Category Archives: Vela’s Beliefs

Qual o seu tipo de Mentalidade?

Não vou falar de politica, vou falar de mentalidade.

Estou terminando a leitura de um interessante livro de psicologia.

Mindset: The New Psychology of Success de Carol Dweck.

O que me atraiu o livro foi o titulo que tinham as palavras mentalidade e sucesso e queria saber qual a relação de um com o outro.

Bem fascinante a teoria, entretanto uma vez a teoria explicada o livro praticamente aprofunda a tese em vários aspectos da vida e aproveito este rápido post para fazer um mini resumo do livro.

A autora divide o mundo em basicamente dois tipos de mentalidade.

A mentalidade FIXA e a mentalidade CRESCENTE.

As pessoas que tem a mentalidade fixa acreditam em que talentos são natos e que pessoas tem certa aptidão ou facilidade com algo e por isto que são brilhantes.

As pessoas que tem a mentalidade crescente acreditam que habilidades são adquiridas com esforço e o potencial de um indivíduo não é conhecido até ele se esforçar o máximo que puder.

Da pra perceber a mentalidade que o livro defende como sendo a mais saudável.

Se ainda não percebeu é a mentalidade crescente. As razões são várias, mas basicamente ela esta diretamente ligada a questão de se atingir sucesso e potencial pleno.

A mentalidade fixa como o próprio nome diz limita o indivíduo e em outras palavras até trava o crescimento. Um exemplo é alguém acreditar que tem talento para piano e que não tem para esportes. Ela então nem tenta esportes, pois acha que é perda de tempo, mesmo que goste de esportes. A limitação não para por ai. Mesmo que a pessoa goste e acredite que tenha facilidade por piano ela passa a se desinteressar pelo piano uma vez que ele fica MUITO difícil, pois a pessoa que tem a mentalidade fixa acredita que quando você tem aptidão a tarefa nunca pode ser considerado difícil.

A primeiro grande problema, então, de quem tem a mentalidade fixa é a tremenda dificuldade de lidar com fracasso e ter persistência perante a adversidade.

Já o indivíduo que tem a mentalidade crescente encara a vida com uma perspectiva BEM diferente, pois acredita que errar faz parte do processo de aprendizado e que para aprender algo que deseja exige esforço e muito esforço dependendo do nível de maestria que deseja no assunto.

Transportando esta teoria para a psicologia de trading isto faz todo sentido quando ao processo de aprendizado de trading. Caso tenha uma crença na mentalidade crescente sua atitude no aprendizado será bem diferente, pois saberá muito melhor lidar com as frustrações do processo. O interesse pelo assunto não será perdido caso o processo se torne árduo, entediante, massacrante, pois o desejo de ser bem sucedido está acima de qualquer adversidade. Quem tem a mentalidade fixa parte para outra, pois ou ela navega tranquilinho ou desiste no primeiro obstáculo.

No mundo dos esportes um exemplo clássico da mentalidade fixa é o tenista John Mcenroe famoso por ter o pavio curto e perder a cabeça. Ele tinha certa habilidade e inclusive foi numero 1 do mundo por cerca de quase 2 anos, até a ascensão de Ivan Lendl.

Source: http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2013/06/27/article-2350304-1A6279C0000005DC-170_306x423.jpg

Quando Mcenroe perdia ele sempre culpava alguém. O clima, o juiz de linha, a mãe a sogra, pois ele era talentoso e se tinha algo errado NÃO era com ele.

Como que acha que a mentalidade fixa afetaum trader? Foi estopado? Culpa do mercado!!!! Logo vai procurar no jornal uma desculpa porque o mercado “reverteu” pra média.

Agora olha um exemplo de um atleta clássico que tem a mentalidade crescente.

Michael Jornal ou Air Jordan. Ele era altamente competitivo e ainda considerado o melhor de todos os tempo no basquete.

Para ter uma ideia ele foi cortado do seu time de basquete do colegial. Ele desistiu? Tipo não era mais uma criança, mas quase um adulto. Após o corte passou a se esforçar muito mais e acreditar que sempre tinha que dar o melhor de si para ser o melhor sempre. Parecido até com um piloto de F1  que  conheço.

” By being a racing driver means you are racing with other people. And if you no longer go for a gap that exists, you are no longer a racing driver because we are competing, we are competing to win.” Ayrton Senna

Não precisa dizer qual mentalidade que recomendo. Então, se não tem a mentalidade crescente o que está esperando para muda-la?

Source: http://veja.abril.com.br/blog/acervo-digital/files/2010/03/ayrton-senna.jpg

 

 

 

4 Comments

Filed under Psicologia de Trading, Trading Plan, Vela's Beliefs

Trend Following – O BÁSICO

Vamos falar sobre o que interessa.

Estrategias de trading e lógico a que mais me interessa e na minha opinião a ÚNICA que funciona: Trend Following

Alias, segundo Ed Seykota não existe outra forma de fazer dinheiro no Mercado a não ser seguindo a tendência.

Por pura definição como é possível fazer dinheiro no Mercado se ele move contra sua posição?

Impossível.

Me prove o contrário.

Até mesmo a estrategia que chamam de reversão a média só é possível fazer dinheiro quando o preço retorna à media e naquele pedacinho o dinheiro é feito na tendência do preço, mesmo que vá “contra”a tendencia maior.

Tipo… parece obvio isto. Não? e é.

É só saber na direção que o Mercado esta indo e colocar o trade… ai você faz dinheiro. Simples assim? Não?

Não.

Não é simples assim e vou explicar porque.

A primeira verdade sobre trend following é a seguinte.

Só dá pra saber o tamanho de uma tendência quando ela termina.

Olhando para o gráfico depois que a tendência ocorreu fica FÁCIL de saber onde ela começa e onde ela termina. Até uma pessoa totalmente retardada mental consegue ver. Até uma ameba consegue.

Mas infelizmente ainda não inventaram a maquina do tempo.

E a pergunta que não quer calar?

Alias as perguntas.

Como eu sei que atualmente existe uma tendência?

Quando entrar e quando sair?

Han han han….

Da pra repetir? Num tava prestando atenção.

Sim isto mesmo meu caro. Como ainda não inventaram a maquina do tempo como que eu faço dinheiro com trend following?

Vamos dar um passo a trás.

A premissa de ouro do trading diz que “devemos deixar o lucro fluir e cortar as perdas rápido”

Isto eu falo no meu relatório de gerenciamento de risco. E você pode pegar um aqui, se assinar minha lista de e-mail. É grátis o.k.?

Enfim, a solução está ai. Para fazer dinheiro com trend following você precisa pegar uma tendência e deixar o lucro fluir o máximo que puder, cortando as perdas.

Mas como que faço em termos práticos?

Se quer um exemplo você pode ler aqui neste post ou…

Explicando aqui em outras palavras.

Primeiro você tem que definir, segundo o que você acha, o que é uma tendencia ou pelo menos o que parece assim parentar ser uma tendência.

Você pode usar inúmeros métodos de identificar tendencia. Por exemplo:

  •           Médias moveis
  •           Inclinação da média móvel
  •           Linhas de tendência
  •           Picos e vales crescentes (para cima) ou picos e vales decrescentes (para baixo)
  •           Suporte e Resistência
  •           Rompimento de congestão
  •           Rompimento de volatilidade

Assim, tendo claro a sua definição da existência de uma tendencia você pula nela sem exitar.

Entretanto, o problema de sistemas de tendencia é que cerca de 60 a 70% das vezes o que parece ser uma tendencia não é. A famosa tendencia Denorex. Parece mas não é. Se tem menos de 30 anos não sabe o que estou falando. 🙂 pode conferir aqui.

Então se prepara para os Whipsaw ou violinada.

Por isso, que tem que cortar as perdas LOGO, pois a maioria do que parecer ser uma tendencia não é. E como elas são poucas você precisa ficar nelas o MÁXIMO que puder.

Mas na dúvida você pula nela, coloca um stop e deixa o lucro fluir até ela entortar no final.

COMO?

Entortar no final?

Em outras palavras. Quando a tendência termina.

Sim agora você precisa definir o que você entende por entortar no final como uma regra e sai da tendência.

Como sei que ela entortou no final?

De novo você precisa definir segundo suas crenças quando que uma tendência acabou. Por exemplo

  •           Trailing stop
  •           Volatilidade
  •           Quebra de linha de tendencia
  •           Quebra de cogestão de preço na direção contrária
  •           E por ai vai (isto não é um método só pra deixar claro)

Agora um o “segredo”. Não conta pra ninguém. Psiiiiiiii.

Fazendo assim, o ganho que você faz quando entra e sai com lucro será que ser maior que as perdas quando é estopado.

Para finalizar e te ajudar com inspiração a desenvolver seu sistema as 6 coisas essenciais de fazer dinheiro com trend following que o Ed Seykota ensina.

  1. Surfe a tendência
  2. Corte as perdas
  3. Gerencie risco
  4.  Use stops
  5.  Siga seu sistema
  6. Ignore as notícias

Se tiver problema em decorar ouve esta musiquinha aqui. Ajuda na memorização

Abraço e até a próxima

Pedro A.K.A Vela.

Source: http://www.stock-trading-warrior.com/images/trend-following-01.gif

 

Leave a Comment

Filed under Psicologia de Trading, Trading Plan, Vela's Beliefs

Atualização e resultados da pesquisa

Setembro foi um mês excelente para o velaepavio.

 

Tivemos o recorde de acesso e leitores e ótimo feedback.

 

Mas para melhorar ainda mais e estimulá-lo a voltar para o site cada vez mais fizemos uma pequisa de opinião. Isto para que que o Vela seja cada vez mais útil para você. Se faz parte da lista você recebeu a pesquisa.

 

Muito obrigado para quem respondeu e para quem deu sugestões e falou o que pensa que devo fazer com o velaepavio.

 

Isto vai me dar mais direção com o que fazer daqui pra frente.

 

Continue comentando, perguntando e pedindo o que quer, isto é muito importante para me manter nos trilhos.

 

Assim, gostaria de compartilhar com vocês os resultados da pesquisa.

 

Foram 7 perguntas e os resultados foram

 

  1. Quando você acessa o velaepavio.com o que você está procurando aprender?

 

Answer Choices Responses
Metodologias de trading 65.79%
Análise técnica 31.58%
Jornada e confissões de um trader 28.95%
Trend Following 50.00%
Motivação e desenvolvimento pessoal 39.47%
Psicologia de trading 65.79%
Análise macroeonomica 13.16%
Sistemas de trading 65.79%
Gerenciamento de risco 50.00%

 

 

  1. Qual a sua principal frustração no seu desenvolvimento como trader
Answer Choices Responses
Não ser lucrativo 20.59%
Dificuldade em desenvolver um sistema e metodologia própria 52.94%
Não seguir meu sistema 11.76%
Não entender a analise técnica 0.00%
Não saber lidar com a perda de dinheiro 0.00%
Falta de dinheiro para operar 14.71%
Não entender análise fundamentalista 0.00%
Não saber gerenciar risco 0.00%
Total

 

 

  1. Gostaria de ver novos formatos de mídia no blog?

 

Answer Choices Responses
Texto somente 10.53%
Texto e video 47.37%
Texto e audio (podcast) 5.26%
Video somente 0.00%
Audio somente 0.00%
Todas as midias 36.84%

 

  1. Estou planejando desenvolver mais produtos e gostaria de saber quais assuntos abaixo tem mais urgência

 

Answer Choices Responses
Educação financeira. Como ganhar mais e guardar mais dinheiro 2.70%
Desenvolver sistemas no amibroker (programa de backtesting) 37.84%
Psicologia 13.51%
Gerencialmento de risco e tamanho da posição 8.11%
Técnicas de entrada e saída 35.14%
Análise macroeconomica 2.70%
Total

 

  1. Qual o formato que gostaria o novo produto

 

Answer Choices Responses
Texto 35.14%
Video aula 62.16%
Audio 2.70%
Total

 

  1. Gostaria de receber uma notificação quando um novo produto for lancado, seja final ou versao beta?

 

Answer Choices Responses
Sim 97.37%
Não 2.63%

 

  1. Gostaria de deixar aqui um espaço livre para alguma sugestão ou feedback para mim. Por favor seja o mais honesto possível. Pode criticar e elogiar a vontade. Pense o que eu poderia fazer mais e o que deveria parar de fazer.

 

Esta foi uma pergunta livre, então alguns responderam e outros não, e estou levando em consideração cada comentário para satisfazer a maioria.

Emfim baseado nestes resultados os proximos passos são:

 

Começar a preparação do novo e-Book que sera sobre Como usar o Amibroker para Desenvolver Sistemas de Trading e um dos sub conteúdos é ter exemplos de sistemas e técnicas de entrada e saída e como programar isto no Amibroker.

Sobre o conteúdo do blog eu quero  focar mais os assuntos nos resultados da pesquisa, assim,  balancear os posts entre Metodologias de Trading, Sistemas de Trading e Psicologia que são os assuntos mais demandados . Em segundo lugar falar também sobre gerenciamento de risco e Trend Following. Acho que isto é algo dinâmico que pode mudar a medida que vou postando e tenho comentários e feedback dos leitores.

Quero começar a fazer videos, algo que estou querendo fazer há tempo e será um desafio pra mim, pois é algo que demanda mais tempo e preparo e terei que me desenvolver na linguagem falada o que é bom para meu próprio desenvolvimento pessoal. Eu particularmente prefiro ouvir um vídeo ou podcast do que ler um artigo e acho que a maioria é assim, mais visual e principalmente com trading as vezes é melhor e mais palpável mostrar um gráfico, formula ou planilha ao invés de só escrever.

Sobre o meu progresso pessoal eu estou ainda terminando minha certificação para Financial Advisor na Austrália e fazendo alguns contatos no mercado. Desde a última atualização eu passei na última prova sobre securites e managed investments que pra mim foi a mais fácil de todas :). Agora tenho que ainda entregar dois trabalhos. Já estou na metade de um e espero que em mais um mês terminar isto tudo e assim me dedicar mais tempo para o Vela.

Se ainda não respondeu a pesquisa e gostaria de dar a sua opinião aqui esta o link.

E como sempre estou aberto para sugestões e feedback é só me mandar um email ou comentar aqui no blog

Abraço

Pedro, A.K.A. Vela.

 

2 Comments

Filed under Independencia Financeira, Jornada, Psicologia de Trading, The Big Picture, Trading Plan, Vela's Beliefs

O que é a verdade?

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertara” João 8:32

O objetivo deste post é que ele seja absolutamente prático e longe de ser um lugar para discutir existencialismo.

Cada vez mais quero fazer você pensar e mostrar quais os passos necessários para atingir seus objetivos em trading e outras áreas de sua vida que queira aprimorar ao invés de pirar o cabeção e não tomar nenhuma iniciativa.

Como sempre foi o objetivo do blog registrar o meu aprendizado e assim você aprender junto e aquilo que tenho aplicado e funcionado comigo.

Acredito que a vida de cada pessoa é uma jornada diferente e não quero que você copie o que faço aqui, mas que a minha experiência sirva de inspiração para encontrar e ouvir a sua própria voz interna.

Falando em experiência, este é o ponto que queria enfatizar aqui e tem tudo a ver com a citação acima.

O meu entendimento deste princípio coloca o foco na palavra CONHECER. Isto quer dizer ter contato consciente com a “verdade”

Eu ficava intrigado quando eu li isto. Isto porque, não estava claro para mim o que era a verdade e o que não era, mas a sacada é que o contato com sua própria experiencia é que te liberta.

A verdade em si é aquilo que sabe da existência com 100% de certeza e a única forma de se libertar é através do conhecimento já adquirido que com sua curiosidade. Assim, evoluir a outras camadas de conhecimento, mas o processo é de experiência em experiência.

Não adianta alguém tentar comprovar por A + B sobre uma crença. Se pessoalmente você não tiver uma experiência a crença não te libertará e muitas vezes ela pode te aprisionar se não foi criada através de um processo independente e experimental.

A palavra do original do texto em grego é ginosko = conhecer

Esta palavra é utilizada no mesmo contexto de fazer sexo. Quando um homem e uma mulher se conhecem (ginosko) ou tem um contato intimo.

Com o aprendizado de trading é a mesma coisa.

No começo eu tinha várias crenças sobre o Mercado que achava que eram verdades úteis e libertadoras, mas ai pela experiência e o contato intimo que fui me libertando das idéias inúteis e passei a adotar ideias que eram úteis e práticas para mim devido a experiência e análise prática delas.

Buckminster Fuller, que foi um dos inventores mais importantes do século 20 e alguns o consideram um Leonardo Da Vinci teve todo seu conhecimento baseado em sua experiência e curiosidade.

Resumindo sua historia, quando tinha 32 anos ele já tinha sido expulso de Harvard duas vezes, estava totalmente falido, tinha tentado várias empresas e quebrado e perdido dinheiro de amigos e familiares, estava totalmente humilhado e sua filha tinha acabado de morrer, então ele foi pular da ponte com o objetivo de se matar.

Ai ele teve aquele momento de epifania e percebeu que a vida dele não lhe pertencia, mas ao Universo e ele fez uma promessa para ele mesmo que ele nunca mais iria se preocupar em ganhar o pão , mas ele ia se comprometer de corpo e alma para a sustentação da eterna regeneração do Universo. Parece complicado, mas isto podemos discutir em um post específico. Ele cumpriu esta promessa sendo um inventor experimental e estudioso do universo.

O resto é história. Ele escreveu cerca de 30 livros, registrou mais de 20 patentes, inventou coisas impressionantes como o Geodesic Dome. Se já foi para a Disney no Epicot Center sabe o que estou te falando. Ele recebeu inúmeros títulos honorários de doutor nas melhores faculdades do mundo.

Assim, com sua filosofia de conhecer a verdade por experimentação funcionou e acredito que ele se libertou e segundo ele os recursos simplesmente apareciam quanto mais ele se comprometia com sua promessa de experimentar o que a sua intuição lhe falava. Ele ouvia a voz interna e por tentativa e erro chegou longe.

Enfim, quero que esqueça que existe uma verdade absoluta, um sistema certo ou errado. Crie seu senso de pensamento independente por experimentação.

Confie somente naquilo que você verificou com sua própria experiência, pois você só pode partir de onde você já sabe com 100% de certeza e ai de descoberta em descoberta, tentativa em tentativa você chega lá. Seja onde lá for.

Para terminar fica aqui 4 citações do Buckminster Fuller para te inspirar.

“I’m not a genius. I’m just a tremendous bundle of experience.”

“Everything you’ve learned in school as “obvious” becomes less and less obvious as you begin to study the universe. For example, there are no solids in the universe. There’s not even a suggestion of a solid. There are no absolute continuums. There are no surfaces. There are no straight lines.”

“Everyone is born a genius, but the process of living de-geniuses them.”
“I’m not trying to counsel any of you to do anything really special except dare to think. And to dare to go with the truth. And to dare to really love completely.”

― R. Buckminster Fuller

Não se acomode, experimente, viva, ouça a sua intuição e coloque-a a teste.

Até mais

Vela

Source: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/77/G%C3%A9ode_V_3_1.gif

2 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, Vela's Beliefs

Como Conseguir o que quiser na vida

“You can do anything in your life, but not everything” Jim Rogers

“The definition of insanity is doing the same thing over and over and expecting different results.” Albert Einstein

 

Em menos de mil palavras aqui eu coloco o meu desafio em explicar pra você como conseguir o que quiser na vida.

Sim qualquer coisa que desejar. 🙂

Muitas vezes eu falhei na vida tentando conseguir o que “queria” até que um dia eu tive uma revelação surpreendente.

Eu estava focando nos meus resultados.

Isto mesmo, focando nos resultados eu estava só aumentando minha frustração e nunca atingindo meus objetivos.

A minha grande revelação foi que a unica forma de conseguir os resultados que eu quisesse era NÃO FOCAR nos resultados.

Porque focar nos resultados é perda de tempo e não funciona?

Porque os resultados é a parte do seu objetivo que você NÃO tem CONTROLE e eu queria ter total controle em conseguir o que quisesse.

Então, se não sou capaz que controlar os resultados que quero como que vou conseguir o que quero?

Simples. Você precise focar no seu comportamento que produz o resultado e não no resultado em si.

 Comportamento = Resultado

A diferença é que o lado direito da equação não esta sob o seu controle e o lado esquerdo potencialmente está 100% sob o seu controle.

Como então que gero os comportamentos que vão me dar os resultados que eu quero?

Espera… antes tem um primeiro passo e isto se faz de traz pra frente.

Primeiramente você precisa identifica os resultados que quer, então pode começar uma pesquisa de qual/quais o(s) comportamento(s) necessário(s) para produzir o resultado que quer.

Esta ciência se chama MODELAGEM.

Vou dar um exemplo pessoal.

Eu queria perder peso de forma permanente e principalmente massa de gordura do meu corpo para menos de 15% do meu peso. Sempre tive problema de baixar meu peso abaixo de 80Kg e muito menos a massa de gordura que estava estagnada em 25%.

Eu corria pra caramba e tentava reduzir a comida e para minha frustração eu olhava na balança, i.e. resultados, e não conseguia ir muito abaixo dos 80 kg. Eu me pesava todo dia e NADA… Eu fazia gráfico do meu progresso que sempre chegava em um ponto que eu estagnava e ai eu desistia e acabava voltando a minha vida ao meu ritmo “normal” e meu peso voltava a 85 Kg para minha frustração. Ok! nasci pra ser gordinho mesmo.

Até que então eu comecei a pesquisar esta parada de desenvolvimento pessoal e psicologia devido a minha frustração com meu trading. Assim, comecei a modelar o comportamento para quem quer ser mais esbelto e rasgado, sarado. Tipo virar um pão.

Li alguns livros

Comprei alguns eBooks no assunto.

Montei um plano baseado no que aprendi

Quando eu fiz isto eu montei um plano que tivesse total alinhamento com o estilo de vida que queria e lógico um plano que pudesse me comprometer 100% com ele para o resto da minha vida.

Sem querer entrar em detalhes aqui estão os resultados que estou obtendo com este plano.

Comportamento e Resultado

Meus resultados

 

A receitinha que achei que funciona pra mim é:

–          Cortar 100% do C.R.A.P Carbs (carboidratos), Refined Sugar (açúcar refinado), Alcohol (biriba) and Process Food (comida processada).ESTA É A PARTE MAIS IMPORTANTE e se quiser ajuda nesta parte acesse aqui

–          Ir na academia 3x por semana por 40 min (incluindo aquecimento, treino e alongamento).

–          Ter uma dieta disciplinada com macro nutrientes de 40% Carboidratos, 40% proteína e 20% gordura

–          Ter um dia livre pra comer UMA refeição o que quiser. Por incrível que pareca isto ajuda a perder gordura, mas isto posso explicar em um outro post.

Eu parei de me pesar, mas a cada 4 a 6 semanas eu fazia uma avaliação (foto acima) na academia de como estava indo com o meu progresso.

Os resultados eram CERTOS e eu só precisava focar no Comportamento ou PROCESSO.

Os resultados eu só uso como um sistema de feedback para mudar algo no meu processo ou plano caso os resultados não reflitam a minha intenção.

 “Na vida nao existe sucesso e fracasso somente feedback” Van Tharp

Parece simples.

Então, porque tem um monte de gente fora de forma que não consegue se controlar?

Se é tão fácil assim ficar com o corpo igual do Cristiano Ronaldo, porque a maioria não tem barriga tanquinho?

Source: http://metrouk2.files.wordpress.com/2014/01/ay_35932740.jpg

 

Resposta: Mentalidade ou em outras palavras psicologia.

A mesma coisa funciona para trading.

O conteúdo deste Blog te da todos os elementos necessários para ser o melhor trader que você pode ser, entretanto você tem que estar disposto a desenvolver um plano que tem a TUDO a ver com você e SEGUIR A P*&*&^ DO PLANO sem hesitar.

Mas se a sua mentalidade nao estiver alinhada aos resultados que o plano vai produzir, então simplemente será incapaz de executá-lo

Caramba então tudo esta perdido pra mim? F@*&U?

Como que posso solucionar esta parte da mentalidade?

Simples 🙂

Você precisa entender como que a mente humana funciona e uma vez que descobrir e desvendar seus mistérios o céu é o limite, ou melhor, a sua própria mente.

Mas isto é assunto para um outro post

10 Comments

Filed under Psicologia de Trading, Trading Plan, Vela's Beliefs

15 coisas que minha mãe me ensinou

“There are many ways to enlarge your child world. Love of books is the best of all” Jacqueline Kennedy Onassis

Esta semana é dia das mães no mundo todo, pelo menos na maioria dos países, pois isto varia de pais para pais.  🙂

Ano passado eu escrevi um blog post nos dias dos pais e isto me inspirou para escrever um blog post sobre as coisas que minha mãe me ensinou.

Acho que este é um exercício que todos nos devemos fazer como parte da sabedoria da cultura judaico-crista “Honra o teu pai e tua mãe”, que eu explico no post sobre o meu pai.

Sem maiores delongas aqui vai a lista das coisas que  minha mãe me ensinou.

1.       Higiene: Sim foi ela que me ensinou a tomar banho. Não aquele banho de gato onde saímos molhados e cheios de cascão. NÃO! Aquele banho que temos que limpar cada pedacinho do corpo principalmente onde o cascão se forma como canela, atrás da orelha e etc. Assim como escovar os dentes fazendo os movimentos circulares e etc. Hoje sou grato que minha conta de dentista é bem baixa já que nunca tive uma carie na vida e eu posso pegar o ônibus as 6 da tarde lotado sem que as pessoas precisar usar mascara de gás.

2.       Alimentação saudável: Minha mãe sempre me preocupou com a boa alimentação e lia todo livro e revista e novidade sobre o assunto, pois naquela época não tinha internet. E não tinha acordo em casa. Ou comia a salada ou depois tomava um suco de clorofila batido com suco de laranja natural espremido na hora. Em casa não tinha refrigerante na dispensa e era só no domingo a noite com uma pizza. É ISTO. De segunda a sábado era arroz, feijão, verdura, salada e suco e fruta de sobremesa. Quando comprava chocolate a oferta era minuciosamente controlada. Ela conseguia esconder, não sei onde, o saco de 1kg de Sonho de Valsa e dar gradualmente um para cada filho comer quando conveniente. Lógico depois de ter tomado o suco de clorofila

3.       Personalidade agradável: Uma coisa que minha mãe pegava no pé eram boas maneiras como cumprimentar na chegada e na saída TODAS as visitas UMA POR UMA em casa e quando íamos na casa de alguém. E importante que o detalhe que tinha que ser de mão firme e olhando no olho. Outros tratos de personalidade agradável como ouvir quando alguém esta falando e NUNCA!!!!!! Cortar alguém na conversa interrompendo. Bom isto deve ter me salvado em entrevistas de emprego. Obrigado mãe.

4.      Oração e Coração Grato: Importante que sempre enfatizou ser eternamente gratos por tudo que temos, mesmo que sempre em casa teve tudo em abundancia e nunca faltou nada, mas mesmo assim ATE HOJE ela enfatiza isto que oração e gratitude é primordial emu ma vida de paz consigo mesmo e com Deus.

5.       Abundancia: A palavra aqui seria ter sempre fartura de tudo, mas ao mesmo tempo ter uma intolerância contra desperdício. Aprendi com ela este equilíbrio e não ser mesquinho em nada e dar para os outros, divider que no fim Deus multiplica o pao.

6.       Respeito aos mais velhos: Aprendi sempre a ser cortês com os mais velhos, abrir a porta, oferecer para carregar a sacola da feira e sempre se colocar a disposição dos mais velhos.

7.       Igualdade: Outra coisa que dou credito a minha mãe é que todos são iguais e merecem tratamento igual não importa o grau de instrução ou a classe social que a pessoa é. Sempre tratar com respeito do mais pobre simples ao mais rico e importante indiferente do seu interesse pessoal

8.       Generosidade: Aprendi a ser generoso através dela sendo generosa com os filhos sempre buscando um equilíbrio do mimo e querer o melhor para os filhos. Assim como ser generoso e abundante que complementa o ponto sobre abundancia (5).

9.       Bom gosto: Esta não é uma coisa que não só aprendi como admiro da minha mãe que ela tem excelente bom gosto ao se vestir, na decoração e na escolha das cores. Gracas a Deus minha mãe não é BREGA e isto eu aprendi com ela. Ela tem uma finesse de sangue.

10.   Etiqueta: O livro da Danusa Leao em casa tinha orelha e todos sabíamos todas as regras de trás para frente e a última coisa que minha mãe queria que a família fosse mal educada e tachada como  “sem modos”. Aqui uma complementação do ponto 3.

11.   Fazer listas: Não tem nada mais satisfatório do que uma “to do list”. Ter aquela sensação de dever cumprido e certamente minha mãe me inspirou em ler livros como o clássico How to Get Things Done de David Alen. Nada mais nada menos do que método avançado de como fazer e executar uma lista de afazeres.

12.   Persistência e buscar os sonhos: Eu tive alguns sonhos na vida e quis buscar e confesso que minha mãe sempre me incentivou a ser o melhor em qualquer área que escolhesse custo o que custasse e tudo que estivesse ao seu alcance ela fez para me apoiar. Lembro isto na época de vestibular e todas as conquistas relacionadas a profissão e educação.

13.   Atenção a detalhes: Ligado ao ponto 3 reconheço a insistência da minha mãe em prestarmos 100% de atenção quando alguém pedisse ou desse alguma instrução. Cada vez que esquecia alguma coisa era um sermão. Valeu a pena mamãe aprendi a lição. Tarefa dada e tarefa executada nos mínimos detalhes.

14.   Humildade: Isto não tem nada a ver com baixa estima, mas uma coisa que aprendi foi sempre nunca achar ser melhor do que alguém, entretanto manter a confiança interna e a auto estima e o valor próprio, sabendo que a sabedoria vem de Deus.

15.   Leitura: Sempre minha mãe manteve a biblioteca da casa cheia de livros desde que somos pequenos, não só em português, mas em francês, na sua tentativa que aprendêssemos por osmose :). Eu gostava das figures dos livros franceses e até que um dia me matriculei na aliança francesa e hoje arranho o idioma. Quem sabe tudo começou com aquele livrinho de pássaros em francês? Eu sabia que minha mãe tinha a sensibilidade das família Kennedy e Onassis.

No final consegui achar pelo menos 15 coisas positivas que minha mãe me ensinou e assim como com o meu pai eu sou muito sortudo pelos pais que tenho.

scan0008

minha mãe, meu irmão e eu (o mais novo)

Feliz dia das mães

Abraco

Pedro, A.K.A. Vela.

 

Leave a Comment

Filed under Jornada, Reflexão, Uncategorized, Vela's Beliefs

Market Wizard – Michael Marcus

“The most important question a person can ask is, “Is the Universe a friendly place?” – Albert Einstein

Sem sombra de dúvida o livro que me deixou paralisado foi Market Wizard de Jack Schwager.

Livro recomendado na lista do Trade Your Way to Financial Freedom do Van Tharp.

O livro é uma coletanea de entrevista dos melhores traders do mundo. Pessoas reais que são considerado magos do mercado devido aos ganhos percentuais absurdos.

Até então eu só acreditava que seria possível atingir retornos de 10 a 12% ao ano consistentemente com uma estrategia buy and hold, comprando ações e se descontar a inflação este ganho chega a ser de apenas um digito.

Então quando leio Market Wizard percebe-se que existem traders, pessoas reais, que transformaram quantias como $400 em $200,000,000 ou $5,000 em $12,000,000. Ganhos consistentes de mais de 100% ao ano em um período de mais de 10 anos. Pessoas que fizeram fortunas e perderam fortunar no mercado.

Se ainda não leu o livro. POR FAVOR LEIA. É o livro mais importante para formar o seu estilo de trading.

Neste tom que queria lançar uma série de posts sobre os Markets Wizards para revisitar os meus Market Wizards preferidos. São traders que procuro adotar um pequeno aspecto deles que sintonizam com minha personalidade.

Hoje começo por Michael Marcus e coloco aqui os meus insights ao re-ler sua entrevista esta semana.

 Michael Marcus começou sua carreira com uma analista de commodities numa corretora de valores e já desenvolveu aquele gosto pelo mercado, entretanto nos primeiros anos como trader so tomou porrada. Perdeu muito dinheiro e quebrou umas 3 vezes, emprestou dinheiro da vó, da mãe e a herança do pai… TORROU TUDO operando no mercado.

Michael Marcus. Fonte: Wikipedia

O problema de Marcus no começo não era acertar o trade, mas na execução e no gerenciamento de risco. Ele tinha um bom tino para o negócio e conseguia operar $2,000 e fazer virar $30,000 ou $50,000 com boas chamadas de mercado, mas depois o dinheiro evaporava na fumaça com cagadas homéricas.

Até que um dia encontrou um cara chamado Ed Seykota que deu umas “dicas”sobre gerenciamento de risco.

A vida de Michael Marcus começou a mudar pra melhor e ele começou a perder menos.

Mas o ponto baixo da carreira de Marcus foi quando ele estava operando soja na década de 70 e resolveu sair da posição, tomando o lucro muito cedo.

Entretanto, o seu amigo, Ed Seykota, que era um trend follower continuou no trade. Cada dia que passava o preço da soja indo pro espaço. Michael Marcus começou a querer literalmente se matar. A cada dia que chegava no trabalho a primeira coisa era entrar no escritório do Ed… O que? Ed estava firme na posição, pois o mercado estava subindo.

Acabou que Marcus ficou TÃO mal que acabou tomando um remédio “tarja preta” que nem foi trabalhar um dia. Até que finalmente a soja parou de subir e a tendencia reverteu e o Ed tomou o lucro absurdamente grande no trade.

A partir deste dia Marcus nunca mais foi o mesmo até hoje é considerado um dos traders mais bem sucedidos da Commodities Corporation que acabou sendo comprado pelo Goldman Sachs em 1997.

Chegou um ponto que os lucros de Michael Marcus era maior que a soma de todos os outros traders somados. Ele competia com caras como Ed Seykota, Paul Tudor Jones, Bruce Kovner, dentre outros. Não necessariamente todos contemporâneos, mas esta era o calibre dos traders da Commodities Corporation.

Agora queria colocar aqui os meus highlights da entrevista que toca fundo no meu coração.

Alinhamento de Fundamentos, Analise Técnica e Sentimento: O estilo de Marcus consistia em encher a mão de ganhar dinheiro quando conseguia alinhar estes três aspectos. Isto indica que Marcus era um trader rules based discretionary. Segundo ele, se ele operasse somente estes poucos trades ULTRA selecionados ele teria feito muito mais dinheiro. Entretanto, como ele gostava de operar ele acabava perdendo dinheiro nos trader em geral, pois ele sabia que não dava em nada e que nem precisava operar e só fazia pelo vício mesmo.

Tamanho da posição: Sabendo da vulnerabilidade e da importância do gerenciamento de risco Marcus apostava bem pouco em trades corriqueiros de vício, mas nos que tudo alinhava ele enchia a mão e colocava uma posição GIGANTE, mas nunca ultrapassava a quantia de 5% do capital total.

Sempre alerta para o inesperado: Marcus desenvolveu um senso muito preciso com relação ao mercado e muitas vezes quando o mercado mexia de uma forma estranha ele preferia sair da posição e depois tentar entender o porque.

Conhecimento de si mesmo: Michael era um excelente trader, mas não tão bom investidor. Ganhou milhões operando, mas perdeu muito investindo em imóveis, comprando aviões particulares e negócios que quebraram. Com o tempo ele reconheceu isto e focou no trading e parou de investir em ativos que não entendia. Acho isto um importante aspecto de conhecer a si mesmo.

Intuição: Um aspecto que se desenvolveu depois de muito tempo operando. Acredita ser bem importante e que todo trader profissional tem. Além disto não só intuição, mas coragem, vontade de vencer, falhar, tentar e continuar tentando quando a coisa está apertada.

Usar STOPS: ESSENCIAL. Se não tem stop ele nem coloca o trade.

Melhor conselho que pode dar a um iniciante: Deixar o lucro fluir e cortar as perdas, pois a única forma de pagar pelo prejuízo que faz no mercado é deixando o lucro fluir.

Hobby: Apesar de trading exigir extrema dedicação, paixão, tempo e concentração, para ser bem sucedido, é necessário se divertir fora do mercado também. Ter um hobby e se divertir com outros aspectos da vida.

Perdas consecutivas: Quando ocorrer a melhor coisa a fazer é diminuir o tamanho da posição e em alguns casos extremos dar um tempo no mercado. Ele mesmo já chegou a ficar 3 a 4 semanas sem operar depois de grandes porradas que levou no mercado.

FX: Operou FX no início da carreira, mas hoje o mercado, segundo ele, está muito manipulado por banco centrais. Deve levar-se em consideração que o livro foi publicado em 1992.

Trend Following: Acredita que apesar de ter sido ÓTIMO ser um trend follower de longo prazo em commodities na década de 1970 acredita que a estratégia esta fadada a tomar muita violinada e só funciona em casos extremos de desbalanceamento de oferta e de demanda. Mesmo ponto a considerar que o mercado sempre muda. Acredito ainda ser válido este comentário, pois trend following tem tomado muita porrada ultimamente. Digo nos últimos 3 anos. Tem sido MUITO difícil e muitos operadores estão esperando um novo período inflacionário para voltar a fazer fortunas nos mercados, como foi “fácil” em 1970.

Small Caps: No momento da entrevista Marcus tem operado mais ações de empresas de pequeno e médio porte, pois segundo ele não são operadas pelos grandes fundos e não recebem muita atenção da mídia, fazendo mais “fácil” operar o comportamento do preço.

Espiritualidade: Pelo menos minha interpretação foi que Marcus passava por um momento mais ZEN e que tem buscado estudar mais sobre espiritualidade e até citou Einstein sobre questionar se o Universo é um lugar amigável.

Enfim, fica aqui minha impressão e as lições deixadas por Michael Marcus. O próximo post será de Bruce Kovner que hoje é um cara que vale mais de 4.3 Bi de dólares e era pupilo de Marcus no início de carreira.

10 Comments

Filed under Biblioteca, Jornada, Psicologia de Trading, Vela's Beliefs

Quando saber se está muito ambicioso?

 “At the age of six I wanted to be a cook. At seven I wanted to be Napoleon. And my ambition has been growing steadily ever since.” ― Salvador Dalí

James Altucher, o meu blogger favorito  e um cara que me inspira muito, pois ele incorpora vários aspectos que gosto e quero sempre desenvolver em mim que é especulação financeira, investimento, empreendedorismo e desenvolvimento pessoal.

Um dos blog posts que achei mais interessante foi quando falou sobre “Quando saber se a ideia que almeja atingir é muito alta ou até mesmo impossível de atingir?

Quero que todo o crédito da ideia seja dada ao James, mas achei interessante passar este conceito para os leitores do velaepavio.com

A resposta para a pergunta é muito simples.

Se você sabe qual o próximo passo a ser tomado nada é muito ambicioso.

Pronto! Isto é tudo que precisa saber para atingir qualquer coisa na sua vida, não importa o quão absurdo ou alto seja o seu alvo ou objetivo.

Um exemplo simples é se está com sede e quer um copo d’água.

É um objetivo muito alto?

Logico que não, porque é algo que sabe qual o próximo passo a tomar. Você pode ir a cozinha e pegar você mesmo ou aproveitar a carona de alguém que está indo em direção a cozinha e delegar a tarefa.

Agora pensando outros objetivos um pouco mais altos. 🙂

Por exemplo.

O Richard Branson quando pensou em entrar no mercado de aviação comercial.

Isto era muito alto pra ele? Não. Porquê?

Por que ele sabia qual o próximo passo a ser dado.

O que ele fez?

Simples. Ele ligou para a sede da Boeing em Seattle e marcou uma reunião para saber quanto custava fazer um leasing de uma aeronave para fazer um teste e certificar se o negócio dava liga.

Pronto o cara fundou a Virgin Atlantic.

As vezes uma pessoa pra chegar neste nível precisa de um pouco de experiencia e persistência, e ter fundado uma das gravadoras mais bem sucedidas do mundo, mas de qualquer forma este nível é atingido dando pequenos passos.

Outro exemplo.

Se quer ser um trader lucrativo.

Qual o próximo passo?

NÃO SEI… hummm Daaaaannnn

Então é um objetivo muito difícil, pensa em outra coisa.

Alternativamente, você pode pensar em qual o próximo passo. Simples assim.

Ler um livro por exemplo?

Sempre pense no passo mais fácil primeiro e depois no próximo mais difícil.

Por exemplo, quero ser presidente do Brasil.

hummm hummm próximo passo.

Abrir um partido político…?

Se afiliar a um partido?

Me candidatar a vereador?

Me candidatar a prefeito?

Me candidatar a Presidente? YAY !

Meu conselho é sempre começar com o passo mais próximo e mais fácil e depois pensar no próximo passo, e depois no próximo e depois…

Os passos são muito importantes, mas a coisa mais importante é definir o que quer da vida e começar a DAR os passos.

É igual na academia. Você não vai levantar 100 quilos no supino no primeiro dia.

Começa com o mais fácil e ai com o tempo e persistência chega nos 100 quilos e ai vai parecer que esta levantando papel.

Cada passo que dá em direção a sua ambição você chega mais perto do seu sonho entende mais do assunto, faz networking com pessoas que já fazem o que quer fazer, testa conceitos novos, erra e aprende sempre.

 David and Goliath

 

 

 

2 Comments

Filed under Jornada, Reflexão, Uncategorized, Vela's Beliefs

Guia Completo de Backtest segunda edição

PLATINUM

É com muito orgulho que lanço a segunda edição do Guia completo de Backtest.

 Uma revisão completa do estilo de português feita com o auxílio do meu amigo e trader Thomaz Senna, ficando ainda mais clara a linguagem. Moro na Austrália já há mais de sete anos e com minha leitura toda em inglês preciso de alguém para adaptar a linguagem para o português de mercado atual.

Ele também escreveu uma apresentação para o livro que eu vou publicar aqui como um blog post convidado, abaixo.

Para saber sobre o lançamento aqui vai o link para a nova pagina de vendas e analise os pacotes especiais que preparei para quem ainda não comprou.

Inclui novidades como o código do sistema que testei no Amibroker e a planilha de gerenciamento de risco.

Sem mais aqui vai a apresentação da segunda edição do Guia Completo de Backtest.

 

É natural falar em bolsa de valores e logo pensar em muito dinheiro e em ficar milionário, só que não é comum ficar milionário da noite para o dia operando na bolsa, é possível sim prosperar, e prosperar é um processo cuidadoso, que requer disciplina e tempo. Os profissionais que operam ações e derivativos entendem que esse é apenas um ofício, não um bilhete de loteria, mas é muito comum aqui no Brasil as pessoas “investirem em ações” esperando um retorno de grandes quantias, e raramente pensam na hipótese das ações irem no sentido contrário do seu investimento. Normalmente investimos em algo a longo prazo que tem grandes chances de aumentar de valor, tradicionalmente imóveis são bons investimentos de longo prazo, pois não é comum ver oscilações que reduzem o preço de um imóvel a 50% do seu valor e depois elevam apenas 10% e assim permanecem por um longo período; já as ações tem esse comportamento com muita frequência, entre períodos de semanas até poucos meses, oscilando até mais da metade do seu valor em determinado instante. Esse é apenas um dos diversos argumentos que demonstram os motivos de não se investir em ações a longo prazo sem uma gestão de risco e regras de quando se deve entrar e sair do mercado, pois assim como suas ações podem subir 80% elas podem descer 90%, com as mesmas chances, e com muita rapidez. Por isso, operar ações é uma opção mais lúcida, porém requer muito estudo e disciplina, já que não existe ninguém que vá te impedir de montar um trade absurdo, como comprar no topo de uma forte alta com vários indícios técnicos de que esse ativo deve começar a se desvalorizar.

Conheci o Pedro, ou melhor, o “Vela” fazendo buscas no google sobre psicologia de trader e gestão financeira, entre outros assuntos de traders bastante negligenciados pela maioria dos brasileiros. Vi no seu blog uma oportunidade de aprimorar os meus conhecimentos sobre essa profissão tão complexa que é ser trader. Como não temos aqui no Brasil muitos livros sérios sobre o assunto, me senti muito feliz quando tomei conhecimento de livros excelentes de autores “gringos” através do blog do “Vela”, além de formidáveis posts que me pouparam horas de leitura de alguns livros, outros posts me fizeram querer devorar certos livros. Uma vez li em um livro sobre trading que um bom autor de livro sempre coloca a bibliografia usada para criar o seu próprio livro, isso porque ninguém consegue formular uma ideia totalmente sua, sem aproveitar nenhuma ideia de terceiros, e aqui nesse e-book tivemos no final dele a recomendação de alguns dos principais livros que fizeram do Vela quem ele é hoje.  Quando ele me falou por e-mail que ia lançar um e-book queria ter o prazer de comprá-lo, hoje tive o prazer e a confiança de revisar o seu e-book, afinal quem acompanha o blog do Vela sabe que ele mora na Austrália a muitos anos e já leu os melhores livros sobre trading além de participar de palestras de autores geniais. Nesse e-book o “Vela” conseguiu sintetizar de forma muito prática seus principais conhecimentos sobre um trade system, longe daquela ideia de seguir regras sugeridas por outros sem qualquer teste robusto que atesta qualquer confiabilidade matemática ao sistema. Os traders profissionais não usam de achismo, ou porque hoje choveu ou fez sol, usam de psicologia para se controlar, gestão financeira para controlar seu dinheiro e um bom trade system para colocar em prática a única coisa que é possível de se controlar no mercado: VOCÊ PRÓPRIO.

 

Thomaz S. Senna

 

12 Comments

Filed under Biblioteca, Psicologia de Trading, Trading Plan, Vela's Beliefs

Como operar milagres

“Do what you can the best you can” Jim Rohn

Um dos últimos comentário no blog um dos leitores me chamou a atenção que Jim Rohn é falecido e que tinha me referido a ele como se ele estivesse vivo. De fato, eu já sabia que ele tinha morrido, mas quando descobri ele gostei tanto que me fez ouvir muito de seus áudios. Assim se está morto ou vivo era irrelevante, pois era como que se ele estivesse vivo. De qualquer forma obrigado pelo aviso.

Ouvido os seus áudios um aspecto que ele discute é a questão de como atingir metas “impossíveis”. O que gosto é a clareza e simplicidade que ele fala como as coisas devem ser feitas.

Entretanto, antes de entrar no detalhe que ele discutiu gostaria de contar uma historia. Não vou usar aqui um exemplo meu só para reforçar o ponto que isto pode acontecer com qualquer um.

Aconteceu com minha esposa que é gerente de vendas e este último ano fiscal (Julho 2012 a Junho de 2013) tinha uma meta de vendas de 19 milhões de dólares. Fazendo uma conta rápida isto da 1.58 milhões por mês.

Então, no final de Junho estava em 17 milhões e com dois funcionários a menos, sendo uma se demitiu e a outra de licença médica. Enfim, tudo estava contra a realização da meta e ela poderia ter usado isto como uma desculpa para relaxar, pois tinha apenas um mês para vender mais 2 milhões com duas vendedoras a menos.

Em situações como esta podemos fazer duas coisas. Se entregar ou fazer alguma coisa.

Nestas horas também tem outras duas coisas que pode fazer:

  • As coisas que pode fazer alguma coisa e;
  • as coisas que não pode fazer nada.

As coisas que você pode fazer alguma coisa você deve fazer o melhor que pode. Já as coisas que não pode fazer nada, você não deve fazer NADA. Isso mesmo NADA. Nesta hora me vem umas palavras de Jesus

“Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal” Mateus 6 : 34

Acredito que nestes momentos de desafios devemos deixar os milagres operarem, pois pra mim é algo que acontece sem muita explicação lógica. Emfim, parece que foi MAGICA.

Desta forma, voltando a historia, ela se concentrou no que poderia fazer, mesmo com toda adversidade a volta. Continuou ligando para os clientes prospectivos, marcando reunião, fazendo o trabalho administrativo,trabalhando horas extras e fazendo o que ela podia o melhor que ela podia.

Interessante que os milagres começaram a acontecer e de duzentos ou quatrocentos mil em quatrocentos mil ela foi ficando mais perto de sua meta.

No último dia preparando o relatório de final de mês e somando o que tinha já vendido na ultimas quatro semanas ela se deu conta que só faltava 150 mil. Já estava feliz que a meta tinha quase batido, mas seria legal que tivesse atingido. Não bestasse ter sido já o melhor mês do ano com toda adversidade o telefone toca.

“Alo”

“Aqui é o Dr. Watson”

“Sim Dr. Watson, como está o Sr.”

“Tudo bem obrigado, então queria fechar aquele contrato e precisa ser hoje”

“Claro claro, deixa ver aqui o seu arquivo” – Quando ela abriu o arquivo ela não acreditou… era um contrato no exato valor de 150 mil

Silencio por 10 segundos

“Senhora… senhora… está me ouvindo… alo… alo…”

Com a voz embargada ela respondeu “Sim… sim… estou aqui” e suspirou e retomou o folego.

Para operar milagres temos que fazer tudo que podemos o melhor que podemos. Quanto a operação de milagres não precisamos fazer nada, pois não cabe a nos operá-los.

 

Andando na água

Andando na água

 

 

2 Comments

Filed under Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, Vela's Beliefs