Monthly Archives: February 2011

Obrigado 5000

A quase dois anos eu venho estudado incansavelmente sobre o assunto trading, eu estudo ainda, e nesta busca pelo conhecimento e o que fazia sentido, aprendi coisas que nunca tinha percebido, mesmo tendo vivido neste mundo algumas décadas e digo que tive vários momentos de ahas!! nos últimos dois anos lendo vários livros, web sites, fóruns, blogs e etc.

Então, pensei em começar este blog como uma forma de retribuir um pouco o que aprendi com muitas pessoas, mas além de compartilhar meu conhecimento estava também pensando em estruturar meu pensamento e ajudar a si próprio. No final eu acabei sendo o maior beneficiário do blog.

O motivo do blog não foi pra ganhar dinheiro tendo o blog como um meio, mas via como uma  forma de melhorar o meu próprio trade e reforçar as coisas que acredito sobre trading.

Queria aproveitar a ocasião que o blog atinge 5000 page views, o que é muito pouco pra dizer que é um blog bem sucedido, embora ache algo significativo comparado com minhas expectativas iniciais que alias não tinha nenhuma. Então queria para fazer uma pausa de agradecimento aos responsáveis por estas 5000 page views.

Acho que os responsáveis são:

– O Hugo Teixeira do Senhor Mercado, que aliás tem um blog EXCELENTE. Lembro que já tinha começado o blog há umas 3 semanas e estava procurando um blog em português que estava falando de coisas que queria falar como trade systems, gerenciamento de risco e as coisas que acho importante nos livros que li sobre como operar no mercado. Confesso que muito trafego que vem aqui pro Velaepavio vem lá do Forum Senhor Mercado que aliás tento ser bem presente lá, mas ultimamente anda meio parado. O pessoal anda ocupado… até mesmo o Hugo deu uma sumida.

– Pessoal do infomoney que colocou o meu blog no blog roll da comunidade. O que acaba trazendo um certo trafego aqui pro blog. Costumava ser melhor, mas foi bem importante no começo.

– Todos os leitores assíduos do blog que de vez em quando fazem comentário que acho que são muito importantes pra dar feed-back. Isso significa que as pessoas não somente clicam no meu site por estar atrás de assuntos de trading e trading system, mas elas lêem os posts e comentam. Valeu galera!!

E é lógico todos os responsáveis que me inspiraram e me direcionaram pra onde estou hoje.

Acho que a primeira semente que foi lançada foi uma video aula que assisti no Informed Traders do David Waring. Se quiser ver o video onde tudo começou veja aqui. Isso foi há menos de dois anos atrás onde não sabia o que era candle stick (vela e pavio). Alias sabia, mas achava baboseira, pois era um cara puramente fundamentalista.

Neste curso de análise técnica que o David W. falou de um cara chamado Van Tharp e o livro Trade Your Way to Financial Freedoom.

Nesta mesma busca eu encontei o David Jenyns que me ajudou na parte de trading no começo. Explicando a parte de position size, risk management e etc.

Assim por diante os principais autores que gostaria de agradecer aqui: Van Tharp, Jack Schwager e Michael Covel.

E os traders que me inspiram e que sou fã:

Jesse Livermore, Gerald Loeb, Nicholas Darvas, Chuck LeBeau, Richard Dennis, Willian Eckard, Curtis Faith, Marty Schwartz (minha entrevista preferida no Market Wizard), Ed Seykota e Paul Tudor Jones.

Acho que estes são os que me marcaram mais e consigo lembrar de cabeça.

Acho que o blog tem bastante conteúdo e tudo que sei sobre trade eu escrevi aqui, pelo menos as coisas mais relevantes que acho importante que todos precisam saber. Não o que escreva seja a verdade absoluta sobre trade, pois não acho que alguma exista, mas existe a que tem a ver com suas crenças. E este blog está cheia delas.

Gostaria de escrever mais, mas acho que preciso no momento focar em outras coisas para o meu desenvolvimento pessoal como trader, além de escrever, que toma tempo. Vou me disciplinar mais em seguir a minha rotina para ser mais bem sucedido em trading, pois ainda tenho que ter meu trabalho diário tempo integral para trazer a minha renda, mas meu objetivo é ser trader full time. Sei que se focar mais no meu desenvolvimento pessoal e na minha psicologia eu vou atingir o objetivo mais rápido então terei mais tempo de escrever, que é algo que gosto de fazer.

Então espere eu dar uma sumida do blog, pois vou concentrar mais no meu desenvolvimento e nas pesquisas que ando fazendo no momento.

Também mês que vem meu primeiro filho vai nascer e vou estar bem ocupado e isto com certeza tomará o meu tempo.

Enfim, MUITO OBRIGADO a todos/todas e também a VOCE que está lendo este post neste exato momento. Acho que a gratidão é uma virtude e que gosto de cultiva-la e sei que ela acaba voltando em dobro.

16 Comments

Filed under Jornada, Reflexão

Porque risco é mais importante que retorno

“The probability of an individual trade working out is either 100% or 0% depending on how it actually works” – Ed Seykota, TT-FAQs

Na minha humilde opinião o primeiro passo para ser bem sucedido em trading é entender risco.

Fui por quase um ano um vendedor de fundo de investimento e lembro que uma pergunta comum dos clientes prospectivos.

“Quanto que da a aplicação?”

E é por isso que muitas vezes, ou na maioria das vezes, as pessoas perdem dinheiro no mercado. Minha conclusão é: As pessoas em geral não entendem uma das coisas mais importantes que, pra mim, é o RISCO. Pelo contrario, se iludem na busca do retorno da “aplicação”.

Confesso que era bem mais fácil conquistar um novo cliente, tentando atrai-lo pelo retorno passado de uma certa aplicação, negligenciando, é lógico, o risco envolvido.

Estou batendo na mesmo tecla, pois já falei sobre risco em outros posts e acho importante enfatizar o tópico e coloca-lo de uma outra forma e assim deixa-lo mais claro e também para meu próprio beneficio, deixar ainda mais claro o conceito na minha cabeça.

Vou tentar ser direto e objetivo.

Risco, dentre as mil definições, para mim, no contexto de trading, é a probabilidade de algo dar errado ou não ir como esperado, pois apesar de esperança não ajudar em trading, todo mundo espera sempre o melhor.

Segundo Paul Tudor Jones

“I’m always thinking about losing money as opposed to making money. Don’t focus on making money, focus on protecting what you have”

Veja que ele esta mais preocupado em não perder dinheiro do que em ganhar.

Outros Hedge fund managers como Hugh Hendry também enfatizam a preocupação em NÃO perder dinheiro. Essa é a principal preocupação dele. Mais do que estar focando em ganhar dinheiro.

Até mesmo o value investor Warren Buffet coloca como sua primeira regra: Nunca perder dinheiro e a segunda como nunca esquecer da primeira regra.

Porque? Por que todos os gestores de fundos, traders e value investors que ganham dinheiro no longo prazo estão mais preocupados com risco do que com retorno.

Agora uma vez entendido risco o que tem que se analisar é a relação risco / retorno. Em outras palavras o quanto o trader esta disposto a perder, se as coisas não irem bem, para ter um determinado nível de retorno desejado?

Ai que acho que entra a psicologia em trading. Ninguem gosta de perder e é muito difícil aceitar a perda, mas o pulo do gato em controlar suas emoções negativas quando a perda ocorrer é aceitar a perda, pois ela faz parte no processo de ganhar dinheiro. Isto significa que perder faz parte do jogo e o Ego, que quer ser o Sr. Certo, fica bem educado e domado.

Dito isto, cada pessoa tem um nível de aceitação de perda. Uns aceitam mais outros aceitam menos. Isso não porque alguns gostem de sofrer mais do que outros, pois perder por perder é suicídio, mas aceitar a perda para um possível ganho pode ser bem recompensador. Esta é a parte difícil de entender.

Dai que o desenvolvimento de sistemas de trading podem ajudar, pois o sistema pode te dar uma boa  noção estatística (probabilidade) da relação risco retorno, assim fica mais objetivo a decisão de operar ou não operar um sistema de acordo com os objetivos de retorno e a capacidade de aceitar perdas de cada um.

Pra mim, o sistema ideal é aquele que minimiza meu risco dado um nível de retorno esperado. Eu outras palavras um sistema que quando der errado eu vou perder uma quantia que é aceitável e vai me manter no mercado tentando ser bem sucedido, mas quando estiver certo vou ganhar o suficiente para cobrir minhas pequenas perdas e ainda sobrar um “monte” de grana que me dará um retorno relativamente bom ajustado ao risco envolvido. Sistemas de trend following tem esta caracteristica. Perdem muito frequente e pouco, mas quando ganham salvam a pátria.

Van Tharp chama uma boa relação de risco retorno de idéia de baixo risco, ou seja, um sistema que da uma distribuição de trades onde a somatória dos ganhos é maior que a somatória das perdas. Alem disto, mais ideal ainda é um sistema onde o desvio padrão dos ganhos e perdas é o menor possível e o sistema também de muitas opotunidades de trades. O que chama de exportunity que foi discutido no post:  Pensando em R multiplos

Vou dar um exemplo que as pessoas acabam ocorrendo e entram pelo brejo, por negligenciarem o risco e ter problemas com aceitação de perdas.

O uso de alavancagem, por exemplo, que te permite emprestar dinheiro para aumentar o tamanho de sua posição. Eu sou absolutamente a favor de alavancagem e inclusive um usuário dela, mas pode ser uma bomba atômica, por outro lado.

Um trader pode explodir sua conta rapidinho se não entender risco.

Muitas vezes traders, e não só iniciantes, negligenciam o risco e colocam uma posição muito grande sem stop. Pra mim é o antagonismo do que estou tentando explicar aqui.

Vamos supor o exemplo do trader Zezinho que tem 10,000 reais e quer ganhar 1,000 reais por dia. Um alvo não impossível, mas um pouco ousado e diria irrealista pra quem ta começando com “pouco”.

Enfim, usando um mecanismo de alavancagem ,Zezinho coloca seu primeiro trade na acao WMD4 com uma posição de 500,000 (alavancagem de 50x). Assim, esperando um movimento de 0.2% pra fazer os 1,000. Entretanto, neste primeiro trade a sorte não esta do seu lado e o trade move 2% contra o Zezinho e nesta hora meu amigo ele tem que admitir que ele estava errado, pois os 10,000 foi pro espaço quando a posição for fechada por uma chamada de margem.

Pra finalizar eu quero deixar claro que não sou contra tomar risco. Inclusive acho que o maior risco de todos é não tomar NENHUM risco. Entretanto, o risco é algo a ser dado mais foco que o retorno, inclusive isto ajuda do ponto de vista psicológico.

Acho que o trabalho na pesquisa de um sistema de trading esta em achar estas relações de risco retorno maximizadas e ver se elas adaptam ao seu perfil de aceitação de perda a medida da sua capacidade psicológica de lidar com elas.

10 Comments

Filed under Psicologia de Trading, Reflexão, Trading Plan, Vela's Beliefs

Ler jornal e ver TV emburrece?

Love All, trust a few, do no wrong to anyone – William Shakespere

Quando criança não gostava de ler jornal, ainda estou pra achar a que gosta. Meu pai assinava o Estadão (O Estado de São Paulo) e lembro que era branco e preto e o uso mesmo era pra fazer balão galinha. Eu gostava mesmo era de ler gibi. Todo domingo de manhã pedia pra meu pai deixar ir com ele na banca de jornal la no centro de Prudente ai eu descolava uns gibi do tio patinhas, da monica e umas figurinhas pro meu álbum seja qual estivesse colecionando.  Meu interesse por gibi continuou por uns anos ate eu descobrir a revista MAD. Ai comecei a colecionar. Um lixo, mas dava boas risadas.

Voltando ao jornal também lembro que um dia meu pai me avisou que o Estadão estava lançando o Estadinho.  Uma edição de domingo só para crianças. Confesso que comecei a colecionar. Era uma edição por semana. Lembro que a folha tinha a Folhinha e ate era mais antiga que o Estadinho, mas em casa a folha não entrava. Talvez por isso nunca gostei da folha. Acho que não eu até tentei. A conclusão que cheguei eh que era a falha de São Paulo, isto pela quantidades de erros que tinha.

Veio então meados da década de 90 e o jornal começou a ganhar cor e as vezes eu lia e bisbilhotava, mas finalmente foi quando estava no colegial (Ensino médio) que comecei a ler o jornal sério. Comecei a ler todo dia, pois queria passar no vestibular. começou então uma obsessão. Nessa época aconteceu muita coisa. Lembro do Impeachment to Collor, Caso PC Farias, os cara pintadas, a liberação do países bálticos, o plano real a Guerra na Bosnia e etc.

Confesso que comecei a aprender bastante e minha redação melhorou. Alias foi o que acabou me colocando na faculdade, pois não era brilhante em matemática nem em português,  mas historia geografia e redação eram meus fortes e acredito que a leitura de jornal ajudou bem. Ate meu português melhorou.

Um dia já na faculdade um amigo que na época trabalhava na Heding Griffo me disse que a mídia era o “maior meio de manipulação das massas” deste ponto então comecei a pensar sobre isto. Demorou mais uns 15 anos pra realmente a ficha cair.

Na faculdade quando mais eu aprendia, lia livros eu comecei a ser mais critico quando lia o jornal, principalmente a parte de economia.  Infelizmente com conhecimento vem o senso critico.

Eu inclusive parei de ler o Estadão a parte economia mudei para o Gazeta Mercantil e o Valor Econômico, pois o Estadão já estava ficando amador.

Aqui na Austrália eu logo de cara já descartei total a leitura do jornal de Adelaide “The advertiser”. Um lixo. Foi então que comecei a ler o Jornal de Melbourne, “The Age” bem melhor, mas logo vi que o melhor jornal da Austrália era o Financial Review e este li consistentemente todo santo sábado por uns 2 anos ate que finalmente tomei a decisão de PARAR COMPLETAMENTE de ler jornal e assistir o noticiário financeiro.

Quando realmente comecei minha pesquisa sobre trading e o que era importante pra ser bem sucedido. Para minha surpresa ignorar o noticiário era crucial.

Um dos principais princípios do trend follower Ed Seykota é: FILE de NEWS.  Ou seja, ignore as noticias, mas siga o seu sistema.

O noticiário financeiro sempre tem uma explicação pra o que aconteceu no mercado e criou seu chavões como.

–          O mercado hoje realizou lucro

–          Alto no juros derruba mercado

–          números do desemprego foram bem recebidos

Não é dificil achar uma. Agora mesmo vou procurar uma que saiu hoje no jornal.

Olha o seguinte comentário

“The fact the market has managed to stay in the green and above 4900 (for the ASX 200) is certainly a reflection of the current positive investor sentiment and a sign the market wants to go higher,”

Como que um cara tem a pachorra de dizer a palavra certeza, depois do fato ocorrido. Aposto que se o mercado tivesse caido abaixo dos 4900 o comentário seria outro.

Pra mim, isto tudo não passa de ruído e inclusive atrapalha quem esta tentando seguir as regras de um sistema de trading.

Tem gente que gosta de tradar (operar) a noticia. Tem ate termos famosos entre traders como.

–          Sell on the new event

Geralmente quando uma ação começa a subir sem muita explicação. Então, quando vem a noticia boa, a ação cai, na maioria das vezes. Ai vem o jornalista espertão e fala que o preço já tinha descontado a noticia.

Assim, hoje eu não leio jornal, mas leio blogs que já fazem o filtro pra mim do que é importante. Pois leio os blogs de pessoas que pensam parecido comigo e selecionam as matérias que eu normalmente prestaria atenção. (veja meu blog roll)

Os caras lêem os jornais pra mim e eu só leio a critica dos blogueiros.  Prefiro utilizar o tempo que estaria lendo jornal fazendo analises direto na fonte, pois afinal os dados que os jornalistas analisam estão disponíveis na fonte, só que não tem o ruído. Por exemplo, todos os numeros estatísticos econômicos que são de domínio publico (inflação, desemprego, taxa de juros etc). Assim como as cotações dos principais mercados.

E do ponto de vista de trading eu prefiro confiar mais no preço do que em qualquer outra coisa.

Concluindo:

Jornal é um excelente meio pra ampliar seus conhecimentos e formar sua opinião, principalmente se esta vindo de um patamar sem nenhuma experiência, mas ao mesmo tempo é um grande meio de te manter distraído e não focar no que é importante. Entretanto, não é bom manter o jornal totalmente fora do radar, pois é dai que a maioria esta tirando informação e é bom saber como  a massa esta lendo e sendo influenciada.

Enfim o jornal mais que um meio de manipulação de massas é um o maior meio de distração das massas.

16 Comments

Filed under Jornada, Reflexão, Vela's Beliefs

O que o mercado de bonds esta dizendo?

O que o mercado de bonds esta dizendo?

esqueça ouro, esqueça acoes no final quem fala mais alto são os BONDs.

Yes, My name is BOND! Mr. BOND.

O Volume diário do mercado de Bonds (USD1.6 Tri) é cerca de 5-6x o Mercado de ações (USD300bi) e 65x vezes maior que o que o mercado de ouro (USD23bi).

Pode argumentar que o volume do mercado de Forex (USD 3 tri) maior que o de bond. Sim e Forex é o mais liquido com os 3 Trilhoes de volume diário, mas na discussão do ovo e da galinha o Bond eh a Galinha e o Forex eh o ovo.

Agora falando sério, se estiver preocupado com o cenário inflação/deflação deve olhar muito mais pro mercado de bonds que o mercado de ouro, que ultimamente tem sido fomentado como um veiculo especulativo para quem tem esta com medo da inflação. Isso não quer dizer que não ache que o ouro pode chegar em 2,000 ou 5,000 USD um dia, mas isto é assunto para outro post.

A propósito se ainda coca sua cabeça e sempre quis entender o que eh inflação considere o artigo

O que é inflação

Alem deste tem outro artigo recomendado para pegar o fio da meada que escrevi num outro blog com o mesmo titulo, (o que o mercado de bond esta dizendo), comparando a discussão de dois especialistas no mercado de Bonds: Jim Grant e David Rosemberg.

Resumindo o outro artigo apesar deles terem visões opostas, ambos tem bons argumentos. Eu particularmente sou mais pendente a concordar com Rosemberg, pois sou atualmente um deflacionista. Que acha que esta havendo uma contração de credito e depreciação no preço dos ativos.

Na época do outro artigo era Abril de 2010 e o mercado de bond, que vem numa tendência de alta de quase 30 anos, se encontrava em um encruzilhada técnica, prestes a romper a linha de tendência de alta em uma formação ombro-cabeca-ombro de longo prazo, assim aconteça o que acontecesse um analista estaria mais certo que outro.

Jim Grant advoga que o mercado esta prestes a reverter a tendência de alta para uma tendência de baixa, pois Jim acredita que entraremos em um ciclo de inflação.

Rosemberg por outro lado acho que ainda tem muito pano pra manga e a tendência deflacionaria ainda continua por mais alguns anos (3 a 5) assim acredita que e a tendência de alta de longo prazo no mercado de bonds continua por mais um pouco e acredita que os yields dos bonds ainda vão cair mais ate a coisa reverter.

Só um pequeno parêntese: A relação do valor dos bonds e dos yields são inversas, ou seja se um sobe o outro cai e vice-versa.

Voltando a Abril de 2010 o mercado que parecia que ia despencar, rompendo a linha de tendência de alta, reverteu e começou a subir, subir, e assim Rosemberg começou a estar mais correto em seu prognóstico do que Grant.

Entretanto, em Novembro de 2010 a coisa começou a mudar e parece que a partir de então o mercado de bond esta sinalizando inflação e comecou a despencar em direcao da linha de tendência de Abril de 2010.

Agora pra te deixar mais confuso e perplexo uma coisa interessante esta acontecendo no mercado. Final de Setembro 2010 o FED (Banco Central americano) decidiu embarcar no Quantitative Easing II se comprometendo a imprimir 600 bibloes de dólares do nada ate junho de 2011 e comprar bonds pra manter os juros baixos e a economia no soro fisiológico.

Assim, com tanta liquidez injetada no mercado pelo FED no mercado de bonds que era de se esperar que a taxa de juros continuassem a cair e o preco dos Bonds subirem ou pelo menos ficarem onde estavam, mas as consequências não intencionais aconteceram e o preço dos Bonds começaram a cair, levantando as taxas de juros, que era o que o FED NAO QUERIA que acontecesse com o plano do QE2.

Alem do que já expliquei aqui acho pertinente observar outro aspecto do mercado de bond ou bond yield curve ou curva de taxa de juros.

Naturalmente ou em condições normais de temperatura e pressão esta curva é levemente inclinada indicando que o mercado espera uma inflação “moderada” ao longo do tempo e espera um prêmio de risco maior para dividas de mais longo prazo. Veja a curva autal do mercado de bonds americanos.

Quando temos uma curva invertida eh um indicativo de recessão, que ocorreu em 2007, pois naquele momento tinha uma expectativa de corte de juros no longo meio, longo prazo, que é o que acontece em uma recessão. Tem um gráfico que o Mish sempre atualiza que é o de yields que explica bem a situação nos ultimos 5 anos.

l

Existe uma outra terceira configuração que é a intensidade da inclinação que é medido em Spread das taxas de curto e longo prazo que quanto mais inclinado mais preocupante a expectativa de inflação.

Aqui vai um gráfico com o spread de 2 e 30 anos que esta em 400bps que é o nível mais alto já registrado. OMG!

Grafico 2s30s

Da pra perceber que o mercado se encontra em mais uma encruzilhada novamente e deve mover em uma direção ou outra. OU NAO…

Lembre que meu papel aqui como trader não é adivinhar a direção do mercado mas reagir ao que o mercado reage. A ideia é deixas as pessoas inteligentes adivinharem a direção do mercado, entretanto quem é trend follower deve reagir ao que o mercado esta reagindo não tentar adivinhar.

Assim, pela configuração parece que no curto prazo a linha de tendência vai ser testada e os juros vão aumentar mais um pouco o que pode gerar o  mesmo cenário de Abril de 2010.

Deste ponto em diante os riscos maiores são:

1) Um colapso no mercado de bond e os juros dispararem o que será engatilhado por possivel uma “forte” inflação. Pelo menos acima da média.

Ou

2) O mercado bate na linha de tendência e volta a subir gerando deflação.

3) Qualquer outra coisa que não posso prever… e nem to muito preocupado.

Se o Segundo acontecer, que acho que eh o mais provável bolsa cai, todas as moedas caem e o Dolar Americano sobe, como aconteceu em 2008.

Se o primeiro acontecer, que acho o menos provável. Commodities sobem mais ainda , ouro, ações sobem e o dolar despenca mais ainda.  Fica difícil de acreditar que o 1 continuaria por muito tempo a ponto de gerar uma hiper-inflação no dolar americano, pois isso nunca aconteceu na historia.

O USD é a reserva mundial de todos os países. Tudo no mundo (Metais, Petroleo, Produtos Agricolas etc) é cotado em dólar e as reservas internacionais estão quase todas em bonds do tesouro americano que são LOGICO denominados em dólares. Pra mim seria como um GAME OVER se o primeiro acontecer. Por isso acho um pouco absurdo uma hiper-inflacao nos EUA com dolar.

Ate hoje tiveram 2 hiper inflação no mundo desenvolvido.

– Franca revolucionaria no sec XVIII

– Alemanha no pós primeira guerra

E isto porque estavam gerando um deficit de mais de 20% do PIB e hoje os EUA ainda esta chegando nos 10%.

Enfim quando a minha opinião macro acho que o cenário mais provável é deflação ate o nível de credito se ajuste ou o PIB mundial cresça de certa forma a divida ficar relativamente menor do que eh hoje. Em outras palavras “até que a podridão seja expurgada do sistema”.

Caso contrario, toda vez que os bancos centrais quiserem inflacionar a taxa de juros nos bonds vão fazer uma pressão contraria a esta tentativa, pois os devedores vão passar a gastar muito com juros e vão consumir menos.

Concluindo, como trader mais de longo prazo a tendência é de alta e dependendo de como que as coisas acontecem é melhor continuar longo na tendência de alta , mas se a coisa desandar pode ser melhor entrar short. Lembre-se tendências mudam e você deve estar atento quando isto ocorrer.

Lembre que isto não é uma recomendação de investimento, mas minha humilde opinião sobre o mercado de bond atualmente e o que ele esta tentando dizer.

Agora se você chegou neste ponto do post sem ficar entediado recomendo assistir este vídeo do Hugh Hendry.

Ele advoga meu caso e confesso que busco inspiração nele pra muita coisa, pois concordo muito com o que ele fala. Ultimamente ele tem sido extremamente bem sucedido como Hedge Fund Manager.

Acho que a parte que bem tem a ver com o post são os 2 ultimos minutos a partir do minuto 6 quando ele diz coisas como:

“ Epic Bull Market do NOT finish with a whimper but with a HUGE bang … [and then] yields can reach levels OUTRAGEOUSLY low

E também seu irreverente comentário sobre o mercado de ações.

“I reject its temptantions” , pois acredita que o mercado de ações esta num ciclo bear de longo prazo, como eu e já disse aqui no blog.

9 Comments

Filed under Fundamentos, Reflexão, The Big Picture