a metodologia a vários estagiários, mas sem sucesso. Ele disse que não pode transferir o seu estômago para seus funcionários uma vez que é um trader discricionário.

Gerenciar dinheiro dos outros: A entrevista foi feita no final da década de 80 e até então Marty somente estava administrando seu próprio patrimônio e estava somente pensando em abrir um fundo com dinheiro dos outros. A entrevista não fala isto, mas não sua auto biografia Marty conta que foi um TOTAL desastre e ele quase perdeu a vida apos ir parar no hospital de tanto estresse. Existem pessoas que nasceram para administrar dinheiro dos outros e algumas, como ele, não.

Sucesso: Depende apenas de uma mudança de atitude que foi que ele fez. Não importava o quão inteligente ele fosse ele não foi bem sucedido a não ser a partir do dia que tomou uma decisão drástica em sua vida.

Se quer mesmo se aprofundar no estudo de Marty recomendo ler sua auto biografia que conta em detalhes sua trajetória e processo de se tornar um trader campeão.

Recentemente deu uma palestra que está no YouTube que vale ouro

 

 

 

 

 

 

6 Comments

Filed under Biblioteca, Reflexão, Uncategorized

Uma revelacao surpreendente

Investi tempo depois do período fechado para balanço para re-testar meu sistema short e fazer uma analise caso operar long e short.

No começo fiquei bem empolgado com meu sistema long, mas logo que comecei a operar eu passei uma pessima sequência de perdedores (whipsaw) o que me tirou um pouco dos trilhos e resolvi dar uma re-analisada no Back Test, principalmente a parte de Drawdown (DD).

E ai que foi a minha revelação surpreendente. Mesmo que o sistema apresentasse uma relação CAR/MaxDD que me deixasse feliz eu cometi um erro de não dar uma olhada em quanto tempo o DD iria demorar caso entrasse em um e quantos trades demoraria pra sair do DD.

Apesar do DD maximo ser de apenas 5.66% com um position sizing de 1% do equity o pior DD demorou 443 dias corridos ou aproximadamente 14 meses. Sendo um sistema longo os piores DD ocorreram em bear markets. Sendo eles

13/03/2002 a 20/02/2003 – 352 dias

20/06/2008 a 2/07/2009- 442 dias

O primeiro DD durou 17 trades e o segundo 19. Sendo que o sistema Longo da em media 15 trades por ano ou um pouco mais de um trade por mes.

Entao depois de ter revisao o sistema short que estava com um problema de execução devido aos stops curtos que eram stopados no after market agora estou mais satisfeito com as regras ajustadas. O sistema “piorou” os resultados, mas a ideia aqui é usar o sistema em conjunto com o longo por dois motivos. Ter um colchão de hedge em bear markets para diminuir DD e duracao de DD e aumentar a frequência de trading para aumentar os juros compostos.

então aqui vai a analise de ter os sistemas sozinho ou combinado:

Agora para visualizar a curva de equity com um investimento hipotético de 10,000 como seria a curva.

Veja que os maximos DD em duração estão dentro dos retângulos.

Veja que o sistema short se comportou “bem” nos bear markets de 2001-2002 e de 2007-2008 e em periodos Bull ficou flat a caindo um pouco. Isto o porque do sistema operar um índice de ação (S&P 200 Australia) o que tem um “vies” Bull.

Lembro do Roberto ter comentado de ter um sistema short junto com o longo pra melhorar a performance total e é o que acontece no Back test.

Voltei a tradar com mais confiança os dois sistema com um controle de risco bem apertado (1% do equity) só pra voltar a ter confiança em no sistema e me conhecer melhor o quão aderente estou ao sistema.

Lógico que o intuito é ganhar dinheiro, mas quero focar muito mais no processo no momento de descoberta e auto-conhecimento, pois só serei um trader de sucesso o dia que descobrir o sistema que tem dentro de mim e se estou dispostos a sentir os sentimentos que vem com meu sistema que no fundo no fundo esta no meu DNA.

Neste intuito eu lanço o desafio de seguir 30 sinais de forma mecânica e vou postar no Twitter as ordens de entrada e ajustes diarios de trailing e profit target.

No momento estou em um trade longo que esta ganhando 1.2R e que teve uma MAE (Maximum Adverse Excursion) de 1.74R. Faz parte de ser trend following devolver pro mercado para deixar o lucro fluir.

Espero que me sigam no Twitter se querem saber meu trading journal enquanto ele acontece.

Ajusto minhas ordens e stop quando o mercado fecha por volta de 17h horario de Adelaide, Australia.

7 Comments

Filed under Psicologia de Trading, Trading Plan

A Tempestade Perfeita: Australia Colapse

Escrevi um posto no blog  The News Rider sobre o provável crash no mercado imobiliário na Austrália.

Desde então venho acompanhando mais de perto o quão eminente este risco esta de acontecer.

A razão pela qual a Austrália tem este risco está no fato dos preços das casas terem aumentado excessivamente nos últimos anos. Bem acima da media histórica.

Na minha opinião o que causou isto foram vários fatores sendo os principais.

–          Baixa taxa de desemprego

–          Constante crescimento econômico sem recessão por mais de 14 anos

–          Baixa taxa de juros relativo a media histórica

–          Forte aumento populacional, principalmente causado por imigração liquida positiva

O resultado do preço das casas podem ser observado no seguinte gráfico.

Veja que desde 2002 pouco antes do Mining boom que começou forte em 2003 o preço das casas quase triplicaram em algumas capitais. Em media os preços dobraram em valor.

O que as vezes me revolta e isto e pra cala a boca de quem argumenta que a UNICA razão do aumento do preço das casas foi Supply and Demand e que tem MUITA demanda por casa e os preços NUNCA vão cair… Neste momento que eu fico mais bear do que nunca.

Veja a causa neste gráfico o crescimento do total do estoque de hipoteca na Austrália no mesmo período. (eixo esquerdo) e valor da hipoteca media (eixo direito)

A quantidade de estoque de hipoteca subiu de 300bi pra pouco mais de 1 trilhao no período. Ou seja apesar das casas terem subido cerca de 100% (dobrado) a quantidade de divida cresceu 230% (mais que triplicou). Ai você me pergunta o que empurrou a “demanda”. Fora a questão dos juros que são bem mais baixos o que permite maior alavancagem com o mesmo fluxo de caixa.

Continuando o raciocínio, o que começa a dar sinais que o castelo de cartas esta caindo é que parece que este movimento esta perdendo momento e a capacidade da família media Australiana e investidores a continuarem tomando emprestado esta desacelerando e ficando cada vez mais difícil.

Veja que o tamanho do empréstimo médio esta estagnado ali na cada dos 290mil desde 2009.

Mas antes de prosseguir quero mostrar o gráfico que mais vale a considerar neste cenário.

Que e a capacidade de empréstimo e como  a tradução fica difícil de ser precisa  eu chamo de affordability (capacidade de bancar).

No eixo esquerdo esta a % da renda media indo para pagamento de juros de hipoteca e eixo direito o preço médio das casas. Veja que o preço pago em juros pode cair mesmo com o preço das casas subindo. Isto porque na Australia a esmagadora maioria dos empréstimos são em juros variáveis. Caso o governo corte os juros em caso de crise o pagamento mensal fica mais em conta. O que foi o que ocorreu em 2008, mas desde 2009 o governo vem aumentando os juros apertando o cinto da galera.

O mais impressionante na Australia é que depois do colapso da crise de 2008 os preços aqui CONTINUARAM a subir. Isso pra mim é jogar mais gasolina em uma pilha de palha só esperando a faisca explodir.

Em 2008 veja que o banco central australiano deu uma apertado no juros e isto levou a proporção de juros sobre a renda media ao MAXIMO de quase 40%. Veja que de certa forma isto refletiu no preço das casas que deu uma caida neste período.

Em 2009 quando os juros bateram a mínima de 3% esta proporção despencou para menos de 25%. Isto na época encorajou que mais pessoas se endividassem e entrasse no mercado imobiliário. Só nos últimos 3 anos o estoque de divida subiu de 800bi a mais de 1 trilhao.

E pra complicar as coisas os bancos estão também apertando os cintos mais ainda, pois desde a crise de 2008, com o aumento do custo do funding dos bancos Australianos, eles aumentaram os spreads em relação a taxa básica de juros. Isto para compensar a dificuldade de levantar dinheiro barato no mercado internacional. Veja no gráfico abaixo.

Devido a este aperto de cinto a população Australia tem sido bem cautelosa ultimamente. O que me da um pouco de esperança de alguma forma. E isto inclusive ajuda na menor severidade de uma possível crise imobiliária.

Esta cautela foi muito bem colocada pelo presidente do Banco Central Australiano, Glen Stevens, no discurso que deu recentemente:  The Cautious Consumer

Resumão do discurso é que a população vem economizando mais dinheiro dinheiro e emprestando menos se comparado a media dos anos do Boom ou pre-crise. O que estão fazendo é tentar reparar os balanços patrimoniais pessoais devido a vertiginosa queda dos ativos nos últimos 3 anos.

Indo pra conclusão, pra mim, eh muito difícil dizer o que vai causar a quebra. Se causar… mas muito difícil de não ocorrer algum tipo de correção no mercado aqui. Nem que seja estagnação no mercado para voltar a linha de tendência media de longo prazo.

Podem ter  vários motivos que podem servir como gatilho, mas pra mim o principal é claramente uma desaceleração na  China que é o que vem puxando a economia Australiana. Principalmente nos últimos 2 anos com o estimulo absurdo que teve la.  Expliquei mais sobre isto no post: A China é uma bolha

O que colocou mais risco na situação é que apesar da desaceleração nos EUA e na EUROPA nos últimos 3 anos a China, pelo contrario,  continuou consumindo minérios como se não houvesse amanhã. Com isso a Austrália praticamente não sofreu com a crise a não ser um pequeno susto em 2008. E tecnicamente a Austrália nunca esteve em recessão, que é 2 trimestres com crescimento negativo de PIB.

Indo ao titulo do post “A tempestade perfeita” eu acredito que uma desaceleração na China causara o efeito domino na Economia Australiana. E todo este cenário possível causara esta tempestade perfeita.

Se a China desacelerar o desemprego vai aumentar rápido na Austrália, assim a capacidade de pagar divida de hipoteca vai despencar. Isto colocará muito pressão de venda no mercado fazendo com que os preços despenquem. Isso gerara um enorme crise bancaria aqui, pois a Australia é o pais onde a carteira de credito imobiliário é a maior do mundo proporcionalmente. O Commonwealth Bank tem 60% de sua carteira em credito imobiliário e uma crise seria desastrosa.

Mesmo os bancos Australianos serem considerados um dos mais seguros do mundo. Este anos os 4 maiores eram AAA e tiverem o rate rebaixado…. porque sera.

No momento estou pensando em formas de comprar seguros contra esta possível crise. Enquanto o seguro esta barato e em tempo.

Pode ser que isto nunca ocorra, mas como disse no post anterior… melhor prevenir do que não fazer nada e depois se matar por ter tido a oportunidade e mesmo assim não feito NADA.

Acho que algumas sugestões de proteção seria comprar PUTs (opcoes) out of money do indice de acoes, short o indice de materials (mineradoras), short os bancos e comprar PUTS e ficar uma parte em caixa

Tenho acompanhado noticias preocupantes da situaçao na China e a bolha que ocorre la.

Apenas como exemplo algumas matérias.

Que tal uma matéria da absurda destruição de capital que ocorre neste momento com as CIDADES FANTASMAS

Ou bancos Chineses com balanços suspeitos

e pra finalizar a situação da inflação saindo do controle e o Banco chinês com dificuldade de implementar politica monetária

Enquanto isso na Australia os preços das casas começando a escorregar e preocupar com mais este artigo no WSJ

Pra finalizar o post outra coisa de preocupar é a recente inversão da curva de juros na Australia que é um indicativo de recessão eminente…

Depois que a tempestade passar sera uma boa oportunidade de comprar ativos na Australia, pois aqui é uma terra muito sortuda e temos recursos que são muito valiosos no mundo como minérios (Ferro, Cobre, Uranio, Ouro,Carvao, Diamante… dentre outros). Apesar de uma possível, não certa, correção na China. Acho que a China/Asia caminha para dominar o mundo economicamente. E a Austrália esta MUITO bem posicionada geograficamente.

Aguarde um post com update de uma possível desaceleração na China e o OBVIO que ainda ninguém fala muito e quero falar mais sobre o tarde do SECULO que já foi dado a dica pelo Paul Tudor Jones.

2 Comments

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture

Fim do Mundo em 2012

Faz tempo que queria escrever aqui sobre o fim do mundo em 2012 ou o fim do mundo em geral.

Ano passado em uma viagem internacional assisti o filme 2012 no avião. Alias não recomendo como um bom filme pra assistir em avião. 🙂

Realmente impressionante o filme que foi baseado na especulação que o mundo tem data marcada para terminar. Se não me falha a memória dia 28 de Dezembro de 2012. Se for verdade praticamente temos mais 1,5 ano de vida. 🙂

Não quero me prolongar muito aqui no post, mas depois de pouco refletir sobre o filme e a remota possibilidade de ser realmente verdade acho que o plano de ação é o seguinte.

A hipótese é tão absurda que o que se deve fazer em preparação é: NADA.

Então, se o mundo fosse realmente acabar numa catástrofe de tamanha magnitude não teria pra onde correr a não ser ficar esperando sentado até que um rio de lava te afogasse, ou um tsunami ou furacão te levasse pro espaço. Fim de historia.

Este é um assunto que não vale a pena pensar e não há o que fazer, mas simplesmente ignorar, pois o gerenciamento de risco em tal evento é inútil ou em outras palavras não tem stop loss que salva o trade.

Mais um comentário sobre o filme antes que conclua o post.

Supostamente no filme tinha  uma saída, ou uma luz no fim do tunel,  para a total catástrofe. Seria entrar em uma das arcas criadas por uma “grande corporação” que salvaria quem conseguisse entrar nela. Só que tinha uma condição: Comprar a passagem.

A coisa absurda e sem sentido no filme do filme é que a passagem custava 6 bilhoes de Euros ou algo absurdamente caro. Não importa o numero aqui, mas tipo o que acho mais absurdo que o valor é que como que uma pessoa que faz um filme de tal orçamento não consultou um economista e deixar se constranger a total absurdo.

Se quiser entender melhor o meu ponto leia o post

La explico que a existência de dinheiro nada mais eh que uma promessa de boa fé. Dinheiro de papel só vale porque tem um acordo na sociedade em troca-lo por bens e mercadorias. Complementando dinheiro só existe porque autoridades monetárias emitem papel lastreados por títulos que pagam juros (custo do dinheiro) e também controlam sua oferta e demanda para manter considerável poder de compra ao longo do tempo.

E o que mantém o boa fé é o fluxo de caixa gerado pela economia onde o governo, empresas e indivíduos podem honrar o lastro do dinheiro fazendo com que todo o sistema financeiro funcione.

Numa total catástrofe, como a do filme, onde não tem capital pra gerar fluxo de caixa, instituições pra emitir a moeda.. ela passa a ser um mero pedaço de papel, pois todo o sistema não existe mais e o papel não tem nenhum valor.

Fico imaginando o que esta empresa faria com tal quantia de euros depois do fim do mundo…

Faria  mais sentido a passagem ser paga em algo que tenha valor intrínseco como por exemplo ouro ou outra commoditie que poderia ser preservada depois da catástrofe.

Encerrando o assunto do fim do mundo, que acho que não vale a pena gastar muita energia.

Entretanto, aproveitando o ensejo deixo aqui uma reflexão quanto a gerenciamento de risco.

As gerações de 1946 pra cá foram uma das mais abençoadas da historia. Baby Boomers (meus pais), Geração X (Eu) e Geração Y (Nascidos depois de 1982).

Acho que o grande problema destas gerações é que elas so PESSIMAS em gerenciamento de risco, pois na verdade nunca precisaram muito se preocupar com adversidades e crises.

Veja a geração dos meus avos/bisavós o que passaram no inicio do século como a grande depressão da decada de 30 e as primeiras e segunda Guerra. E bota crise nisto.

Assim, vale a pena refletir os desafios que as gerações atuais passam e enfrentarão no futuro próximo e distante. Não acredito em uma nova grande Guerra, pois isto seria o fim do mundo mesmo ou como um Armagedom, pois acho que as guerras atuais são guerras econômicas e não bélicas.

Estas guerras economicas podem gerar grandes crises. a pergunta estão é:

Voce está preparado para um mundo de inflação, falta de alimento, constantes cheques econômicos?

O que esta fazendo para se preparar para tal evento?

Se voce acha que não sou maluco e é um cara ultra bear, não que eu seja, alias sou um cara otimista/realista em geral.

Recomendo visitar o site do Chris Martenson e assitir a este video.

Nao que seja bear a este ponto, mas o que queria enfatizar aqui é a questão de gerenciamento de risco e que deve ser considerado em trade. Os principios básicos são o seguinte.

Sabendo da existência de uma risco provável os possiveis planos de ação sao:

Me previnir e:

  • O risco NAO ocorrer, assim eu tenho muito pouco a perder. Tipo perco no meu stop ou perco o prêmio do seguro pago.
  • O risco ocorrer. Neste case me protejo e ainda posso fazer grana na adversidade.

Não me previnir e

  • O o risco ocorrer. Aqui eu tenho MUITO a perder. Posso perder tudo que tenho na pior das hipóteses.
  • O risco NÃO ocorrer. Pode considerar aqui que tive SORTE.

Enfim a moral da historia é que gerenciamento de risco em trade e na vida é essencial.

Eu naturalmente sou uma pessoa prudente e me deixa abismado ver pessoas que acham que dias piores não vira e que tudo são flores.

Veja a primeira ministra da Austrália em entrevista que deu ao WSJ quando perguntada sobre o crescimento econômico na China. Ela esta bem certa que vai continuar…

Eu não teria tanta certeza assim, mas este é assunto para um outro post sobre a provável crise que a Austrália pode ter.

Clip: http://jeremy-lifeblog.blogspot.com

1 Comment

Filed under Reflexão

O que o mercado de bonds esta dizendo?

O que o mercado de bonds esta dizendo?

esqueça ouro, esqueça acoes no final quem fala mais alto são os BONDs.

Yes, My name is BOND! Mr. BOND.

O Volume diário do mercado de Bonds (USD1.6 Tri) é cerca de 5-6x o Mercado de ações (USD300bi) e 65x vezes maior que o que o mercado de ouro (USD23bi).

Pode argumentar que o volume do mercado de Forex (USD 3 tri) maior que o de bond. Sim e Forex é o mais liquido com os 3 Trilhoes de volume diário, mas na discussão do ovo e da galinha o Bond eh a Galinha e o Forex eh o ovo.

Agora falando sério, se estiver preocupado com o cenário inflação/deflação deve olhar muito mais pro mercado de bonds que o mercado de ouro, que ultimamente tem sido fomentado como um veiculo especulativo para quem tem esta com medo da inflação. Isso não quer dizer que não ache que o ouro pode chegar em 2,000 ou 5,000 USD um dia, mas isto é assunto para outro post.

A propósito se ainda coca sua cabeça e sempre quis entender o que eh inflação considere o artigo

O que é inflação

Alem deste tem outro artigo recomendado para pegar o fio da meada que escrevi num outro blog com o mesmo titulo, (o que o mercado de bond esta dizendo), comparando a discussão de dois especialistas no mercado de Bonds: Jim Grant e David Rosemberg.

Resumindo o outro artigo apesar deles terem visões opostas, ambos tem bons argumentos. Eu particularmente sou mais pendente a concordar com Rosemberg, pois sou atualmente um deflacionista. Que acha que esta havendo uma contração de credito e depreciação no preço dos ativos.

Na época do outro artigo era Abril de 2010 e o mercado de bond, que vem numa tendência de alta de quase 30 anos, se encontrava em um encruzilhada técnica, prestes a romper a linha de tendência de alta em uma formação ombro-cabeca-ombro de longo prazo, assim aconteça o que acontecesse um analista estaria mais certo que outro.

Jim Grant advoga que o mercado esta prestes a reverter a tendência de alta para uma tendência de baixa, pois Jim acredita que entraremos em um ciclo de inflação.

Rosemberg por outro lado acho que ainda tem muito pano pra manga e a tendência deflacionaria ainda continua por mais alguns anos (3 a 5) assim acredita que e a tendência de alta de longo prazo no mercado de bonds continua por mais um pouco e acredita que os yields dos bonds ainda vão cair mais ate a coisa reverter.

Só um pequeno parêntese: A relação do valor dos bonds e dos yields são inversas, ou seja se um sobe o outro cai e vice-versa.

Voltando a Abril de 2010 o mercado que parecia que ia despencar, rompendo a linha de tendência de alta, reverteu e começou a subir, subir, e assim Rosemberg começou a estar mais correto em seu prognóstico do que Grant.

Entretanto, em Novembro de 2010 a coisa começou a mudar e parece que a partir de então o mercado de bond esta sinalizando inflação e comecou a despencar em direcao da linha de tendência de Abril de 2010.

Agora pra te deixar mais confuso e perplexo uma coisa interessante esta acontecendo no mercado. Final de Setembro 2010 o FED (Banco Central americano) decidiu embarcar no Quantitative Easing II se comprometendo a imprimir 600 bibloes de dólares do nada ate junho de 2011 e comprar bonds pra manter os juros baixos e a economia no soro fisiológico.

Assim, com tanta liquidez injetada no mercado pelo FED no mercado de bonds que era de se esperar que a taxa de juros continuassem a cair e o preco dos Bonds subirem ou pelo menos ficarem onde estavam, mas as consequências não intencionais aconteceram e o preço dos Bonds começaram a cair, levantando as taxas de juros, que era o que o FED NAO QUERIA que acontecesse com o plano do QE2.

Alem do que já expliquei aqui acho pertinente observar outro aspecto do mercado de bond ou bond yield curve ou curva de taxa de juros.

Naturalmente ou em condições normais de temperatura e pressão esta curva é levemente inclinada indicando que o mercado espera uma inflação “moderada” ao longo do tempo e espera um prêmio de risco maior para dividas de mais longo prazo. Veja a curva autal do mercado de bonds americanos.

Quando temos uma curva invertida eh um indicativo de recessão, que ocorreu em 2007, pois naquele momento tinha uma expectativa de corte de juros no longo meio, longo prazo, que é o que acontece em uma recessão. Tem um gráfico que o Mish sempre atualiza que é o de yields que explica bem a situação nos ultimos 5 anos.

l

Existe uma outra terceira configuração que é a intensidade da inclinação que é medido em Spread das taxas de curto e longo prazo que quanto mais inclinado mais preocupante a expectativa de inflação.

Aqui vai um gráfico com o spread de 2 e 30 anos que esta em 400bps que é o nível mais alto já registrado. OMG!

Grafico 2s30s

Da pra perceber que o mercado se encontra em mais uma encruzilhada novamente e deve mover em uma direção ou outra. OU NAO…

Lembre que meu papel aqui como trader não é adivinhar a direção do mercado mas reagir ao que o mercado reage. A ideia é deixas as pessoas inteligentes adivinharem a direção do mercado, entretanto quem é trend follower deve reagir ao que o mercado esta reagindo não tentar adivinhar.

Assim, pela configuração parece que no curto prazo a linha de tendência vai ser testada e os juros vão aumentar mais um pouco o que pode gerar o  mesmo cenário de Abril de 2010.

Deste ponto em diante os riscos maiores são:

1) Um colapso no mercado de bond e os juros dispararem o que será engatilhado por possivel uma “forte” inflação. Pelo menos acima da média.

Ou

2) O mercado bate na linha de tendência e volta a subir gerando deflação.

3) Qualquer outra coisa que não posso prever… e nem to muito preocupado.

Se o Segundo acontecer, que acho que eh o mais provável bolsa cai, todas as moedas caem e o Dolar Americano sobe, como aconteceu em 2008.

Se o primeiro acontecer, que acho o menos provável. Commodities sobem mais ainda , ouro, ações sobem e o dolar despenca mais ainda.  Fica difícil de acreditar que o 1 continuaria por muito tempo a ponto de gerar uma hiper-inflação no dolar americano, pois isso nunca aconteceu na historia.

O USD é a reserva mundial de todos os países. Tudo no mundo (Metais, Petroleo, Produtos Agricolas etc) é cotado em dólar e as reservas internacionais estão quase todas em bonds do tesouro americano que são LOGICO denominados em dólares. Pra mim seria como um GAME OVER se o primeiro acontecer. Por isso acho um pouco absurdo uma hiper-inflacao nos EUA com dolar.

Ate hoje tiveram 2 hiper inflação no mundo desenvolvido.

– Franca revolucionaria no sec XVIII

– Alemanha no pós primeira guerra

E isto porque estavam gerando um deficit de mais de 20% do PIB e hoje os EUA ainda esta chegando nos 10%.

Enfim quando a minha opinião macro acho que o cenário mais provável é deflação ate o nível de credito se ajuste ou o PIB mundial cresça de certa forma a divida ficar relativamente menor do que eh hoje. Em outras palavras “até que a podridão seja expurgada do sistema”.

Caso contrario, toda vez que os bancos centrais quiserem inflacionar a taxa de juros nos bonds vão fazer uma pressão contraria a esta tentativa, pois os devedores vão passar a gastar muito com juros e vão consumir menos.

Concluindo, como trader mais de longo prazo a tendência é de alta e dependendo de como que as coisas acontecem é melhor continuar longo na tendência de alta , mas se a coisa desandar pode ser melhor entrar short. Lembre-se tendências mudam e você deve estar atento quando isto ocorrer.

Lembre que isto não é uma recomendação de investimento, mas minha humilde opinião sobre o mercado de bond atualmente e o que ele esta tentando dizer.

Agora se você chegou neste ponto do post sem ficar entediado recomendo assistir este vídeo do Hugh Hendry.

Ele advoga meu caso e confesso que busco inspiração nele pra muita coisa, pois concordo muito com o que ele fala. Ultimamente ele tem sido extremamente bem sucedido como Hedge Fund Manager.

Acho que a parte que bem tem a ver com o post são os 2 ultimos minutos a partir do minuto 6 quando ele diz coisas como:

“ Epic Bull Market do NOT finish with a whimper but with a HUGE bang … [and then] yields can reach levels OUTRAGEOUSLY low

E também seu irreverente comentário sobre o mercado de ações.

“I reject its temptantions” , pois acredita que o mercado de ações esta num ciclo bear de longo prazo, como eu e já disse aqui no blog.

9 Comments

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture

As 4 Fases do Mercado

Se você é um trend follower então acho que vai gostar deste post. Grandes chances, se você for um viciado em trend following, já sabe do que vou falar.

Teve um cara que escreveu um livro no final da década de 80 Stan Weinstein, alias não li o livro, pois a única coisa que presta do livro, já estou batendo na minha boca, é o que vou te falar, na minha opinião. Então pra que ler o livro super grosso e complicado cheio de opiniões de analise técnica?

Enfim, o grande AhA !!  deste cara é que ele estruturou seu pensamento sobre o mercado que pode ser dividido em 4 fases e isto ajuda bem em ter um bom timming se sua estratégia é trend following.

Na verdade eu não fiquei sabendo desta teoria através do inventor ou o “desobridor” da ideia, mas através de outros 2 livros que li que comentaram sobre a teoria dos quatro estágios ou fases. Estão na minha biblioteca de trading inclusive.

–          Louise Bedford

–          Brian Shannon

Enfim os quatro estágios do mercado são e vou tentar traduzir para o português.

  1. Acumulação
  2. Ascensão
  3. Distribuição
  4. Declínio

O gráfico abaixo mostra cada uma das fases.

Desculpa ai mas foi o melhor que achei na internet. Não necessariamente vou descrever na ordem que está no gráfico.

Vamos ao comentário de cada fase.

1) Acumulação: É quando a ação está meio que flat e de “lado” em um range com pouca volatilidade e onde os trend followers estão fora do mercado. Isto porque a ação não sai do lugar. Geralmente os trend followers estão desinteressados na ação e value investors aproveitam o momento para acumular e comprar o máximo que podem antes do preco comece a subir e ficar “caro”.

2) Ascensão: A medida que a ação começa a ascender e as resistências do período de acumulação começam a ser quebradas e as medias moveis de curto prazo começam a liderar a direção e o preço se mantém subindo, pode ser o inicio de uma tendência de alta. Ou o INICIO DA ASCENSÃO.

O que causa o inicio de movimento não importa aqui, mas claramente o preço entra em uma nova fase. E você como bom trader técnico de tendência quando isto ocorre deve entrar comprado.  É dai que vem uma das principais estratégias de trend following onde se observa a quebra de níveis altos de 20 a 40 dias (ou períodos), indicando o inicio de uma nova tendência. Esse era a regra usado pelos Traders Turtles (tartarugas) na década de 80. A ascensão permanece até que o preço mostre sinais da próxima fase: Distribuição.

3) Distribuição: Enquanto as medias moveis de curto prazo estão firmes acima da média móvel de longo prazo e não tem cruzamento de media moveis a ação se encontra em um estado de ascensão. Tecnicamente falando o movimento de preços continua fazendo novos picos altos e vales altos. Entretanto, quando as medias moveis começam a se embaracar e embaralhar se cruzando, começa a fase de distribuição onde os trader técnicos de mais curto prazo começam a realizar lucro e os fundamentalistas começam a achar que a ação esta “cara”. Geralmente a fase de distribuição pode indicar uma consolidação ou uma exaustão, indicando um fim na tendência.

Dai basicamente tem dois destinos a ação. Pode ser que comece a despencar… e neste caso vamos para a próxima fase, declínio, ou pode continuar em ascensão depois de uma fase de consolidação na distribuição. Geralmente é bom sempre antes de inverter a posição confirmar pra que lado o preço vai quebrar. Pra cima ou pra baixo.

4) Declínio: Como disse acima. Se a distribuição perder forca e as medias moveis de curto prazo permanecerem abaixo das medias moveis de longo prazo, então a fase de declínio começou. Esta fase termina geralmente com uma nova fase de acumulação, que passa a ser uma fase de consolidação que pode voltar a ascender ou continuar o movimento de queda ate ZERO se a empresa quebrar, no caso se estiver operando uma ação.

Algum comentário?

14 Comments

Filed under Biblioteca, Trading Plan

A China é uma bolha?

“The world has built a production capacity that it cannot consume” Hugh Hendry – most profitable hedge fund manager in 2010 (July YTD by Bloomberg)

Se voce esta comprado até as tampas em Vale do Rio Doce (CVRD), comprou opções de compra da Vale, é um perma bull na China e também acha que o Eike Batista é um dos caras mais inteligentes do Brasil e tem um monte de OGX e outros Xs na carteira, melhor continuar lendo este post.

Agora se acha que estou falando absurdo e que o seguinte axioma ainda é valido.

Um pais pode crescer 10% ao ano ad eternum.

Então, melhor não ler, senão está perdendo o seu precioso tempo.

Eu já escrevi que existem rumores que a China é uma tremenda bolha no meu outro blog e de alguma forma os dois posts estão ligados.

Antes que continue escrevendo queria deixar uma coisa clara aqui. Eu acredito que a China tem grandes chances de se tornar o pais mais rico do mundo entre 2030-2050 e que tera uma mudança de eixo de poder para a Ásia. Isso se os EUA nao entrar em Guerra contra a China e bombardear e destruir a Ásia antes da perda quase inevitável de sua hegemonia devido a uma guerra que não vai derramar uma gota de sangue, pois é uma guerra puramente econômica.

Acho que a China ser uma potencia mundial é ponto pacífico na minha opinião com coloquei na minha visão macro.

Nao estou aqui tentando ser profeta ou fazer uma previsão, mas estou tentando raciocinar as tendências macros estruturais que o mundo esta passando. O exercício nao é bom no sentido de adivinhar o que vai acontecer, entretanto acho que é valido entender quais são os possíveis cenários e se eles se desdobrarem seja qual for ele, voce sabe o que deve fazer ao invés de ficar sentado olhando vendo suas economias irem pro espaco e o mundo sendo implodido.

Dito isto, que acredito que a China tem grandes chances de ser a super potencia mundial nos próximos 20-30 anos, existe um excesso atualmente na China e podemos chamar isto de bolha e o risco de uma correção ao longo do caminho é grande. Se quer lucrar com este possivel risco ou crise continue lendo.

Se você tiver paciência leia esta excelente apresentação de powepoint (China Japan Presentation v3 – By Vitaliy Katsenelson ) Vitaliy N. Katsenelson, CFA, que brilhantemente expõe o caso que concordo.  Basicamente o post é um resumo desta apresentação

Se esta com preguiça de ler o original, então leia o resumo em português.

Basicamente a historia é a seguinte.

A China cresceu cerca de 9-10% ao ano entre 1998-2008 devido a investimento pesado em seu parque industrial. Todos os “planetas”  estavam alinhados para que este crescimento ocorresse como.

–          Desvalorização do Yuam manipulada

–          Bolha de credito mundial que permitiu o consumo das bugigangas chinesas que a maioria estão nos lixões e nas garagens dos americanos e dos europeus.

O que aconteceu em 2008, estouro da bolha de credito mundial, que causou a maior crise desde a de 1929, o modelo Chines exportador ficou em cheque e não mais sustentável, pois era a bolha de crédito que estava permitindo a China produzir um monte de lixo e exportar para o mundo.

O Brazil, Australia e outros países produtores de commodities se beneficiaram muito com este boom.

Entretanto, quando veio a crise em 2008 impressionatmente, a China continuou crescendo 7-8% ao ano em 2009-2010. Isto porque o governo Chines, que é uma ditadura, ingetou 14% do Pib na economia pra continuar a bola de neve rolando. Foi o maior estimulo em termos percentuais do PIB.  Então, como os numeros do PIB oficiais são publicados por agencias oficiais do governo, todo mundo acredita que a China ainda continua crescendo em um ritmo frenético.

E todo mundo continua se enganando e a ação das mineradoras subindo ou pelo menos mantém se em níveis altos.

O que pode se observar, entretanto, é que a China tem a maior capacidade inutilizada do mundo.

Por exemplo a capacidade produtiva da China em:

Cimento é maior que o consumo Indiano, japonês e Americanos juntos.

Aço é maior que a combinação do Japão e da Coreia.

Não é só na capacidade produtiva mas na utilização de espaços de escritório.

50% dos imóveis comerciais estão vazios ou 30 billoes de pes quadrados (squared feed) vazio o que dá um cubículo de 5×5 pra cada Chines. Só recordando que eles são 1.3 Bilhoes.

Existem cidades fantasmas na China como Ordos.

Agora entende porque os caras continuam comprando ferro da Vale, mesmo sem precisar.

Assim como aconteceu com o Japão no final da década de 80 a China atualmente é o pais que mais destroi capital no mundo, ou seja a China tem gasto muita grana em projetos que não geram fluxo de caixa com um retorno acima do custo de capital. Pra você que não entende nada de finanças e economia em outras palavras a China esta investindo todo a grana do lucro gerado na sua exportação em projetos improdutivos.

Assim como o Japão fez no final década de 80 investindo em imóveis que tiveram preços absurdamente irreais. Pra se ter uma ideia é 60-70% mais barato comprar um apartamento em Tóquio hoje em 2010 do que era em 1989, há 21 anos atrás.

A melhor medida, na minha opinião, de avaliar preço de imóveis é a relação preço médio dos imóveis/renda media. Quando a coisa desandou no Japão este indicador estava em 9.5X, Nos Eua o negocio estourou quando estava em 5X e na China hoje esta em 14X em algumas cidades e a média é 8.8x.

Ainda acha que pode subir mais?

Nao sou so eu que acha isso.

O short seller mais famoso do mundo, Jim Chanos, também acha o mesmo e esta se posicionando pra quando esta possivel bolha chinesa estourar.

Assista sua ultima entrevista aqui

O resumo da opera é o seguinte.

Caso a coisa desande na China você sabe o que tem que fazer: NÃO SEGURA as ações da Vale achando que ela vai recuperar. VENDE o mais rápido possível. Fica tranquilo que vai ter chance de re-comprar quando ela estiver valendo P/E baratinho.

O Brasil, Australia, Russia e Canada e qualquer outro pais exportador de commoditie serão os mais afetados por este possivel estouro de bolha.

Eu acredito que a única saída para a China é mudar o seu modelo econômico para o mercado interno.

Como dito na minha visão macro ela precisa se voltar para o mercado interno, deixar seu cambio flutuar e deixar se valorizar para que o poder de compra Chines aumente. O problema é que não pode fazer isto de noite para o dia.

Os dois mercados consumidores do mundo hoje são os EUA e a Uniao Europeira.

O PIB dos EUA é 15Trilhoes e o consumo corresponde a 10 Trilhoes

O PIB dos Europa é 15Trilhoes e o consumo corresponde a 10 Trilhoes

Somados eles consomem 20 Trilhoes.

A economia Chinesa é hoje de 5 Trilhoes mas o consume é apenas 2 Trilhoes.

Isso da 10% do consumo dos EUA e da Europa. Então, não da pra ter uma transferência do consumo destes países pra China da noite pro dia. Por isso, a China não pode parar de crescer é como o Onibus do filme Speed (Sandra Bullock e Keanu Reeves) se desacelerar explode. No caso da China implode.

Tem que ser gradual e pode levar de 10 a 20 anos pra isto acontecer. Acho que este será o caminho natural das coisas, mas acho que ate lá teremos lombadas no caminho e uma delas é essa grande correção. Embora ache que mais no longo prazo a China será a super potencia mundial.

Posso estar completamente errado e nada disto ocorrer e outras coisas ocorrerem como um meteoro atingir a terra e todos morrerem afogados, sei la!

Entretanto, esteja atento para o que pode acontecer e não fique com cara de sabão se o negocio desandar e  ficar fazendo preço médio em OGX e VALE.

9 Comments

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture

Axiomas de Velaepavio

Este final de semana FINALMENTE li os Axiomas de Zurique de Max Gunther. Um livro interessante, mas ao meu ver um pouco perigoso, pois pode ser mal interpretado e levar investidores ao fracasso.

Concordo quase com todos axiomas. O único que não gostei foi o segundo, que alias discordo e acho o mais perigoso, pois vai de encontro com a minha principal regra de trade: LET THE PROFITS RUN.

Entretanto, Acho que os Axiomas de Zurique é muito feliz em dar ênfase em cortar as perdas rápido e concordo com todos estes pontos, mas peca na parte de deixar o lucro fluir. Pra mim isto não funciona, pois o método que uso é trend following. Concordo se for um método de mean reversion.

No geral acho que o livro está cheio de sabedoria e recomendo a leitura com cautela. Pode ser perigoso para n00bs.

Agora indo ao assunto do post: OS AXIOMAS de VELAEPAVIO, dou sequência a série de posts Vela’s Beliefs.

Segue minhas crenças sobre trading.

A maioria foi inspirada no The New Market Wizard the Jack Schwager, que pra mim é um modelo de operar com sucesso no mercado. Acredito  que se alguém quer ser bom em alguma coisa deve copiar quem esta sendo bem sucedido.

Disse isto no meu primeiro post que existe princípios fundamentais validos para qualquer tipo de trade não importa que estratégia seja usada e inclusive compartilhar este princípios foi um dos principais objetivos do blog.

Enfim segue a minha lista de crenças e princípios sobre trading.

1-      Ter um trading plan composto pelos seguintes elementos antes de colocar qualquer ordem no Mercado. E LOGICO o trading plan tem que ser seguido, principalemente o stop loss.

  1. Entrada
  2. Saida : Stop ou Profit
  3. Risk measure

2-      Cortar suas perdas rápido e deixar o lucro fluir. A COISA MAIS IMPORTANTE considerando que trade é um exercício psicológico e não técnico

3-      Aceitar completamente o risco envolvido em operar no mercado e entender que perder, e com frequência, faz parte do processo

4-      Saber exatamente qual sua motivação em operar no mercado

5-      Ter objetivos e metas claras em sua carreira como trader

6-      Operar com paixão como se não precisasse ser pago para operar.

7-      Ter um método de trading que ajuste a sua personalidade e estilo de vida

8-      Ter uma edge, que é uma metodologia que tem uma expectativa estatística positiva (lucrativa), que você acredita tanto que executa sem hesitar

9-      Sua edge deve ser desenvolvida e aprimorada por você mesmo através de um processo e trabalho árduo e a execução da estratégia deve ser natural e sem aplicação de esforço

10-   Operar consistentemente no mercado deve ser realizado em um estado de espírito pacifico e calmo devido a segurança que tem no seu método

11-   É completamente normal realizar prejuízo no mercado, entretanto os prejuízos devem ser mantidos os menores possíveis (cut your losses short)

12-   Gerenciamento de risco é crucial e mais importante que analise técnica

13-   Nunca arrisque mais que 1% do seu capital em um único trade

14-   Não arrisque mais do que 5% em todas suas apostas no mercado somadas

15-   Disciplina é fundamental e o processo de operar no mercado não pode nunca se tornar relaxado e complacente

16-   Sempre esteja alerto e atento a suas susceptibilidade de cometer erros.

17-   Você é 100% responsável pelos seus resultados, não importa se é lucro ou prejuízo

18-   Não compartilhe com os outros as posições que estão em aberto no momento

19-   Seja independente e não seja influenciado pela opinião de outros, lembre-se que você é o único responsável pela geração de suas idéias de trading

20-   Não seja influenciado pelo ruído das noticias, confie no seu sistema e na sua independência de tomar decisões. Se possível não assista ou leia o noticiário financeiro.

21-   Seja confiante e acredite no seu sistema e seu método desenvolvido por você

22-   Seja paciente, você não precisa sempre estar com uma posição aberta. Ficar em caixa é uma posição. Se o seu sistema disser não faça nada, não faça nada.

23-   Se o mercado mover muito rápido na sua direção, algo como 4X ATR + realize parcialmente os lucros.

24-   Aumente o tamanho da aposta quando estiver ganhando. Usando métodos de scale-in e diminua o tamanho de sua aposta quando estiver perdendo scale-out. Isto naturalmente é ajustado aplicando a regra de não arriscar mais do que 5% do capital.

25-   Não seja um herói, admita seus erros e permaneça humilde todos os dias de sua vida

26-   Foque em maximizar seus ganhos, não o numero de trades vencedores

27-   Não tenha um viés sobre o mercado como “sou Bull” ou “sou Bear” e nunca seja fiel a uma posição no mercado especialmente uma posição que esta perdendo

28-   Não tenha esperança que um trade perdedor vai se tornar num vencedor e lembre-se NUNCA FAÇA PREÇO MEDIO.

29-   Nunca viole as regras do seus sistema devido a isto te deixar mais confortável. Se seguir o seu sistema te deixa desconfortável, isto é um sinal que esta fazendo a coisa certa.

30-   Voce não conseguirá vencer se TEM que vencer. Esta pressão só vai levar você a fazer decisões estúpidas, mesmo que sua análise esteja correta

31-   Não arrisque dinheiro que não pode perder

32-   Pense duas vezes quando o mercado te coloca fora dos trilhos em um evento de um gap ou de um crash ou quando sua posição fica numa sinuca. Espere e pense, pois voce acabara saindo do buraco melhor do que pensaria quando a merda bateu no nentilador. Ficar nervoso não ajudará.

33-   Tenha uma mente aberta, principalmente para novas ideias. A mente é igual para quedas: só funciona quando está aberta

34-   O mercado não é um lugar para buscar adrenalina. Se quiser algo assim vai pular de para quedas.

35-   Preste atenção a sua intuição porque ela é experiência armazenada no seu subconsciente. De qualquer forma desafie e teste a intuição pra ver se faz sentido

36 – Não tenho uma opinião formada se os movimentos de preço são aleatórios ou não, mas uma coisa sei: Da pra ser consistentemente lucrativo no mercado

6 Comments

Filed under Psicologia de Trading, Reflexão, Vela's Beliefs

Qual a minha visão macro.

Seguindo aqui o que disse no último post aqui vai as minhas crenças sobre o Big Picture ou minha visão macro.

Em Novembro de 2010 (pois isso pode mudar com o tempo). Vou manter atualizado aqui no blog.

Então vão os pontos que estão na minha cabeça.

A) Os mercados de ações nos EUA estão em um ciclo de baixa de longo prazo (secular bear market) medido em termos de P/E. Acredito que dure por um tempo. Tudo começou em 2000 com o crash dot com e vai até o inicio do proximo Bull market de longo prazo em mais ou menos 2015 ou 2010 ou mais tarde.
B) A maior economia, atualmente os EUA, está em sérios apuros e eles são:

a.Uma enorme dívida e um enorme  passivo não financiado  de longo prazo (Medicare e da Segurança Social)
b. O desemprego estrutural que não pode ser sanado no curto prazo, porque os empregos criados na década de 2000 através do aumento da dívida pública e privada já se foram e não podem voltar da noite pro dia além de ter ocorrido uma transferência de 8 a 15 milhoes postos de trabalho industrial para a Ásia (China) e outros emergentes nos últimos 20 anos

C) A China foi a economia que mais se beneficiou com o crescimento alimentado pelo crédito, que não é um problema isolado nos EUA, mas global. No entanto, seu modelo de fabricação de exportação impulsionado pelo credito mundial não é sustentável porque está baseado em dois principais fatores.
a. Dívida em todo o mundo, que atingiu o pico em 2007-2008 não pode mais ser expandida e está em contração no momento (caso de deflação no ponto F.)
b. A moeda chinesa esta desvalorizada por meio de manipulação atrelado ao dólar dos EUA.
D) A China, devido ao seu superávit comercial consistente ao longo dos últimos 15 anos, acumulou 2,4 trilhões em reservas de ativos. O que tem ajudado é o ponto C.b manipulação de sua moeda que está acontecendo durante os últimos 16 anos (desde janeiro 1994), mantendo desvalorizada para tornar os produtos chineses relativamente mais baratos no mundo, fazendo a economia chinesa mais competitiva, alem do fator de sua mao de obra ser muito barata. As estimativas da paridade do poder de compra diz que é desvalorizada em torno de 60%. Também ao longo dos anos, a China comprou 1,4 trilhões em ativos denominados em dólares em títulos do tesouro e que de alguma forma manteve o maior mercado consumidor do mundo (EUA) rodando em uma farra de crédito insustentável.
E) O crash do mercado de 2008 idicou o auge da bolha de crédito, o que significa que haverá, já esta tendo, uma contração do crédito, ao invés de expansão ao redor do globo. Por causa deste risco, de deflação, existe uma postura atual do Chainman do FED dos EUA (Ben Bernanke), que é combater a deflação a qualquer custo. Bernanke acredita que há uma capacidade quase ilimitada de emissão de dívida a um custo muito baixo em dólar.Ele está sendo bem sucedido ate aqui. Suas medidas para evitar uma depressão ainda não causou inflação. Sua ferramenta ou tatica foi baixar as taxas de fed funds para ZERO, desincentivando poupança e incentivando investimento, combinado com isto ele embarcou na estratégia de quantitative easing para comprar dívida publica e injetar dinheiro na economia. O QEI foi cerca de 2 trilhões e agora 600 bilhões foi o QEII anunciado a uma semana. As consequências vem sendo um fluxo de liquidez no mercado de ações causando rally na bolsa, rally metais preciosos, rally de commodities, rally de títulos , fluxo pra mercados emergentes ou seja, tudo está indo subindo e ainda assim a economia de os EUA estão em péssimo estado e da economia mundial está se arrastando.
F) O ponto E leva à dicotomia do debate Inflação versus Deflação. O que leva à deflação, ja comentados nos pontos acima em termos simples, é a contracção de dívida, que atingiu níveis insustentáveis em 2008. Eu creio que é o caso mais forte e que eu defendo (leia posts anteriores). Por outro lado, devido à postura do Fed (ponto E), existe um risco de inflação monetária que irá sustentar inflação de demanda devido ao aumento dos preços das commodities em geral. Os preços do ouro atualmente é o reflexo desse cenário de um possível risco inflacionário. Também isto está ajudando no aumento no preço das commodities que são denominadas em USD que é a reserva de moeda mundial. Assim como o QE o dólar americano também fica mais fraco.

G) A Austrália (onde moro e todos meus ativos estão aqui) e outros países que têm reservas minerais e commodities produtores de qualquer tipo têm sido os grandes beneficiários do aumento da demanda por commodities (dã). Existem muitos benefícios para a economia da Austrália como ter tido em média 3,5% de crescimento nos últimos 15 anos e hoje tem uma das maiores rendas per capta do mundo, maior do que EUA, Canadá e Reino Unido. No entanto o modelo exportador australiano de mercadorias só é sustentável se a China mantém o seu ritmo, mas como eu mencionei acima o seu modelo não é sustentável no longo prazo, pelo menos a esta ritmo alucinado. No médio prazo vejo riscos e alguns obstáculos e crises devido a um risco enorme de desaceleração na China. Entretanto, a Austrália continuará a se beneficiar, desde que disponha de recursos debaixo da terra porque a demanda por recursos continuará no futuro (pontos I e J).
H) Atualmente a Austrália, devido a fatores como uma baixa taxa de desemprego e uma baixa taxa de juros, juntamente com o crescimento econômico nos últimos 15 anos, ela tem o mercado imobiliário mais caro do mundo medidos em relação entre o preco medio dos imoveis e a renda média. Esta em uma alarmante taxa de 7x. Também a sua moeda esta muito valorizado causada por muitas coisas como, aumento do preço do ouro, a alta diferenca de sua taxa de juros em relacao aos outros paises desenvolvidos (hoje o mais rentável carry trade AUD / USD). Então, se a China espirra Austrália vai pegar uma pneumonia e como o mercado esta inflado e altamente alavancado, em outras palavras endividado, ela corre o risco de uma crise homérica caso a China balançar.
I) Tentando agora colocar tudo junto, se isso é possível, porque a relação entre as coisas não são lineares. O modelo industrial exportador da China com crescimento de 9% ao ano da China não é sustentável, por causa dos pontos C.a. e C.b. e uma das soluções para sustentar o seu crescimento é se concentrar em seu mercado interno e não pode mais contar com um modelo de exportação industrial. Mas não pode fazê-lo rapidamente. Para conseguir tal feito a China necessidade precisa desvalorizar sua moeda ou deixá-lo flutuar, assim ela encontrará o seu equilíbrio. Isso permitirá o aumento do poder aquisitivo da população e a China pode reduzir o custo das importações e sua indústria pode se concentrar na demanda do mercado interno enorme que dá ainda mais prosperidade para a China que será, inevitavelmente, maior economia do mundo mais cedo do que a maioria pode pensar

J)E Finalmente, por último, mas não o menos importante. A sustentabilidade do meio ambiente do mundo está sob ameaça. Estamos assistindo ultimamente o preco dos commodities subindo rapidamente, devido ao aumento na demanda e que está causando ao mesmo tempo oportunidade de ganhar dinheiro neste mercado, bem como uma crise de recursos que vai ficar aqui por um tempo a menos que seja tratada com uma boa solução.

Resumindo o mundo esta esgotando seus recursos e as principal área de oportunidades e soluções são.

a. Petróleo / Energia. Estamos ficando sem petróleo, mas o grande problema é que já estamos viciados pelo “crack preto” e não podemos viver sem ele a menos que o mundo inteiro industrial mude drasticamente. A solução é criar um novo modelo  industrial, que é menos dependente ou totalmente independente do petróleo como um todo. Hoje o petróleo um a principal fonte de energia e matéria-prima de tudo o que consumimos (e.g. plástico). A boa notícia é que existem alternativas e os aumentos dos preços do petróleo só esta acelerando o processo de mudança.

b.Comida. O crescimento populacional e o aumento do padrão de vida nos países da Ásia e mercados emergentes é sempre crescente e tende a acelerar. Assim, a demanda por commodities agrícolas vai beneficiar quem tem terras agricultáveis. Assim que acho que países como Brasil, Rússia e EUA em boa posição neste cenário. Quem sabe finalmente Brasil, o celeiro do mundo.
c. Neste mesmo tópico a emergência de empresas inovadoras na área que eu chamo de tecnologia verde e eficiência será algo para assistir de perto.

Enfim esta são minhas crenças do Big Picture ou minha visão macro e neste cenário que vou procurar oportunidades de ganhar dinheiro em trade/investimento. Espero dar um zoom em áreas específicas quando achar oportuno, ou quando algo no cenário acontecer ou mudar.

1 Comment

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture, Vela's Beliefs

No que você acredita?

Estes dias, devido a um bate bapo em um forum sobre como operar no mercado. Alias um  muito bom que fica no Site Senhor Mercado.

Alguem perguntou se o livro do Van Tharp “Super Trader” era bom ou nao. Acabei dando la minha opiniao, mas o motivo que queria trazer isto a tona foi que resolvi re-ler o livro. E por sinal foi muito bom. O interessante sobre reler livros como este, sobre principios, é que com mais maturidade acaba-se absorvendo mais o livro. E foi o que aconteceu quando lida segunda vez.

O livro trata muito da parte psicologica, sendo a mais importante em trade na minha opiniao. Acho que trade é uma questão de habilidades emocionais.

Um dos exercicios do livro é fazer um inventario de crencas ou fazer uma lista do que acredita. No final das contas isto influenciara grandemente na parte psicologica, pois lhe dara convicção do que acredita.

A importancia disto tudo esta no FATO que nós, serer humanos, fazemos o que acreditamos NATURALMENTE sem hesitar. Da mesma forma que evitamos a qualquer custo, mesmo que inconscimentemente, aquilo que não acreditamos.

Neste contexto a definição de “verdade” é bem interessante, pois é qualquer coisa que voce realmente acredita.

Exemplo de creças.

“Sair na rua a noite depois das 10:30 é perigoso” = Verdade

“Sair na rua a noite depois das 10:30 NAO é perigoso” = Verdade

“Vender a descoberto é uma forma de especulacao descarada” =Verdade

“Vendar a descoberto eh uma forma de ganhar dinheiro quando o mercado cai”= Verdade

“Analise fundamentalista funciona melhor que analise tecnica” = Verdade

“Analise Tecnica é melhor que analise fundamentalistas” = Verdade

“Bolsa é um lugar perigoso de investir dinheiro” = Verdade

“Trading é um casino” = Verdade

“Ouro é um bom investimento”= Verdade

“Se voce tomar manga com leite voce vai morrer”=Verdade

Percebeu que crencas diametralmente opostas e crencas “nada a ver”  podem ser perfeitamente “verdade”, contanto que voce acredite. Todos nos, queiramos ou nao, seguimos nossas crencas.

As origens destas crenças vem desde que nos formamos como pessoa, no ambiente que vivemos, a escola que frequentamos, os amigos que fizemos, os nossos pais (oh boy), nossas experiencias da vida, os livros que lemos.

Por isso, as vezes evito Foruns de discussao sobre mercado na internet porque voce depara com um monte de cara que acha que sao os donos da “verdade” ou em outras palavras os caras querem fazer voce engolir a crença deles guela a baixo e isso nao leva a lugar nenhum.

Um dos objetivos deste blog é colocar aqui as minhas crencas e como elas me ajudam em desenvolver e melhorar o meu trade. A cada dia percebo que é a unica forma de melhorar o meu trade, pois como disse anteriormente faz me fazer as coisas de forma natural e com convicção. Tipo quando se esta desenvolvendo um sistema, tem que acreditar no sistema para seguir as regras.

Quando comecei minha jornada em trade eu adquiri muitas novas crenças que anulou velhas crencas que tinha sobre trade e mercado. Se leu os post sobre jornada verá que eu mudei de opinião sobre trade. E muito. Ainda estou nesta jornada, mas estou na fase mais de ajustes finos agora, pois acredito que o principal esta bem consolidado.

No principio da jornada eu praticamente estava cego e precisava de uma reforma radical das minhas crencas sobre trading e o mercado. Por exemplo, coisas que antes acreditava e nao estava me levando a lugar nenhum foram eliminadas ou jogadas no lixo e otras NOVAS crencas entraram no meu repertorio.

Apos a leitura do livro do Super Trader resolvi documentar minhas crencas e fazer o exercicio de forma seria.

Assim estou lançando uma nova série de posts chamada: Vela’s beliefs.

Vou cobrir os seguintes pontos

  1. Big Picture
  2. Trading
  3. Conceitos de trade
  4. Melhores traders e no que eles acreditam
  5. Quais os segredos de fazer dinheiro no mercado
  6. Analise técnica e fundamentalista
  7. Noticias e midia
  8. Outros….

Quais sao as suas crencas? Voce ja pensou nisto? Voce não faz ideia de quais são? Quais crenças estão atrapalhando o seu trading e quais estao ajudando ?

Aguarde a serie Vela’s Beliefs.

8 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, Vela's Beliefs