Gerenciamento de Risco (Money Management)

“I’m always thinking about losing money as opposed to making money. Don’t focus on making money, focus on protecting what you have” Paul Tudor Jones.

Antes de entender gerenciamento de risco primeiro precisa entender o que é risco.

Mas o que é RISCO?

Nao vai pensar que vou no dicionario, buscar o signifiado e colocar isso no blog. Estou me fazendo um favor e a voce tambem.

Minha definicao de risco, apesar de não ser a “correta”, nada mais eh do que probabilidade de algo acontecer. As pessoas tem sempre uma visao negativa de risco, como sendo algo mal que pode acontecer, não deixa de ser verdade. Tipo uma catastrofe ou coisa parecida. Tipo as pessoas estao preocupadas no RISCO de PERDER dinheiro na bolsa ou no Risco de bater o carro. Isso é uma coisa natural que esta imprimido na mente da maioria, mas este blog aqui eh dedicado à minoria vencedora nao a maioria perdida e perdedora. A minoria que quer fazer a lição de casa, estudar, dar duro.

Voltando ao assunto, porque ninguem pensa no Risco (probabilidade) de NAO bater o carro ou no risco (probabilidade) de GANHAR dinheiro?

Essa ideia de pensar que risco é um coisa negativa só atrapalha no entendimento do que é importante em risco, i. e. na probabilidade de algo, “bom” ou “ruim” acontecer.

Vamos a um exemplo ilustrativo: As empresas de seguro, que ganham dinheiro, são aquelas que são boas em calcular as probabilidades das coisas acontecerem. Assim, quão mais preciso for o calculo das probabilidade de algo acontecer, mais chance da empresa de seguro ser bem sucedida. Porquê? Por que se a empresa, por exemplo, sabe estatisticamente a quantidade de Golfs que são roubados por dia em São Paulo elas sabem o quanto elas tem que cobrar de cada segurado para cobrir os custos dos seguros acionados e ainda sobrar uma grana para pagar os custos de operação e ainda sobrar um lucrinho no final do mês.

O que a seguradora esta fazendo quando ela assina um apolice de seguro nada mais eh do que uma operacao de gerenciamento de risco. A seguradora, pasme, NAO tem uma bola de cristal que diz quem que vai bater o carro ou não, entretanto ela sabe qual a probabilidade (risco) de certo carro, em certa cidade, dirigido por certo tipo de individuo se envolver em um acidente. Isso mesmo, é um acidente, ninguem planejou acontecer.

Seguindo este mesmo raciocinio, para que o trader seja um bom gestor de risco a primeira coisa que precisa saber para gerenciar seu risco é saber quais são as probabilidades de sucesso e fracasso. O trader bem sucedido nao precisa saber se o proximo trade vai ser um vencedor ou um perdedor, nao precisa ter uma bola de cristal pra fazer grana no Mercado, entretanto o trader que usa sistemas, que sao bons operadores, sabem estatisticamente qual a probabilidade de um trade dar certo ou errado. Isso eu chamo de edge como expliquei o conceito em uns posts anteriores.

Tambem no mesmo post eu expliquei  o conceito do jogador de poker e blackjack que sabem qual o risco (probabilidade) de cada mao. Um jogador de blackjack profissional, por exemplo, mantém as apostas no minimo ate que chega um momento, se o cara for bom em contar cartas, que a probabilidade de ganhar aumenta, entao o jogador aumenta a aposta naquele momento, pois sabe que a chance de ganhar aumentou.

A ideia do jogador é manter as perdas no minimo e manter os ganhos ao maximo. Dai vem a maxima “Cortar as perdas e deixar o lucro fluir”.

A seguradora faz exatamente isso. Faz parte do negócio dela “perder”, no caso, pagar apolices que foram acionadas. Estas são suas pequenas perdas. Porém, a galera que não bate carro e continua pagando o premio mensal é o lucro que esta fluindo no caixa da empresa. Desculpe a simplicidade, mas em trading usando sistemas é basicamente a mesma coisa.

Não quero entrar em detalhe aqui, vamos ter muito post aqui pra discutir trading system e estatisticas de trading system, mas vamos supor, simplificando as coisas, que um trader sabe que o sistema dele tem as seguintes estatisticas.

Porcentagens de trades vencedores: 50%

Porcentagem de trades perdedores: 50%

Media de ganho em trades vencedores: 2 reais por real arriscado

Media de perda em trades perdedores: – 1 real por real arriscado

Vamos supor que este trader tem um capital de 20,000 reais e o sistema dele da um sinal pra comprar um ativo qualquer. Por exemplo: PETR4.

Quanto que o cara deve arriscar dado o montante de capital baseado nas estatisticas do sistema?

Segundo a maioria dos Market Wizards do livro do post anterior um trader nao pode arriscar muito mais do que 1% do seu capital (float) por trade. Alguns dizem 2% e outros raramente dizem 5%, mas nao vi nenhum dizer mais do que 5%. Eu por exemplo arrisco 1%.

Então, o que isso significa para o exemplo acima? Vamos supor que o trader decide 1%. Entao 1% de 20,000 = 200 pila.

Essa é a quantidade que o sujeito vai arriscar no trade de PETR4. “Só” 200 pilas e nada mais do que isso! E o trader tem que entrar a order na boleta com conviccao, sabendo que na pior das hipoteses ele vai perder no MAXIMO 200, pois segundo a estatistica do sistema para cada real arriscado, se for um trade perdedor ele perde somente 1 real, entretanto pra cada real arriscado ele ganha 2 reais, se for um trade ganhador.

Assim, o trader vai entrar a ordem na boleta com conviccao, porque se o trade no fim for um vencedor ele vai levar 400 pra casa. Olha que beleza!

Simples assim? Sim simples assim. E nem precisa de bola de cristal.

Bem, pensando bem  nao é bem simples assim. Porquê? Por que quem vai prencher a boleta é um ser humano nao um robo e infelizmente o ser humano é um ser emocional. Por isso, acho a parte psicologica a mais importante pra ser um operador bem sucedido. Quando eu falo de psicologia é o sujeito ter aquela conviccao de preencher a boleta seja qual for a circunstancia. Nao questao de ser macho ou nao. O trader pode ate ser bem delicado, contanto que o cara siga as regras do sistema, pois ninguem sabe o amanha.

A seguradora, por exemplo, nao fica escolhendo cliente. Tipo: “esse aqui nao vou assinar porque o cara pode bater esse aqui  sim”. Nao da pra saber!!!!!

Agora pra finalizar o post. Porque os traders bons so arriscam 1% ou bem pouco? Porque os caras gostam do que fazem e querem continuar nesse jogo o maximo de tempo que puderem. Agora o mane que fez um curso de analise grafica de final de semana vai arriscar 50% do capital no primeiro trade achando que o Fibbonaci vai fazer o papel de uma bola de cristal. Ai o coitado perde 50% no primeiro trade. No Segundo trade ele pensa “Pô mas o cara do curso me disse que era uma metodologia que esta certa 80% das vezes”. Então, no segundo trade ele vai pras cabeca e arrisca o resto que sobrou e ai no terceiro dia ele ja esta rapelado e nao pode mais brincar o jogo e depois bota a culpa no professor e Elliott Wave e que a teoria é uma droga.

Espero que tenha gostado do post. Vou aprofundar mais o assunto quando discutir expectancy (expectatica) no proximo post e depois position size (tamanho da posicao). Vou usar o mesmo exemplo pra nao perder o fio da meada. Se ainda nao ficou claro re-leia o post. Peca pra seu irmaozinho, avo, tia engenheira ler e ver se eles entenderam e peca pra te explicar. Se nao entender ainda… coloca um comentario e se ainda nao entender depois disso tudo continue lendo o blog que uma hora o conceito entra na cabeca ou  leia o livro do Van Tharp. Tem que ter persistencia.

6 Comments

Filed under Trading Plan

6 Responses to Gerenciamento de Risco (Money Management)

  1. Pingback: Drawdown « Velaepavio's Blog

  2. Pingback: Angulo da media movel e trend following « Velaepavio's Blog

  3. renato souza

    Parabéns pelas dicas, tenho uma duvida. Quando falamos em investir 1 % de perda em cada posição. Como encontrar uma estratégia que não seja rapidamente “stopada”.

    Un abraço
    Renato Souza

    • Oi Renato,

      Esta pergunta nao tem resposta facil, mas quanto mais curto o stop mais rapido e frequente sera stopado.

      O mais importante em qualquer trade eh a saida nao a entrada.

      Mas tentando responder tem pontos obvious que o stop nao teve estar como suporte e resistencia, pontos de pivot. Outra coisa importante eh a volatilidade medidas em ATR. Eu uso a regra do 2 ATR pra sistemas de mais curto prazo e 3 ATR mais medio prazo. A minha regra eh se o ativo move em um dia muito rapido mais que 2-3 ATR eu pulo fora.

  4. Pingback: Lista de todos os posts do Velaepavio « Velaepavio's Blog

  5. Josué

    Caaaaraaa sensacional estou lendo seu blog em busca de ajuda e estou muito satisfeito com oque estou aprendendo
    Já queria entrar no mercado a muito tempo mas nunca tive coragem de começar até que li o livro “pai rico e pai pobre” e resolvi entrar na casa do risco rsrs entendi muito bem todo o texto e contexto apresentado… Porém eu sempre tive uma duvida…. Eu pretendo entrar na casa dos médios prazos… Mas que realmente queria saber é como q funciona esse negócio de perda… Se por exemplo comprar uma fração de ações esperar um tempo e ela der uma caída…. Eu perco oque eu investi ou ele se mantém no mesmo lugar se eu escolher manter e esperar para vender em um momento mais oportuno?
    Essa é uma grande dúvida que tenho e inclusive esse negócio de stop…. Isso é outra coisa que ainda não peguei (mas tbm estou estudando muito antes de comecar, nao em escola pois so aprendo bem por min mesmo)
    E outra coisa que não sei se você tem alguma informaçao mas oque você acha sobre o mercado de tradera binário?

    bom acho que é só e muito obrigado por todo esse magnífico trabalho que você está trazendo que Deus lhe abençoe e lhe traga ótimos trades hahaha 🙂
    Abraços

Leave a Reply