Category Archives: The Big Picture

Atualização e resultados da pesquisa

Setembro foi um mês excelente para o velaepavio.

 

Tivemos o recorde de acesso e leitores e ótimo feedback.

 

Mas para melhorar ainda mais e estimulá-lo a voltar para o site cada vez mais fizemos uma pequisa de opinião. Isto para que que o Vela seja cada vez mais útil para você. Se faz parte da lista você recebeu a pesquisa.

 

Muito obrigado para quem respondeu e para quem deu sugestões e falou o que pensa que devo fazer com o velaepavio.

 

Isto vai me dar mais direção com o que fazer daqui pra frente.

 

Continue comentando, perguntando e pedindo o que quer, isto é muito importante para me manter nos trilhos.

 

Assim, gostaria de compartilhar com vocês os resultados da pesquisa.

 

Foram 7 perguntas e os resultados foram

 

  1. Quando você acessa o velaepavio.com o que você está procurando aprender?

 

Answer Choices Responses
Metodologias de trading 65.79%
Análise técnica 31.58%
Jornada e confissões de um trader 28.95%
Trend Following 50.00%
Motivação e desenvolvimento pessoal 39.47%
Psicologia de trading 65.79%
Análise macroeonomica 13.16%
Sistemas de trading 65.79%
Gerenciamento de risco 50.00%

 

 

  1. Qual a sua principal frustração no seu desenvolvimento como trader
Answer Choices Responses
Não ser lucrativo 20.59%
Dificuldade em desenvolver um sistema e metodologia própria 52.94%
Não seguir meu sistema 11.76%
Não entender a analise técnica 0.00%
Não saber lidar com a perda de dinheiro 0.00%
Falta de dinheiro para operar 14.71%
Não entender análise fundamentalista 0.00%
Não saber gerenciar risco 0.00%
Total

 

 

  1. Gostaria de ver novos formatos de mídia no blog?

 

Answer Choices Responses
Texto somente 10.53%
Texto e video 47.37%
Texto e audio (podcast) 5.26%
Video somente 0.00%
Audio somente 0.00%
Todas as midias 36.84%

 

  1. Estou planejando desenvolver mais produtos e gostaria de saber quais assuntos abaixo tem mais urgência

 

Answer Choices Responses
Educação financeira. Como ganhar mais e guardar mais dinheiro 2.70%
Desenvolver sistemas no amibroker (programa de backtesting) 37.84%
Psicologia 13.51%
Gerencialmento de risco e tamanho da posição 8.11%
Técnicas de entrada e saída 35.14%
Análise macroeconomica 2.70%
Total

 

  1. Qual o formato que gostaria o novo produto

 

Answer Choices Responses
Texto 35.14%
Video aula 62.16%
Audio 2.70%
Total

 

  1. Gostaria de receber uma notificação quando um novo produto for lancado, seja final ou versao beta?

 

Answer Choices Responses
Sim 97.37%
Não 2.63%

 

  1. Gostaria de deixar aqui um espaço livre para alguma sugestão ou feedback para mim. Por favor seja o mais honesto possível. Pode criticar e elogiar a vontade. Pense o que eu poderia fazer mais e o que deveria parar de fazer.

 

Esta foi uma pergunta livre, então alguns responderam e outros não, e estou levando em consideração cada comentário para satisfazer a maioria.

Emfim baseado nestes resultados os proximos passos são:

 

Começar a preparação do novo e-Book que sera sobre Como usar o Amibroker para Desenvolver Sistemas de Trading e um dos sub conteúdos é ter exemplos de sistemas e técnicas de entrada e saída e como programar isto no Amibroker.

Sobre o conteúdo do blog eu quero  focar mais os assuntos nos resultados da pesquisa, assim,  balancear os posts entre Metodologias de Trading, Sistemas de Trading e Psicologia que são os assuntos mais demandados . Em segundo lugar falar também sobre gerenciamento de risco e Trend Following. Acho que isto é algo dinâmico que pode mudar a medida que vou postando e tenho comentários e feedback dos leitores.

Quero começar a fazer videos, algo que estou querendo fazer há tempo e será um desafio pra mim, pois é algo que demanda mais tempo e preparo e terei que me desenvolver na linguagem falada o que é bom para meu próprio desenvolvimento pessoal. Eu particularmente prefiro ouvir um vídeo ou podcast do que ler um artigo e acho que a maioria é assim, mais visual e principalmente com trading as vezes é melhor e mais palpável mostrar um gráfico, formula ou planilha ao invés de só escrever.

Sobre o meu progresso pessoal eu estou ainda terminando minha certificação para Financial Advisor na Austrália e fazendo alguns contatos no mercado. Desde a última atualização eu passei na última prova sobre securites e managed investments que pra mim foi a mais fácil de todas :). Agora tenho que ainda entregar dois trabalhos. Já estou na metade de um e espero que em mais um mês terminar isto tudo e assim me dedicar mais tempo para o Vela.

Se ainda não respondeu a pesquisa e gostaria de dar a sua opinião aqui esta o link.

E como sempre estou aberto para sugestões e feedback é só me mandar um email ou comentar aqui no blog

Abraço

Pedro, A.K.A. Vela.

 

2 Comments

Filed under Independencia Financeira, Jornada, Psicologia de Trading, The Big Picture, Trading Plan, Vela's Beliefs

Market Wizard – Paul Tudor Jones II

“I lost my stakes a couple of times, which taught me risk control and risk management.
Losing those stakes in my early 20’s gave me a healthy dose of fear and respect for Mr.
Market and hard-wired me for some great money management tools.
I think I am the single most conservative investor on earth in the sense that I absolutely
hate losing money.” Paul Tudor Jones

 

Sem dúvida Paul Tudor Jones está na lista dos meus traders favoritos. Eu já tinha lido a entrevista que deu para Jack Schwager no Market Wizard, mas com certeza re-ler abriu mais os meus olhos para o que é ser um trader disciplinado, focado e persistente.

Uma característica de Jones é que apesar de ter apanhado bastante do mercado no começo da carreira ele aprendeu rápido mostrando sucesso cedo na careira. Assim, com um estilo altamente agressivo entrou na liga de Hedge Fund Managers como George Soros, Ray Dalio, John Paulson e Louis Bacon.

Hoje Jones vale 3.8 Bilhoes em patrimônio liquido.

Em 2013 um de seus fundos fez 100 milhões de dólares só em uma posição vendida em ouro. Apesar de Jones estar pessoalmente vendido em ouro em 2013 esta operação é a atribuída a Chris Tuohy um de seus atuais traders prodígios. 

O interesse por trading começou quando viu uma matéria sobre Richard Denis, legendário “pai” dos Turtles. Então, pensou que ser trader seria a melhor profissão do mundo e ele não tinha dúvida que era isto que queria fazer. Seu tio trabalhava como trader no mercado físico de algodão e por ter este contato arrumou um emprego com Elis Tullis um legendário trader de futuros em algodão. O motivo que não foi trabalhar com o tio foi que ele queria já ser trader de cara e não queria operar no físico.

Jones aprendeu muito com Tullis, principalmente o desprendimento de não perder a pose quando sobre grande pressão. Jones conta que Tullis de forma impressionante, quando estava sendo completamente massacrado pelo mercado, não mostrava nenhuma mudança emocional e continuava no seu jeito normal de ser ao lidar com as pessoas. Ele não chutava o cachorro nem gritava com os filhos, por exemplo, só porque uma posição se movia contra ele.

Antes de abrir o próprio fundo Jone trabalhou como corretor na E. F. Hutton, mas logo percebeu que não era o que se identificava, pois achava que não se sentiria confortável trabalhando em uma indústria onde o empreendedor é remunerado pela má performance do cliente. Isto eu discuto nest post.

Jones chegou a ser aceito para estudar MBA em Harvard, mas acabou abandonando a hipótese e resolveu ser gestor de fundos, pois seria uma profissão mais alinhada com ele, pois acreditava que deveria ser recompensado por fazer o cliente ganhar dinheiro e penalizado caso contrário. Começou com 1 milhão e 1980 e já estava gerindo mais de 300 milhões em 1987. Conseguiu retornos de mais de 100% por cinco anos consecutivos sem grandes draw downs e o fundo só não ficou maior porque já não estava recebendo mais fundos. 

Agora aqui vão os meus highlights da entrevista.

 Emoções: Se quer se trader tem que aprender desde cedo a tomar na cabeça, que é algo corriqueiro em trading. A pressão e o fato de perder dinheiro invariavelmente afeta o seu estado emocional em altos e baixos.

Respeito pelo mercado: Um ponto que ele enfatiza é gerenciamento de risco e respeito pelos mercado, como colocado na citação da abertura do post. Principalmente manter se humilde, caso contrário, segundo ele, você está morto.

Mitos sobre o mercado: Um dos maiores mitos é que o mercado pode ser manipulado. Apesar de acreditar que um grande trader pode influenciar o mercado por alguns dias mais cedo ou mais tarde o mercado é maior do que qualquer trader ou banco central e vai onde ele tem que ir.

Gerenciamento de risco: Sem dúvida a coisa mais importante e o melhor conselho que pode dar para iniciantes. Nunca faz preço médio. Isto inclusive virou uma foto famosa que uso no meu gravatar do Twitter. Repare o cartaz atrás dele “Losers Average Losers” ou “Perdedores fazem preço médio”.

Disciplina: Acredita que começou a dar certo quando passou a ter total disciplina no seu trading como se estivesse tocando um negócio.

Tamanho da posição: Jones usa o mesmo principio de outros market wizards que é aumentar o tamanho da posição quando está em uma sequencia de vencedores e diminuir quando está operando mal. Outra regra que ele usa é quando todas as posições simultâneas perdem mais do que 2% em um dia ele ZERA tudo e começa novamente, pois acredita que sempre pode voltar para a posição se quiser, mas que se não cortar as perdas acaba piorando e ficando difícil de gerencial a posição do ponto de vista emocional.

Execução: Por ser um trader de porte a execução é primordial. Segundo ele, não gosta de comprar break outs e sempre monta uma posição na antecipação de breaks e vê oportunidade de sair de trades quando o mercado dá um rally. Isto porque traders de grande porte tem que sair da operação quando pode e não quando precisa, porque tem um ponto que pode ser tarde demais.

Swing: Se considera um “swing trader”, pois acredita que o dinheiro é feito quando o mercado muda de direção. O seu estilo é ter uma visão de longo prazo e operar as viradas de mercado.

Elliot Wave: Atribui grande parte do seu sucesso a esta teoria. Fez uma quantidade absurda de dinheiro na segunda feira negra em 1987, pois quando o mercado abriu ele estava vendido. Já estava prevendo a queda desde a metade de 1986. O seu chefe de pesquisa na época, Peter Borish, sobrepôs os gráficos da alto da década de 20 e de 80 e tinham grandes similaridades quanto as ondas de Elliot. Ainda neste episódio para entender a agressividade e o pensamento rápido de Jones ele cobriu a posição no mesmo dia depois de ter caído mais de 20% e ficou comprado e fez dinheiro na subida. Pra mim isto indica a maestria e capacidade de gerenciar uma operação enquanto o mundo parece estar acabando.

 

Deficit e Macroeconomia: Como um excelente analista macro Jones e seu time entendia o cenário macroeconômico do final da década de 80. O que é muito parecido com o de agora onde a quantidade de divida estava crescendo muito devido a incentivos do governo. Devido a isto o mercado estava vulnerável a grande e abruptas quedas. Uma analise excelente que fez na época é que já sabia que o governo não queria cometer o mesmo “erro” da década de 30 em não estimular a economia. Assim, devido ao viés Keynesiano dos bancos centrais ele esperava o governo imprimir dinheiro e aumentar a divida e o estimulo fiscal. Desta forma, ele pode prever que o mercado poderia quebrar, mas logo se recuperaria devido a estímulos artificiais. Com isto pode operar bem não só o mercado do índice de ações mas também o mercado de juros.

Stops and Trend Following: Apesar de seguir tendências, Jones não é adepto a seguir sistemas de trend following de longo prazo que segundo ele trabalham com stops muito amplos para pegar grandes tendencias. Como dito anteriormente Jones se enquadra mais em operar no curto prazo tendo uma boa visão macro de longo prazo. Mesmo assim admite que testou todos os sistemas possíveis e que inclusive na época estava seguindo um sistema de tendencia que estava prometendo.

Contribuindo de volta para a sociedade e fé: Outros dois aspectos a ressaltar sobre Jones é que acredita que seu sucesso é devido a sorte e graça de Deus. Devido a isto ele se sente na obrigação de contribuir de volta a sociedade.  Juntamente com Peter Borish ele fundou a associação Robin Hood que tem o intuito de levantar dinheiro dos ricos para ser usado na educação de crianças não privilegiadas. Ouvi em uma outra entrevista que inclusive uma de suas opções de carreira era ser pastor, que era a preferida de sua mãe.

Para finalizar não deixe de assistir o documentário da PBS Trader. Tudor Jones comprou os direitos do documentário e não está mais disponível por meios públicos, mas na internet se acha tudo. Basta procurar :).

 

 

 

 

8 Comments

Filed under Fundamentos, Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, The Big Picture, Trading Plan

8 razões para comprar ouro e 8 para não vender

“Don’t fight the FED, he has money than you have. Don’t fight the Market, he has more money than the FED has” Anonymous

Seguindo a noticia do Wall Street Journal que o Balanço do FED estourou os 3 Trilhões aproveito para publicar este post sobre Ouro que vinha ensaiando já há alguns dias.

Então vamos ver , em imagens, as 8 razões para comprar ouro e 8 para não vender

Primeiro vamos analisar quem está vendendo ouro

#1 Ben Bernanke

Ouro Ben_vendido Bernanke

 

# 2 François Hollande

Ouro_vendido_ Holande

#3 Obama

Ouro_vendido_ Obama

#4 Guido Mantega

Ouro_vendido Guido Mantega

#5 Mervyn King

Ouro_vendido_ Mervyn King

#6 Mario Draghi

Ouro_vendido Draghi

#7 Multidão (sabe tudo)

Ouro_vendido_ Galera

#8  Esse cara

Ouro_vendido Mendigo

Agora quem esta comprando

#1 Michael Burry

Ouro_comprado Michael Burry

#2 David Einhorn

Ouro_comprado_David Einhorn

#3 John Paulson

Ouro_comprado_John Paulson

#4 George Soros

Ouro_comprado_George Soros

#5 Jim Rogers

Ouro_comprado_Jim_Rogers

#6 Marc Faber

Ouro_comprado_Marc Faber

#7 Ray Dalio

Ouro_comprado_Ray Dalio

E lógico a razão principal que eu particularmente estou acumulando ouro

#8 Mr T.

Ouro_comprado Mr T

 

Leave a Comment

Filed under Fundamentos, The Big Picture

Lista de todos os posts do Velaepavio

Aqui esta a lista de todos os 73 posts do velaepavio que esta completando 2 anos! ESTA SEMANA!

Esta em order de popularidade. O numero ao lado é o numero de clicks (leituras) dos posts. Se voce acha que popularidade e sinal de qualidade, nem sempre, aqui vai um shortcut pra voce.

Home page / Archives9,343Trading System de Trend Following Completo743Bem Vindo ao Vela e Pavio696Minha biblioteca de trading690Ouro vai bater 5,000 USD a onca troy?664Como ficar rico honestamente535Mas que raio é Psicologia em Trading?497Position Size (tamanho da posicao) e R multiplo447Angulo da media movel e trend following440Trend Following vs. Mean Reversion369Expectancy (Expectativa)351Gerenciamento de Risco (Money Management)350Porque voce nao deve acreditar no seu corretor335O que é um sistema de trade (trading system)?321Drawdown313Meu primeiro Trading Plan (estrategia de operacao)312Sobre304As 4 Fases do Mercado294Qual o segredo do trading lucrativo293Porque prefiro trend following a mean reversion275High-Frequency Trading – HFT271O que é dinheiro, inflação e deflação262Um Trade Um Perdedor249Trend Following claro e cristalino248Quais são os tipos de traders?244Ler jornal e ver TV emburrece?241O trade mais lucrativo de todos os tempos237Obrigado 5000235Porque risco é mais importante que retorno221Em busca de Independencia Financeira221Pensando em R Multiplos207Trader Fundamentalista vs. Tecnico201A China é uma bolha?200Que mercado eu opero. CFD198Videos175O que o mercado de bonds esta dizendo?174Jogando uma moeda e Operando no mercado172Em busca de auto conhecimento162You Shall Follow Thy System162Uma revelacao surpreendente157Vantagens de ser um Trend Follower156Pesquisa e novas descobertas153Bolsa SEMPRE da dinheiro no longo prazo?146Jesse Livermore quotes146Melhor de FAQs146Como atingir seus objetivos operando no mercado139Livros que li em 2011137Keynes era especulador em FX134A volta do “fundamentalista” capitalizado126Axiomas de Velaepavio122Stop ! todo trade precisa de um117Pra ganhar dinheiro eu tenho que estar certo sempre?106Visão Macro do Paul Tudor Jones105Covel parte II104Debate Inflação/Deflação (Inflation/Deflation)104No que você acredita?92O primeiro contato, choque e o silêncio91A Tempestade Perfeita: Australia Colapse85Fechado pra balanco77TSHTF?73Brandt and Covel – Review69Os fundamentos são importantes?65Qual a minha visão macro.58Austeridade58Fim do Mundo em 201249Ultimo post36Colapso do Dollar e o Fim do Bull Market em Treasuries34Business Plan341 Ano33Europa e Australia31Top for 201128Quebra do mercado imobiliario Chines27Quebra do mercado de Bonds no Japão25De onde são os leitores do Velaepavio22It is a buy Signal !18Currency Wars (relação USD/CNY)11

6 Comments

Filed under Biblioteca, Fundamentos, Independencia Financeira, Jornada, Psicologia de Trading, Reflexão, The Big Picture, Trading Plan, Uncategorized, Vela's Beliefs

Ultimo post

Este é o último post. Não do blog, mas o da serie Business Plan.

Tres topicos pequenos para finalizar minha visão macro.

Conflito no oriente medio

Acho que para finalizar o Big Picture não se pode deixar de comentar do risco de um conflito no oriente médio que pode acontecer a qualquer momento.

Os EUA em 2012 sai totalmente do Iraque e fica sem guerra na regiao e a tensao com o Iran aumenta. Ainda acho prematuro algo no momento, mas com a troca de lideranca nos EUA no final de 2012 para um republicano e a troca de lideranca na China + a questao das guerras de moeda e revolucoes sociais que foram fortes no norte da Africa em 2011 (Egito, Libia) e alguns paises do oriente medio (Qatar) pode jogar uma faisquinha no barril de polvara para a coisa desandar la.

O conflito provavel é algo de briga com Arabia Saudita atacado por Iran ou algo envolvendo Israel que pode ser um verdadeiro Armagedom literalmente. Vendo todas as variaveis isto me da ate frio na espinha quando tudo pode ser algo apocaliptico e sinais dos finais dos tempos.

Novo Bull Market

Mesmo com todo este gloom and doom por incrivel que parece eu acho que dias melhores virao e um novo bull market teremos, mas em outro paradigma, pois este paradigma atualmente ainda tem muita agua pra passar debaixo da ponte.

Acho que uma boa indicacao de que este secular bear market ainda tem o que rolar é a relação DOW/GOLD que tudo indica ira para 1. Acho que com um pico em 45 em 2000 hoje esta em cerca de 8. Ja caiu bem, mas esta caminhando para o final. E tambem o mercado de acoes tem que estar o multiplos PE de 1 digito para comecarem a comprar novamente.

Acho que até la teremos um novo sistema financeiro, quem sabe baseado em instrumento como o ouro, com menos divida e quase uma nova folha de papel.

Acho que coisas que vao impulsionar estas mudancas para este novo bull market sera a escassez de recursos que incentivara a a viabilizacao de tecnologias que aumentara absurdamente da produtividade comparada a hoje. Por exemplo o preco do petroleo acima de 300 por barril impulsionaria a implemtacao de alternativas mais eficiente como eletricos e hibridos. Outras coisas ainda nao muito discutido como alternativas de energia como cold fusion e outras tecnologias (e.g. torium) que traria fontes mais eficientes de energia, aumentaria absurdamente a produtividade e diminuiria os custos aumentando a qualidade de vida e do meio ambiente.

Neste mesmo contexto tambem pode haver tremendo avanco da medicina e ate mesmo da sociedade que mais educada e com mais acesso a informacao e recursos terao menos filhos e a populacao inclusive estabilizara e nao crescera a taxas alarmantes como as do seculo 20.

Doom and Gloom

Principalmente depois da grande crise que teve em 2008 e a quase quebradeira geral e tudo que já expliquei acima sobre os possiveis riscos não acho que o mundo vai acabar e entraremos em uma terceira guerra mundial ou que vai acabar ou que teremos o juizo final. Por isso, terminei minha analise macro falando do próximo bull market que realmente acredito que ocorrera.

Pode atrapalhar muito o medo de uma catastrofe de gloom and doom vir e isto atrapalhar na implementação do business plan. Mesmo porque a minha ideia é que trade seja uma forma de gerar fluxo de caixa para acumular riqueza e ter cada dia mais liberdade. Neste meio tempo teremos crises e momentos dificeis, mas tudo isto seja amenizado com atenção as variaveis macro e GERENCIAMENTO DE RISCO.

No final das contas acho a parte mais importante é estar preparado para o pior e esperar para o melhor que nada mais é do que GERENCIAR RISCO. A Ideia é desenvolver sistemas adaptativos, que em ultima analise é a filosofia do trend following onde independente de que direção o mercado tomar eu vou estar na tendencia e acumular riqueza do caminho.

Um exemplo é que mesmo que achar que o preço das commodities va subir muito e entrar em um novo ciclo bull como na decada de 70 e a inflação aumentara com a impressão de dinheiro eu nao vou ficar comprado se o mercado cair em um movimento deflacionário. Em ultimas analise eu sempre vou sair e acionar os stops do trade caso o mercado mover contra e somente vou na direção da tendencia e enquanto os preços não estiverem em tamdem se movendo para cima ou estou short ou estou fora do mercado.

7 Comments

Filed under Fundamentos, Jornada, Reflexão, The Big Picture

Currency Wars (relação USD/CNY)

Excelente livro do Jim Rickards que li. O livro explica bem a questão que os paises hoje se encontram. Já expliquei bem aqui nos varios pontos do Big Picture.

Os grandes participantes do comercio mundial hoje devido a grande crise de balanco precisam desesperadamente pagar suas dividas e gerar superavit, pois o mercado interno não é suficiente para gerar riqueza devido ao fim do ciclo do credito comentato acima, assim, estes ficam com poucas saidas e algumas delas são de baixa populariadade politica. As saidas de curto prazo sao

  • Austeridade para balancas as contas
  • Crescer atravez de inflacao para gerar receita e consequentemente crescer atravez de desvalorizacao cambio

A primeira opcao pode ser destacada de cara, pois é impopular e gera altos protestos e convulsoes sociais. Vide o que aconteceu na Grecia e UK por ter seguido este caminho.

Assim, sobre as outras duas opçoes que é estimular a economia e imprimir dinheiro gerando uma falsa sensacao de crescimento e quem sabe em doses anestesicas graduais a divida dos paises vao desaparecendo com a inflacao e isto acaba gerando um impacto no cambio, pois inflacao é uma forma de devalorizar o cambio em relacao a outras moedas. Isto pelo menos no curto prazo pode gerar uma falsa impressao que teve um aumento na competitividade gerando superavit e crescimento. So que o grande problema é: Se isto feito por todos os paises que querem desesperadamente crescer acaba gerando uma política de beg thy neigbour que nada mais é um pais implorando pro outro para que comprem seus produtos. Em outras palavras é o INICIO da GUERRA DE MOEDAS.

Sem querer gerar muita discussão e ir direto ao ponto e onde a coisa pode desandar nesta gerra é a relacao USD/CYN. A China embarcou em um processo de industrializacao que passou a ser a industria do mundo e o que iniciou este processo foi a devalorizacao do YUAN em 1994 que em janeiro do mesmo ano desvalorizou em um dia 60%. Desde entao com esforcos continuos do governo e para ficar mais competitivo ainda a mao de obra na China é bem barata relativo a mao de obra de paises desenvolvidos. Assim passou a ser proibitivo produzir certos artigos industriais de baixo ou medio valor agregado. Entao neste periodo o que aconteceu foi a transferencia de milhares e milhares de empregos de paises desenvolvidos para a China.

Nos paises desenvolvidos se viu nesta epoca empregos sendo criados em setores como Financeiro e Construcao (real estate) e ate tecnologia e servicos (bares, Restaurantes) para compensar a perda no setor industrial. So que quando veio a crise de 2008 muitos empregos sumiram no setor finaneiro, imobiliario e servicos e os EUA passou a ter uma tremendo desemprego estrutural e a China recebeu um cheque mate com relação a sustentabilidade de seu modelo exportador que só funcionava enquando o ocidente estava inebriado no cartao de credito e na mortgage e o mercado de acoes subia gerando uma falsa impressao de riqueza. O dia da verdade veio em 2008 quando o Lehman quebrou. Entretanto, todos, principalmente os políticos,  nao aceitaram a dor que teriam que ter para expurgar a podridao do sistema que seria algo parecido com o que ocorreu em 1930’s. Preferiram empurrar o negocio com a barriga e pelo que tudo indica um dia a corda vai estourar.

Neste processo a China como explicado em posts anteriores estimulou a economia para tentar disfarcar o problema que teve em 2008 com a desaceleracao das exportacoes causada pela crise e tambem com os EUA, imprimindo dinheiro isto forcou a China a ter que imprimir YUAN para manter o PEG gerando inflacao na China.

Para tentar conter um pouco deste efeito o governo Chines entrou em um processo manipulativo de valorizar o YUAN em cerca de 0.5% ao mes para geral pouco impacto ao invez de fazer isto de uma vez para absorver o impacto da inflacao. Pode se ver que o Yuan foi de cerca de 8 para 6.3 de 2008 a 2011.

O grande problema é que mesmo com uma desvalorizacao numa tentativa para aumentar o consumo interno o chines ainda tem muito chao para a China se transformar em uma economia de consumo. Nos EUA e Europa o consumo é cerca de 70% do Pib e nao China é ainda cerca de 40%. A China nao conseguira absorver no mercado interno toda a capacidade excessiva que hoje exporta pra paises que hoje estao sofrendo para manter o consumo em niveis altos pre-crise.

O risco desta guerra foi demostrado no Livro de Rickards que é o colapso do dolar e a China saindo do dolar como moeda de reserva, mas ao mesmo tempo a China ser a reserva mundial ainda precisa muito desenvolvimento. O problema é que dificilmente todo este processo sera feito de forma ordenada e a meu ver sera caotico e a forma de medir isto sera o desvalorizaçao de todas as moedas em relação ao ouro que vai ser o veiculo que forcara os governos mundiais seja atravez do G20 ou liderados pelos EUA ou Europa a criar um novo sistema financeiro que pode ate ser um novo quasi-gold standard.

1 Comment

Filed under Fundamentos, The Big Picture

Europa e Australia

Como o proximo artigo no meu business plan sobre a Australia era pequeno e ja escrevi bastante sobre no Blog vou postar tambem neste mesmo post a minha opinião sobre a crise na Europa que está em voga. Ainda mais agora com a Eurocopa 2012.

Quebra do Mercado Imobiliário na Australia

A quebra do mercado imobiliário na Austrália não é suficiente para se auto implodir, pois a Australia conseguiu inflar o mercado e mante-lo inflado devido. Isto porque consegue manter os juros relativamente baixos a ponto da população conseguir bancar os juros relativos a renda media. O que chamamos de affordability, que nada mais é do que quanto a população que tem divida paga em media em juros de hipoteca relativo a renda média. Assim, como o nivel de desemprego é bem baixo o castelo de cartas fica bem sustentável.

O que realmente pode engatilhar um espiral e fazer o castelo de cartas cair são duas coisas:

 Os juros subir muito

– O Desemprego aumentar a niveis preocupantes (e.g. + 7%)

Entretanto, acho dificil os dois ocorrerem ao mesmo tempo, pois na Australia os juros de hipoteca em sua maioria sao variavei tornando o sistema auto regulavel na eventualidade de uma crise. Alem disto a  Australia exporta commodities e uma das causas do aumento nos juros é commodities estarem em demanda. Assim, os juros altos são compensado por um AUD forte e baixo nivel de desemprego. Isto já foi provado e não causou quebra no mercado imobiliário na crise de 2008 e no pre-crise quando sos juros chegaram em 9% ao ano.

O que realmente pode acontecer, e mais me preocupa,  é que uma nova crise e uma quebradeira na China que pode aumentar o desemprego e despencar o AUD fazendo com que os desempregados comecem a dar default nas mortgages e os bancos terem uma crise e tudo virar um ciclo vicioso fazendo a casa literalmente despencar. Sem perder muito tempo com a questão fragil australiana, a coisa mais importante para a Australia é a saude e a sustentabilidade do mercado Chines. Enquanto a China tiver apetite pelas commodities industriais australianas nao vejo risco de colapso no mercado imobiliário.

A Crise na Europa

A crise na Europa é algo que comecou a se acentuar e se mostrar evidente no primeiro semestre de 2010 com os protestos na Grecia e ate pode ter sido o gatilho para o flash crash em 5 de Maio do mesmo ano. Dow Jones caiu 1000 pontos em um dia.

A questao toda começa com o problema de uma unica moeda em economias com dinamicas de custo salariais, infra-estrutura diferente e produtividade. Enfim, competitividades incompativeis. Em suma o projeto do Euro só veio a beneficiar os mais fortes e colocar pressão nos mais fracos. Neste ponto o grande ganhador do Euro é a Alemanha colocando ela em uma situação privilegiada em relação aos outros membros. Em outras palavras o projeto do Euro é uma forma da Alemanha dominar a europa sem disparar um tiro.

Antes de entrar na questão de como a Europa se meteu na situação atual é importante entender o papel do cambio no equilibrio das disparidades de competitividade salarial e de custos e mercadorias no mercado de importação e exportação.

O cambio define a quantidade de moeda necessária pra trocar uma moeda pela outra e em um regime de cambio livre e flutuante o que define esta relação é a demanda e a oferta em uma moeda em relação a outra de acordo com o fluxo de troca que pode ser gerado por varios motivos, principalmente o comercio entre os paises, nao a especulação como muitos pensam :-). Este mesmo cambio que definirá os precos relativos entre um pais e outro e neste processo o cambio regula disparidades salariais e desequilibrios em balanca comercial, logico, se todos os paises envolvidos adotarem um regime de cambio flutuante livre.

Apenas um exemplo pra fixar a idea. Para produzir um carro na Europa de qualidade X custa por exemplo EUR 10K e vamos supor que o cambio com os USD é 1.5, assim este carro custa nos EUA USD15K, mas o mesmo carro para ser produzido nos EUA devido ao custo relativo de mao de obra e materia prima é de USD 16K. Neste caso o fluxo de comercio vai da Europa para os EUA fazendo com que exista uma maior demanda por euro do que USD. O cambio entao vai para 1.8 e o carro na Europa passa a custar agora USD18K nao sendo mais interessante importar da Europa.

Neste exemplo da pra ver o papel do cambio como um meio de rebalancar disparidades salariais forcando paises  ou melhorar a produtividade ou achar que o mercado de cambio ache outro ponto de equilibrio para que o fluxo de capital e comercio mude forcar pontos de equilibrios, assim,  nao permitindo que um nacao tenha superavit na perpetuidade e outras deficit na perpetuidade.

O problema do cambio unico ou moeda unica na Europa é que acaba causando problemas estruturais. Vamos pegar a Grecia por exemplo que a economia representa cerca de menos de 2% da Comunidade Europeia. A economia com a moeda dracma que era bem barata em relacao a “fortes” moedas como a o Marco e Franco atraia muitos turistas o que girava bem a economia. Num regime cambial unico o que ocorreu é que da noite para o dia tudo ficou caro na Grecia em Euros diminuindo o fluxo de turistas. Para agravar a situacao a Grecia emprestou dinheiro da europa toda e emitiu bond soberanos em Euros para que investimentos fossem feitos em infra estrutura para que a disparidade entre os paises diminuisse entao o governo passou a pagar mais em juros, porque apesar dos juros serem emitidos em Euros, os mesmos usados na Alemanha, tem um spread acima dos titulos Alemaes, isto porque a percepcao de risco que os Gregos nao vao pagar a divida é maior que a Alemanha. Isto nao tinha muito problema antes de estourar a divida de 2008, pois o spread era bem baixo. Coisa de 2 a 3% a mais que a Alemanha e na epoca dinheiro era facil e a Grecia consiguia gerar altos deficits e os juros nao eram tao pesados.

Acontece que quando veio a crise e a liquidez secou o risco na europa na periferia aumentou muito. O primeiro país a isto ficar mais alarmante era a Grecia que vinha gerando um deficit muito alto que chegou a quase 20% do PIB. Nao deu outra… revolta no mercado de bonds e os spreads na Grecia e outros paises como Portugal, Espanha, Irlanda e ATE a Italia comecou a serem “atacados”pelos bond vigilantes. Estes paises ficaram famosos pelo sigla PIIGS (ou porcos).

Podemos chamar a crise europeia como uma crise soberana. Em suma o problema mais uma vez é divida DEMAIS e nao existe quantidade necessária de capital para resolver o problema e o cambio (Euro) so ajudou a a situação agravar.

A Alemanha e paises mais ricos quando a crise estourou em 2010 tentaram conter a situação enquanto que estava so na Grecia. Isto poeque fica barato conter, sento que a economia da Grecia é apenas 2% da Europa. Entretanto isto acaba sendo um paliativo, pois o bail out de curto prazo não resolve o problema estrutural de longo prazo que é gastar absurdamente mais do que se arrecada e se a Grecia for adotar as medidas necessárias para balancar as contas e ter que cortar gastos o resultado é caos e protestos na ruas, coisa que politico quer evitar ao máximo.

E enquanto que a situação na Grecia vai sendo epurrada com a barriga o que ocorre é o contagio para outros paises da periferia como Irlanda e Portugal e mais recentemente a coisa ate ficou feio pra Italia mandando os juros na Italia que eram de 4% pra mais de 7%, coisa inimaginavel a nao muito tempo atras. E um pais que tem uma divida publica absurdamente grande já em mais de 100% do PIB isso não é nada agradavel para as financas publicas. Enfim, a situacao é feia e já se fala em paises sairem do Euro, como a Grecia, ou paises sairem da comunidade europeia como a Inglaterra ou ate paises grandes sairem do Euro como a Alemanha ou ate uma terceira saida que é o CAOS total e a total revolta contra todas as moedas FIAT e o preço do ouro sendo mandando para o espaço.

Esta é a situação na Europa que atualmente é a bola da vez e isto pode ser ruim para o ja precario EUA e a fragilidade que a China e o Japao se encontram.

O resumo então é que todo este processo de divida demais que hoje causa deflação e isto indica ainda mais que unica saida politica é a  inflacao para evitar o colapso do sistema.

4 Comments

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture

Quebra do mercado de Bonds no Japão

Segundo a melhor apresentação que ja ouvi sobre o assunto de Vitalily Katsenelso, postado no meu blog, o Japão atingiu ja o ponto de não retorno. A economia japonesa atingiu estado de atitude kamikaze com espirito de bushido.

Resumindo a historia a população japonesa esta diminuindo. Desde 2000 a população economicamente ativa atingiu pico e vem decrescendo. Hoje cerca de quase 20%+ da população se encontra acima de 65 anos, na idade de se aposentar. Isto significa que o Japão estruturalmente esta diminuindo a arrecadacao e aumentando os gastos. O classico problema do deficit.

Isto ja vem ocorrendo há decadas e o Japão tem aguentado esta situação atravez da seguinte manobra. Tem mantido os juros baixissimos. Ja ouviu esta história? Praticamente zero desde o final da decada de noventa.

Assim, como o pagamento de juros é bem baixo o governos japones pode emprestar dinheiro e aumentar a divida sem que o pagamento de juros seja um encargo muito grande.

O principal detentor da divida publica japonesa é a própria população que é bem conservadora patriota e poupa relativament mais que a media mundial. Entretanto, devido ao problema estrutural, mencionado acima, tem sido cada vez mais dificil de continuar neste esquema, pois o governo esta perdendo pessoas geradores de renda para manter o esquema.

O que tenho percebido é que o Yen tem se fortalecido muito nos ultimos 2 anos atingindo niveis recordes em relação ao dolar americano. Acho que isto está sendo causado por duas questões.

O trade USD/YEN é o famoso carry trade de diferenciais altos de taxas de juros onde a moeda com juros maires é comprada e a com juros menores vendida. Isto era uma coisa benefica para o Japao, pois os juros baixos tambem enfraquecia a moeda japonesa ajudando a economia que é forte exportadora de produtos de alto valor agregado.

Entretanto, com a queda dos juros no mercado americano este trade passou a não ser muito interessante e hoje é possivel realizar o trade utilizando dolares que é uma moeda mais liquida.

Alem disto hoje o diferencial de juros de duas economias onde os juros já sao ZERO… é ZERO. Assim a demanda pelo long trade USD/YEN diminuiu fazendo com que o YEN se apreciasse e isto so atrapalha ainda mais o quadro japones, pois com o YEN forte fica mais difícil para o Japão exportar seus produtos pra gerar receita e financiar seu deficit.

Para agravar a situacao, a capacidade do Japão se financiar internamente esta se esgotando e o governos japones tera que inevitavelmente emprestar dinheiro fora do pais, onde as taxas de juros são mais altas o que sinaliza um aumento nas taxas de juros japoneses. Isto num primeiro momento fortalece o YEN, mas por outro lado torna a manutenção do esquema insustentável.

Outro fator é que o Japão é um dos principais detentores de divida nos EUA (US treasuries) e o desespero que ajudar as financas japonesas esta fazendo o Yen se fortalecer ainda mais com a repatriação do dinheiro japones. Isto é vendendo dolar e comprando YEN. Sem falar nos efeitos do Tsunami de Março de 2011 que esta fazendo a repatriação de capital se acentuar. E mais um fator ainda é que os Japoneses vendem ativos pra combater as forcas deflacionarias criadas por este ciclo vicioso de juros baixos e divida alta.

Para finalizar a questão do problemas japoneses vale comentar a relação da Japão com uma provavel quebra na China, comentado no ultimo post.

O Japão no final da decada de 80 teve uma crise imobiliária que se parece um pouco com a Chinesa no quesito destruição de capital. Na epoca como o japão cresceu muito e expandiu absurdamente sua capacidade produtiva, muito parecido que acontece com a China hoje. O Japao tambem passou por um momento de distruição de capital e como toda destruição de capital mais cedo ou mais tarde mostra a realidade o Japão despencou. As propriedades japonesas cairam 70% e hoje 20 anos depois esta no mesmo lugar e nunca voltou aos niveis absurdos anteriores. Neste 20 anos o Japão passa por uma deflação cronica coisa que os EUA pode passar, ou pode ser que tome o rumo da inflação como já discuti.

Aonde eu quero chegar com o meu raciocinio é que com a queda do mercado imobiliario Japones em 1989 a capacidade excessiva foi imensa na area de constução, principalmente na area de aço e hoje estas empresas exportam capacidade ociosa para a China que estão indo bem ate aqui. Para complicar as empresas japonesas se beneficiam do juros baixos no Japao e estao bem endividadas. Assim, quando uma crise absurda na China acontecer os CDS (credit defaut swaps) das empresas japonesas vao explodir e o famoso trade Short Japan que todo o Hedge Fund manager tentou fazer um dia e alguns quebrarm tentando vai comecar a funcionar.

Huge Hendry é um que esta apostando nisto e explicou bem numa entrevista que deu em um painel pra LSE (London School of Economics)

1 Comment

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture

Quebra do mercado imobiliario Chines

Jim Chanos é um famoso short seller que esta apostando varias fichas na quebra do mercado imobiliario Chines. Principalmente no mercado comercial.

“Tem hoje 30 bilhoes de pes quadrados no mercado. Isto significa um cubiculo de 5×5 para cada pessoa na China” Jim Chanos.

Só esta estatistica já é de arrepiar os cabelos. Principalmente paises dependentes da China como a Australia e Brasil que exportam quase todo o minerio de ferro para a China.

O absurdo que aconteceu no crescimento da China foi tamanho que podemos dizer que é crescimento em esteroides. Isto só é possivel porque a economia lá não é de mercado, mas é incentivada pelo governo que dita o quanto que o país deve crescer. Quando deu a crise em 2008 a China embarcou no maior programa de incentivo do mundo em termos relativos ao PIB. Foram 14% que da cerca de 750 bilhoes de dolares americanos de estimulos.

O que é mais preocupante é que a grande parcela de investimento foi para a construção e infra estrutura que num primeiro momento gera PIB, mas como a infra estrutura nao gera fluxo de caixa o dinheiro acaba sendo como jogado no lixo ou na linguagem financeira o capital foi destruido, pois nao tem retorno nenhum ou esta abaixo do custo de capital.

Hoje já existem sinais fortes que esta quebra esta ocorrendo, mas estao tentando a qualquer custo esconder isto.

Atualmente a situação na Europa tem sido uma forma de “distrair”a atenção no que é mais importante. A situação na Europa com certeza diretamente esta ligado ao agravamento da situação na China pelo simples fato da Europa ser um grande cliente da China e as economias são co-dependentes. Assim um agravamento na Europa so vem a acelerar o que já ocorre na China.

1 Comment

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture

Colapso do Dollar e o Fim do Bull Market em Treasuries

Dando continuidade na serie. MINHAS CRENCAS E BIG PICTURE. Segue novo artigo.

É importante ler o post anterior para entender toda a sequencia.

Pegando carona na questao da inflacao para explicar o risco do colapso do dolar eu vejo a situacao acontecendo da seguinte forma. Isto não significa que vai acontecer assim, mas é uma possibilidade.

Devido a escolha politica de inflar e desvalorizar as moedas o dolar que hoje tem o status de reserva mundial de valor pode a qualquer momento sofrer uma crise de confiança e ocorrer um colapso.

Para entender melhor isto é preciso saber que hoje o banco central americano (FED) retem o privilegio de imprimir dinheiro ad infinitum, por ser a moeda de reserva. O FED mostra este comportamento para estimular a economia e manter os juros em ZERO. Esta facanha é feita atraves da manipulação do mercado de bonds onde o FED mantem os juros artificialmente baixo em operaçoes de mercado aberto.

Alem da manipulação dos juros em Zero, que se mostra insuficiente para manter a economia girando, o FED entrou num processo de QE (Quantitative Easing) para injetar liquidez no mercado e tentar reparar o balanço das intituicoes que estavam quebradas na realidade e no papel. O Fed fez coisas absurdas como comprar ativos que não tem valor nenhum como Mortgage backed securities.

A situação que o Fed se encontra hoje, que é o guardião da moeda americana, é de grave a alarmante.  Para embarcar neste processo de injetar liquidez no mercado atravez de QE o FED teve que inflar o seu balanco a niveis absurdos de alavancagem onde com um patrimonio liquido de cerca de 60 Bilhoes o FED tem um ativo de 3 trilhoes o que da uma alavancagem de 50X. O Lehman quebrou com alavancagem de 40X. Isto quer dizer se os juros subir 2% o FED quebra. Dizem alias que isto ja ocorreu, mas tem um acordo com o Tresuary que isto na vai ocorrer devido a uma malandragem contabil.

Enfim a moral da historia é que com esta magica o FED mantem esta capacidade infinita de imprimir dinheiro, pois é um privilegio de quem controla a reserva mundial de valor. Hoje todos os paises que tem reservas esta preso no mesmo esquema. Os paises que acumularam superavits, acumularam como reserva mundial internacional em dolar e hoje não é facil de sair desta posicao, pois a propria saida destruiria o poder de comprar destas reservas. Por exemplo, a China tem aproximadamente 3 trilhoes, o Brasil 200 bi e por ai vai. Entao esta todo mundo ao mesmo tempo vendido. E isto se mostra no mercado de bonds que esta em um bull market deste 1981. Em 2011 fez 30 anos, mas parece que este bull market esta chegando ao fim… a não ser que os juros fiquem negativos J.

No momento que escrevo acho que o mercado de bonds esta dizendo que o Dolar ainda é a moeda mais liquida e em tempos de panico ele é o que chama fly to quality, mas interessante que no panico de Agosto de 2011 os treasuries subiram, mas ao mesmo tempo o ouro disparou… o que mostra uma preferencia para outro tipo de moeda alternativa. Já se ve movimentos politicos e grupos economicos que fazem parte do G20 (China, Russia e Brasil por exemplo) que ja discutem alternativas para o comercio mundial que não seja totalmente dependente do dolar americano.

Resumo é que do jeito que a coisa anda fora do controle nos EUA pode ser que gradualmente la na frente algo mais agressivo como uma revolta no mercado de bonds. Se isto ocorrer o dollar sera mandado pro saco e tera um colapso. Isto pode ser o END GAME e um novo sistema monetario tera que ser criado, como por exemplo um padrao ouro, SDRs ou coisa parecida. Acho que ate la o Ouro sera um grande seguro contra este cenario, pois o ouro subindo é apenas um sinal de que a confianca no dollar esta diminuindo e isto com certeza se acelerará assim que a inflação for mais visivel a ponto que acelerará exporencialmente. É neste momento tambem que vai ser dificil de fazer um julgamento de quando sair do ouro. Eu imagino um movimento exporencial e balistico. Exemplo do mercado de 1980 onde o ouro teve um crescimento parabolico e quando teve inflacao o FED atravez de Paul Volker teve que aumentar os juros pra algo como 18% para derrubar a inflação e subsequentemente o preço do Ouro. Pelo visto ainda estamos longe deste dia na atual conjuntura e isto esta claro na acao dos politicos discutido anteriormente.

Vale lembrar que hoje pra derrubar o ouro os juros precisam subir bem menos que na decada de 70. Isto devido ao tamanho da divida hoje ser bem maior do que no final da decada de 70. O Fed não pode ser dar ao luxo de subir muito os juros pois isto é ir ate contra sua própria alavancagem e do mercado em geral o que pode causar mais deflacao. Assim para o dolar entrar em colapso tem que haver uma crise de confianca como por exemplo impressao absurda de dinheiro e ocorrer uma inflacao que vai limpar a divida e quem se dara mal é quem não tem ativo fixo para se proteger contra a perda de patrimonio.

Para concluir e fazendo novamente com um gancho com a politica. A inflacao e o colapso do dollar é de interesse para os EUA pois é uma forma de acabar com a divida absurda americana que esta em mais de 15 trilhoes enquanto escrevo. Se o colapso do dolar vai ocorrer ou nao eu nao sei. Não é certeza, mas é provável e o trade aqui é commodities em geral e metais preciosos como o core para se protejer e ai nem muito pensando em fazer dinheiro, pois dinheiro neste periodo nao faz muita diferença pois nao vai valer nada, mas sim o patrimônio em ativos fixos que preservam valor ao longo do tempo.

6 Comments

Filed under Fundamentos, The Big Picture