Livros que li em 2014 – Parte 3

 

Habit Stacking, S J Scott: Ouvi a entrevista de SJ Scott no podcast do James Altucher onde o título era como fazer USD 40 mil por mês e o cara contava a historia em como conseguiu isto publicando ebooks no Kindle. Este livro é um dos ebooks que escreveu. A estratégia do cara é escrever um livro a cada 4 meses e publicar sem parar um atras do outro e somando a renda que cada livro tras da os 40 mil que consegiu no seu mes recorde. Não acontece da noite para o dia mas algo como 5 anos fazendo consistentemente com melhoria continua é um resultado possível. O livro que li não tem nada a ver com a entrevista e como escrever ebooks, mas apenas um livro sobre como mudar hábitos ou melhor criar hábitos uteis em diversas áreas como finanças, relacionamentos e etc. Queria mais conhecer o estilo do escritor. Linguagem simples e objetiva e qualquer um poderia escrever um livro assim ou até contratar alguém para isto. A profissão se chama ghost writer.

 

Hapiness Pursuit, Chris Gilebeau: Um antigo fan do Chris e um dos motivos de continuar o blog e monetizá-lo com certeza foi inspirado pelo Chris. Este livro achei bom por contar histórias de pessoas que se propuseram fazer uma “quest” ou um projeto desafiador com inicio e fim e uma meta. Um exemplo é o próprio Guilebeau que viajou o mundo e conheceu todos os países do mundo, ao todo 198. Neste livro que fala do cara do golf que falo no artigo anterior que acabei lendo o livro e achei muito bom por me interessar no esporte. Se tem um sonho de fazer algo desafiador e esta sempre adiando o sonho acredito que é um bom livro para te dar idéias e inspirações de pessoas que conseguiram grandes feitos.

 

The ONE Thing, Gary Keller: Livro altamente recomendado pelo Pat Flyn e concordo que é um livro excelente. Com certeza muito prático e inovador e tem um ótimo sistemas para FOCO e GET THINGS DONE. Até melhor que o livro do David Allen. Basicamente a teoria toda do livro gira em torno de uma pergunta que você sempre tem que estar fazendo para si mesmo com relação a algo que quer atingir. A pergunta mágica é “Qual é A COISA se eu fizer todas as demais coisas serão ou desnecessárias ou se tornarão muito mais fáceis para que atinja seu objetivo”. Se quiser uma explicação com um exemplo prático assista este vídeo.

 

Mindset, Carol Dweck: Falei já deste livro aqui no blog no seguinte artigo. Basicamente a tese do livro é que talento é supervalorizado e que é necessário dedicação e esforço e que a teoria de achar que talento é importante é a apenas uma forma de se limitar ou achar uma desculpa de ser medíocre.

 

How the World Sees You, Sally Hogshead: Se gosta de testes como Myers Briggs ou DISC e outros testes de personalidade este livro é uma forma diferente de ver a questão de testes de personalidades. Os testes de personalidade geralmente tem a perspectiva de como VOCÊ vê o mundo, mas este livro tem a perspectiva como o MUNDO vê você. A teoria é baseada no cruzamento de 7 características o que dá no total de 49 perfis. O meu deu Trust e Mystique. O livro é muito bom para fazer a marca pessoal e a partir dai mudar a forma como você se comunica para usar as suas vantagens naturais ao seu favor. No meu caso a minha linha de discurso é purposeful strategies ou eu forneço estratégias com propósito. As minhas características principais é mais ouvir do que falar, ser calmo em momentos de pressão, tenho consistência, analítico e sempre faço as coisas com propósito.

 

Benjamin Franklin, Walter Isaacson: Se fosse para pegar o melhor livro que li este ano este foi o livro. Eu já tinha ouvido falar da vida dele, mas quando li ela contada por Walter Isaacson foi outra coisa. Eu estou pegando costume de ler biografias e pra mi esta sendo um dos livros que mais me abre a cabeça. Isto por vários motivos. O principal é ver que grandes icones da história eram pessoas comuns como qualquer um, mas que fizeram alguma coisa diferente que fizeram deles pessoas diferentes. Fica uma questão que é ate discutido no livro sobre mentalidade de Carol Dweck. Enfim, o  cara não era so um gênio, mas um dos caras mais importantes da história dos EUA e mostra como uma pessoa determinada e focada pode mudar uma sociedade e vários aspectos. Benjamin Franklin decidiu logo cedo que seu ramo era escrever e logo já abriu um jornal e já se tornou o numero 1 batendo a competição. Logo no começo percebeu que o que fazia parte do jogo ser sensacionalista, uma coisa que ele era contra, mas que precisava colocar algumas fofoquinhas no jornal por vender, pois conhecia muito bem a natureza humana. Franklin era considerado o melhor jornalista e escritor e influenciador a época. Uma coisa interessante é que nasceu numa família puritana em Boston, mas com o passar dos anos negou o puritanismo, pois ia de encontro com algumas teorias sobre Deus, o universo e a própria questão de tolerância religiosa. Franklin acreditava que existia outras formas de expressar espiritualidade, moral e ética que não o cristianismo e ser puritano ia de encontro com este valor pessoal dele. Quando fez 40 anos ele já era financeiramente independente e tinha um salario de 20x o salario médio da época e poderia ser considerado rico e não precisava mais de trabalhar. Entretanto tinha uma ética bem frugal e de trabalho duro. Assim, passou a dedicar sua vida outras áreas como invenção e serviço público. Ele fundou o corpo de bombeiros, bibliotecas, hospitais, coisas que não tinham difundidas na época de uma forma estruturada e organizada. Nesta época se tornou um inventor e dai vem o famoso experimento do raio e da pipa. Mais para o final de sua vida ficou totalmente dedicado a diplomacia e o movimento de independência dos EUA. Foi morar na Inglaterra para articular os bastidores e depois antes da declaração da independência, redigida por George Washington, mas editada pelo Ben Franklin. Quando a gerra de revolução começou ele mudou para a França para buscar apoio para vencer os ingleses o que foi essencial. Enfim, um livro interessante e cativante. Pontos sobre a vida dele interessantes é que apesar de mostrar grande amor a familia e ao serviço social era um whokaholic e dedicado ao seu propósito. Ele morou 2x na Inglaterra por 10 anos cada vez e outros 10 anos na França. Ele perdeu o casamento do filho e da filha por exemplo ficou mais longe da esposa do que perto durante a vida de casado. Sua esposa dedicada a casa e a família nunca saiu da própria cidade que nasceu, Filadélfia. Outras coisas interessante é que ele teve um filho bastardo, que há controversas se o filho é dele ou não, mas resolveu adotar e criar como filho. Ele perdeu um filho que morreu de catapora e tinha uma filha legitima. Interessante que na época era raro ter poucos filhos e ele mesmo vem de uma família de mais de 10 filhos. No final ele acaba rompendo com o filho que era fiel a coroa inglesa por ser o governador de um dos estados coloniais.

 

Super Rich, Russel Simmons: Livro sobre o empreendedor e produtor de musica Rip Rop  nos EUA. O resumo da opera. Medite pra caramba, defina o que quer e trabalhe duro como se não houvesse o amanhã e ficará rico. Isto que consigo lembrar do livro.

 

The Tools, Phil Stulz: Livro muito bom sobre psicologia e ferramentas úteis para controlar as emoções e sobrepor barreiras emocionais. As ferramentas são. 1. Usar resistência como norte, ou seja fazer a tarefa mais árdua e que menos quer indica o seu norte e o livro fala literalmente PUSH THROUGH. 2. Amor e perdão, enfim não guarde rancor vai e perdoa e resolve a situação e mova com sua vida. O maior beneficiado é você e sentir rancor não faz a outra pessoa sentir nada, só você. 3. Buscar autoridade e motivação dentro de si mesmo. OU voce faz as coisas acontecerem ou vai ficar a vendo navio. Todo seu estado emocional e de felicidade vem de dentro. 4. Seja grato. 5. Pense na morte todo dia. Parece loucura mas isto te da um senso de urgência. Como o Steve Jobs fala via como se fosse o seu ultimo dia de vida. Um dia você vai estar certo.

 

The Big Leap, Gay Hendricks: Mais um livro sobre psicologia. Basicamente o livro tem um processo de encontrar limitação mentais que voce mesmo coloca na sua vida devido a crenças o que é a raiz da AUTO SABOTAGEM. Por exemplo, se acreditar que não pode ser um casamento feliz, sempre quando acontece alguma coisa boa no casamento logo depois disto vem uma briga para confirmar aquela crença. Isto se aplica a trading.

 

The Seven Principles for Making Marriage Work, John Gottman: Dizem que é o cara que mais entende de relacionamentos e tem uma taxa de 90% de acerto (ou algo bem grande) se um casal vai se separar conversando com eles 15 min. Também comentado por muita gente e já vi o livro citado em vários lugares. Enfim o resumo da ópera, como em tudo, tem que trabalhar duro para ter um casamento feliz e um trabalho das duas partes. Não tem casamento de conto de fadas de brigas, desentendimentos e etc. O livro coloca princípios e ferramentas em como navegar pelas dificuldades e ter um casamento “feliz”. Se é casado recomendo.

 

A Brief History of Everything, Kim Wilber: Estava com uma outra expectativa quando comecei o livro que achei que ia dar uma perspectiva mais histórica, mas no final acho que foi um balanço entre uma teoria da razão da vida e mais um livro de até onde que vai o buraco do coelho. Gostei muito da integração dos planos físico e espiritual e a evolução da consciência do ser humano ao longo da história. Livro longo e cansativo e bem denso.

 

The motivation Manifesto, Brendon Burchard: Um livro sobre desenvolvimento pessoal muito bom pois ele foca muito no aspecto pratico e tem um bom balanço com a parte psicologia e de auto confiança. No final a motivação é algo intrínseco que vem de dentro e não externamente. E também é crucial, como Napolleon Hill fala, ter um objeto um sonho e buscar aquilo que quer. O livro é baseado nos princípios da declaração de independência e cada capitulo é uma das declarações.

 

Sonho grande, Cristiane Correa: Comprei o livro e li enquanto passava minhas férias no Brasil. Acabei comprando quando fui ao shopping comprar o presente para o meu amigo secreto que por sinal dei o livro. Conta a historia dos 3 homens mais ricos do Brasil. No anos 90, quando estava na faculdade só se falavam nos feitos destes caras e das suas empresas como o Banco Garantia, Bhrama, ALL, Americanas. O resumo é que os caras usam o mesmo método do Warren Buffet. Eles compram a empresa e fazem uma reviravolta. Manda um monte de gente embora, trabalha o tripo, corta todas as gorduras e ineficiências, alavancam e são altamente agressivos. Tipo os caras acabam com a mamata e valorizam a meritocracia, ou seja, nada para os incompetentes e tudo para os competentes. Eles criam um ambiente altamente competitivo e quem ralar mais leva o premio. Quem está a fim de ralar e persistir leva o premio e os trio, Paulo Lehman, Beto Sucupira e Marcel Tellez são bilhonários e fizerem outras centenas de outros milionários. Pra mim foi um prato cheio e conhecia alguma das histórias, mas o livro coloca tudo bonitinho numa sequência lógica. Se gosta de histórias de negócios eu recomendo. Excelente e tem em português :).

 

6 Comments

Filed under Uncategorized

6 Responses to Livros que li em 2014 – Parte 3

  1. Adriano

    Parabéns pelo site! Estou devorando todas as postagens. Sou um trader em constante formação e não sei como não conheci o seu site antes.

  2. julio

    Ei Vela, o Blog morreu?

  3. Vinicius Lopes

    Vela,
    conheci seu blog há pouco tempo e estou lendo todos os posts na ordem cronológica e tenho gostado muito do conteúdo e de suas ideias de trading. Acredito que pela data do post mais recente você não tenha mais atualizado o blog, se sim, diga-nos o porquê ? Pode ser que você comentou em algum post mais recente (estou nos posts de Março/2011) e ainda não li.
    Espero que vejas meu comentário.
    Forte abraço.

Leave a Reply